sexta-feira, 4 de janeiro de 2019

COISAS DA TERRINHA

Foto Facebook
De longe, via internet, ficamos sabendo da inauguração do Cinema A em Itajubá. Bem vindo, antes que falem que somos contra. Um investimento, pelas informações prestadas no decorrer da construção, totalmente de iniciativa privada. Quer dizer, o empresário ganhou da Administração Municipal uma área nobre de 8.000 m2.

Pelas fotos, a platéia convidada para a inauguração e coquetel, combinou com o cinema. Também tomada como Classe A na cidade

Como não se trata de um empreendimento industrial que proporcione arrecadação diferenciada e empregos, escola, hospital, cheche, e outros, houve discussões. 

Como doações de área caem na Câmara Municipal, aconteceu a tradicional festa numérica do Executivo.

Imagino que o extraordinário empreendimento de ensino, vizinho ao cinema, não tenha sido também agraciado com a doação da área. O que sido, mesmo em se tratando de uma iniciativa privada, entendível. Registre-se que somos gratos ao Colégio G9.  

Assunto encerrado.

Ou melhor, mais ou menos encerrado, não fosse o combativo Christian (Finauto) questionar, fotograficamente, a possível instalação de aparelho de ar-condicionado nos banheiros do Parque Municipal ( o tal banheiro de R$ 400 mil).  Um tsunami de comentários no facebook. 

Em termos de mídia, o jogo está empatado.

Garanto que este ano irei conhecer o cinema e parque. Avisarei antes para que sejam feitas e publicadas fotografias com a legenda, que tomo a liberdade de sugerir:

Crítico Curte Cinema (e parque)

Em tempo, apenas como curiosidade: Os vereadores independentes foram convidados ?

É a vida...

Viver é Perigoso   

10 comentários:

Anônimo disse...

A terrinha que desconhece a Pirâmide de Maslow

Uma cidade de tanta cultura merecia administradores á altura.
A Pirâmide de Maslow em Itajubá fica de cabeça para baixo : Necessidades de alimentação, moradia, emprego , saúde e segurança são negligenciadas pelos seus administradores chegados apenas aos espetáculos de pirotecnia. Quanto mais barulho e cores melhor.
Nunca um cinema teve um nome tão adequado : Classe A para os poucos que possuem todas as suas necessidades básicas já atendidas.
Para a classe F , um sonoro FFFFODA-SE !


Edson Riera disse...

Classe F -

Ao meu ver se trata de uma cidade com instrução. Cultura...

O povo brasileiro ainda se encontra amortecido. Outro dia foi inaugurado um Atacarejo na cidade e dizem que foi o maior festão. Em tempo, um dos quatro vereadores independentes informou que não foi convidado para oba-oba com espumantes e coxinhas da cinema classe A. Questionou e deixou de ser autoridade. Como nos velhos tempos e põe velho nisso.

Zelador

Anônimo disse...

Pão & Circo

Em tempo: No período de inauguração, R$11,00 (onze reais) o ingresso promocional. Após, R$ 28,00, ou seja, a Classe D (Desempregados), aquela que mais avança em Itajubá, vai ficar do lado de fora, vendo uma vez por ano um espetaculo de cores e sons...

Edson Riera disse...

Cores e Sons -

Sem problemas. Na terrinha, praticamente, todo mundo paga meia. Ou é de menor, ou estudante, ou tem carteira de estudante ou é idoso.

Então... R$ 14 reais. Leva a namorada, mais R$ 14, mais as pipocas = R$ 50,00. Ah ! precisa ver a questão da condução/estacionamento.

Tudo nos conformes. O período de inauguração irá até quando ?

Zelador

Anônimo disse...

Zé Lá Dô,
Permita-me discordar.
Noticias boas sao so noticias boas.
Interpretar noticias boas é desnecessario.
A inauguracao do cinema é uma noticia boa, que deve ser apenas comemorada.
A doacao do terreno é que deveria ser questionada, mas já foi feita ha algum tempo e passou incolume.

O parque esta otimo. Cada vez melhor.
A critica de que é elitista é valida e inteligente.
O povo, nas proximas eleicoes, ira julgar a escolha dos gastos.
Com tantos prefeitos que nao fizeram absolutamente nada, penso que uma obra elitista sera aprovada.
Nada nada é alguma coisa.

O que chama minha atencao é outra coisa: de onde sai tanto dinheiro para a construcao?
So tenho receio do municipio estar endividado.
Saberemos em breve

Edson Riera disse...

Em breve -

Concordo em tudo. Mas trata-se do instinto. Sabemos o quanto, inexplicavelmente, levam em conta as nossas besteiradas e ficam doidos da vida. Não podemos privá-los dessa raiva.

Como disse, o cinema é bem vindo. Faltava para Itajubá. O parque, pelo que vejo falar, também está muito bonito.

Muito antes da atual administração, o blog já tratava o parque (projeto do Dr. Jorge) como "Parc des Princes". Será sempre elitizado pela própria localização. Focaram totalmente no parque e inevitavelmente, como você disse, isso será pesado no futuro.

Os tempos que se aproximam serão duríssimos em termos de recursos. Se devem além do recomendado, passarão (passaremos) apertados.

Conversa boa.

Zelador

Anônimo disse...

Não é por acaso que já estão fazendo um mini parque no subúrbio. ..quem sabe assim será cada um no seu quadrado ...e cada classe em sua classe

Edson Riera disse...

Classe -

Vamos tentar sermos justos. Vez por outra o povo vai poder visitar.

Zelador

Anônimo disse...

Se o cinema fosse construído 100% só com recursos privados, vocês não estariam comentando o fato!
Seria só uma notícia de jornal com comemoração...
Colega de 87

Edson Riera disse...


Colega de 87 -

Vamos esforçar e imaginar que filmes têm uma ponta de cultura. O terreno doado deve ter sido para pagar essa parte.

Diferente do atacarejo ABC inaugurado na terrinha na mesma data. Tudo vindo da iniciativa privada, imagino eu. Um negócio.

Zelador