quinta-feira, 31 de janeiro de 2019

SENHOR DIRETAS


"Sou velho mas não sou velhaco."

Ulysses Guimarães

Viver é Perigoso

MELHOR ABRIR AS JANELAS PARA RENOVAR O AR


O PMDB, ou melhor, MDB, talvez logo mais, DB, ou ainda mais adiante, B, definiu hoje o seu candidato a presidente do Senado. 
Sim, ele mesmo, Renan Calheiros, um político com características idênticas as dos seus leais companheiros, Sarney, Jucá, Eunício, Barbalho e Requião. 
Renan, a cara do partido, do congresso e por que não, do antigo Brasil..

Viver é Perigoso  

NUNDEU

Viver é Perigoso

POIS É...


Até as eleições de 2014 as empresas privadas poderiam realizar doações para candidatos. As empresas de mineração, hoje nas manchetes face a tragédia de Brumadinho, não pouparam na hora de ajudar os seus preferidos. De forma direta e indireta.

Para candidatos a Deputado Federal por MG, foram destinados R$ 10.836.147,26.

O campeão foi O Deputado Leonardo Quintão - R$ 1.986.708,31

Daqueles que se apresentam sempre pelo Sul de Minas, disseram presentes na lista :

Bilac Pinto - R$ 165.872,00
Odair Cunha - R$ 112.156,53
Aelton Freitas - R$ 100.693,00
Dimas Fabiano - R$ 918,00 (?)

Para candidatos a Deputado Estadual por MG, foram destinados R$ 4.185.197,00.  

Da nossa região, foram lembrados:

Ulysses Gomes - R$ 68.136,00
Dalmo Ribeiro - R$ 62.922,00 

Ledo engano achar que as empresas estariam com as doações de campanha investindo na democracia. No meio empresarial sempre foram consideradas como (às vezes até modesto pelo porte da empresa) investimento. Sabe como é...uma votação aqui, um encaminhamento ali, outra cerrada de olhos acolá. É assim que funciona.

É a vida...

(números jornal O Tempo)

Viver é Perigoso 

CONFESSANDO


Lewandowski deve liberar o condenado Sr. Luís Inácio para ir na missa de 7º dia do seu irmão Vavá. Será uma oportunidade única para a volta do Haddad e da Manuela numa igreja. Se é que a cerimônia não vá ser realizada na sede do sindicato.

Clarin da Boa Vista

quarta-feira, 30 de janeiro de 2019

CANTINHO DA SALA

Pablo Picasso -  Família de malabaristas, 1905.
Viver é Perigoso

TAPETE VERMELHO

Viver é Perigoso

PAPAGAIADA DO PT


Tomou o barco o Seu Vavá. Separações são sempre tristes, ou quase sempre. Mas é a vida. Trata-se de um direito do cidadão condenado e cumprindo pena ser liberado para participar de um encontro com os familiares e dar adeus.

No caso do preso Luís Inácio as coisas se complicaram. Primeiramente o seu partido político (pt) ter saído adiante para tentar tomar todas as providências. Como sempre, pleitos de advogados estrelados, rapapés e ameaças. Ofereceram avião e ensaiaram a montar palanque, convocar filiados e fazer do velório um comício.

A responsabilidade da Polícia Federal é enorme. Logística, segurança, transtornos e riscos diversos.

O pedido foi negado e como sempre recorreram ao bom e velho STF, que é apaixonado mas não é louco nem nada, através do Toffóli, deu uma segurada e só  liberou fora de prazo e mais, de forma inédita, recomendou que o caixão fosse levado até um local seguro (quartel) para o Vavá visitar o irmão preso. 

Sinceramente, a cúpula do pt não está nem aí para o sentimento do Sr. Luís Inácio. Estão é desesperados buscando alguma taboa, ou mesmo pau de fósforo, que passe na enxurrada para se agarrar.

Perguntar de sopetão para um dos chefes ou lideranças, tipo Gleisi, Haddad ou Pimenta, nem saberão o nome certo do falecido. Capaz de afirmarem: Vavá Lula da Silva.

É a vida

Viver é Perigoso   

50 ANOS - HOJE



Aconteceu no dia 30 de janeiro de 1969. Prestes a iniciar o meu curso de engenharia na nossa Escola. Em Londres, num frio de rachar, os Beatles se despediam como um grupo. No topo do prédio onde situavam os escritório da Apple Records, durante 42 minutos, apresentaram Get Back, Dont Let me Dow, I´re got a feeling e One after gog, da qual o Lennon não sabia a letra. Uma pessoa ficou com uma folha aberta na sua frente.

Mais curiosidades:

Chegaram a cogitar realizar o último show em cima de uma pirâmide.
George Harrison estreava uma guitarra personalidade dada pela Fender.
Os agasalhos usados por Lennon e Ringo eram de suas mulheres, Yoko e Maureen.
Os microfones estavam cobertos por meias de mulher.
O tecladista Billy Preston foi o verdadeiro quinto Beatles.
Lindsay-Hogg, encarregado de gravações/filmagens, era filho do Orson Welles.
A polícia interferiu na apresentação e limitou o tempo em 42 minutos.
Na ocasião, Lennon, indiretamente despediu-se dos companheiros.

É a vida. Meninos, eu me lembro.

Viver é Perigoso

PROCURADOS

Provocação do Pasquim
Na época do governo forte (vamos chamar assim), depois de 64 e mais próximo de 1968, as autoridades mandavam colar pelas paredes de prédios  públicos de todo o País, cartazes de "procura-se", com fotos, nomes e apelidos dos chamados "subversivos". Alguns eram perigosos e outros nem tanto.

Em Itajubá, era comum nas paredes da Estação Ferroviária, Rodoviária e Correios. Moços e moças iludidos com a possível troca de um regime de direita por um de esquerda. Deu no que deu.

De forma sutil, em âmbito municipal, ainda sem a necessidade de cartaz nas paredes, mas está voltando. Quer arriscar ?

Questione alguma medida tomada ou não tomada pela Administração Municipal. Faça algum comentário público (pode ser na Câmara Municipal), no jornal "O Sul de Minas", ou mesmo em reuniões reservadas. Tenha a suprema coragem de observar a ordem e prioridade dos investimentos públicos. (no blog anônimo ainda pode)

Adeus viola.

Se tiver algum comércio, um negócio qualquer ou exerça uma profissão autônoma, prepare-se. 

Virá uma Brumadinho em cima de você. Fiscalização de higiene, alvarás do passado, assedio, relacionamentos pessoais, questionamentos fiscais,  etc. Muitos acham até que não vale a pena exercer mínimos direitos de cidadão e desistem. A maioria.

Uns poucos, levados por um força extrema (às vezes raiva mesmo) seguem adiante. Todos conhecem algum desses "procurados municipais". Sentem por eles até um pouco de solidariedade. Cumprimentam-os de longe, normalmente com um tímido aceno. Conversar e trocar ideias em vias públicas nem pensar. Eu mesmo, conheço oito.

Os admiramos pela coragem e quase irresponsabilidade demonstradas.

De uma coisa é certa. No caso de uma mudança brusca, confirmaremos ser amigos deles desde criancinhas.

É a vida...

Viver é Perigoso
  

QUESTÃO DE DIREITO


Escreveu, no Estadão, o competente jornalista Fernão Lara Mesquita:

"Cansado de ouvir baboseira em torno do desarmamento nos jornais e nas televisões, peço licença ao leitor para enfiar aqui este lembrete:

Bolsonaro e seus opositores não têm tocado no essencial da questão do desarmamento.

A discussão NÃO É em torno de saber se armar a população "resolve" ou não (é claro que não resolve, nem para melhor, nem para pior) o problema da segurança pública.

É o princípio que é inegociável pois se o Estado pode proibir o cidadão de defender a sua vida sob pena de prisão, como faz hoje no Brasil, nenhum dos seus outros direitos vale nada."

Blog: É o que estávamos tentando dizer.

Viver é Perigoso

O COORDENADOR POLÍTICO

Foto Aldo
Não é por criticar que o "viver é perigoso" irá morrer pagão. Hoje mesmo pela manhã, já foi identificado o Coordenador Político renomeado pela Prefeitura Municipal de Itajubá. Renomeado, pois já ocupava o cargo desde priscas eras. Deve ter dado aquela saidinha estratégica tão comum nos cargos públicos comissionados. É afastado, recebe uns piguás e voltou para a luta.

O Sr. Carlos Antonio Ribeiro, na realidade foi renomeado Coordenador Político da Administração que foi eleita em 2012 na cidade e conseguiu se reeleger. Já exercia o cargo e deve ter dado aquela saidinha estratégica tão comum nos cargos públicos comissionados. É afastado, recebe uns piguás e volta para a luta.

O coordenador não é da terrinha. É de Delfim Moreira, onde foi candidato a prefeito nas últimas eleições (não sabemos se pediu licença do cargo para a missão). Segundo comentário é ligado ao Deputado Bilaquinho, daí sua importante presença na equipe do atual prefeito de Itajubá. 

Um antigo morador da Boa Vista, é claro, dá a sua explicação para justificar a contratação por Itajubá do Delfinense Carlos Antonio:

Todos sabem que o Padre Lourenço da Costa, deixou Itajubá Velho (hoje Delfim Moreira), acompanhado de parte dos moradores, para fixar residência aqui na Boa Vista (sim, já era a Boa Vista). 

Um dia, o Padre resolveu ir buscar os livros e santos (imagens) pertencentes à paroquia que haviam ficado lá no arraial velho, hoje, o aprazível município de Delfim Moreira.

O acontecimento exigia solenidades e pompas. Para tanto, o Padre Lourenço lançou um convite ao povo da Boa Vista, convocando-o do púlpito para a histórica peregrinação à Capela Velha (Delfim Moreira).

Na madrugada de um domingo de agosto de 1832, depois da missa, a romaria seguiu para Delfim Moreira. Uma pequena tropa levava víveres. Mulheres e crianças seguiam a cavalo. Homens brancos e escravos acompanhavam a pé.

Como em todos os movimentos acontecidos no país, havia um espião e traidor. Esse elemento, seguiu na frente e avisou o pessoal de Delfim Moreira do perigo. Os delfinenses, armando-se de foices, clavinas, garruchas, varapaus, facas e chicotes, se posicionam camuflados na entrada da cidade.

Quando a comitiva do Padre Lourenço aproximou-se do pontilhão de madeira, na entrada da então Vila Velha, os defensores atacaram.

O pau quebrou feio.

Enquanto poucos heróis lutavam pela causa do Padre Lourenço, a grande maioria fugiu em debandada, em desabalada carreira. Pânico geral.

O local da peleja passou a ser chamado pelo nome de "Encontro". Segundo relatava o Sr. José Gomes Arruda, participante do episódio, "deve ter gente de Itajubá correndo até hoje".

Feridos e desmantelados, os heróis que lutaram, só pela madrugada dia seguinte (uma segunda-feira) é que foram chegando de volta.

Segundo dizem estudiosos entendidos no assunto, esse "waterloo itajubense" é uma das razões do baixo astral que insiste em permanecer nas redondezas.

Resumindo, deve estar aí, claro, a importância de ter um coordenador político de Delfim Moreira, contratado por Itajubá. Aparar as possíveis arestas ainda existentes.

Viver é Perigoso

terça-feira, 29 de janeiro de 2019

AGORA VAI !


O cargo deve ser importante, muito embora na minha ignorância em administração pública, não sabia que existia, vamos dizer assim, direto: Coordenador Político.

A Portaria Municipal 065/2019, de 25/01/2019 nomeou o Sr. Carlos Antonio Ribeiro para ocupar o Cargo de Coordenador Político da Prefeitura.

Antigamente conheciam-se todos que mexiam com política na terrinha. Não estou lembrado do Sr. Carlos Antonio. Melhor ainda para ele.

Não sei como seria executada uma coordenação dessas. Seria também ficar sabendo dos blogs e comentar ? Existem mais coordenadores políticos na Administração ou o Sr. Carlos Antonio é o único ?

Modestamente, estamos facinhos.

Viver é Perigoso

MAIS DO MESMO


Ouvido hoje na Boa Vista, é claro:

- Camarada, caso o Renan consiga ser eleito para a presidência do Senado, o que será um absurdo, vou acreditar que ele só conseguiu isso com o aval do governo federal. E tem mais, deve ter assumido o compromisso de dar cobertura para o companheiro do senado, Flávio Bolsonaro. Só falta !

- Eh... qualquer coisa fora disso será surpresa.

- Aí, guenta...

Viver é Perigoso

MOMENTOS MÁGICOS



Viver é Perigoso

CARTA QUE RECEBI


Itajubá, 29 de janeiro de 2019

Ref: : NOSSA SANTA CASA, SUA SANTA CASA

Depois de dias resolvi me pronunciar sobre a situação que a SAÚDE PÚBLICA de Itajubá vem passando. Em especial, vou abordar a diminuição do atendimento no Pronto Socorro da Santa Casa de Misericórdia de Itajubá.

LAMENTÁVEL acompanhar tantas QUEIXAS, tantos DESABAFOS e solicitações de PROVIDÊNCIAS de toda uma população que sofre com suas NECESSIDADES de saúde.

Durantes os últimos dois anos, como vereador, participei de AUDIÊNCIA PÚBLICA dos prontos socorros, estive presente nas diversas reuniões da Comissão de Saúde que buscava SOLUÇÕES e melhorias para os serviços de atendimento de urgência e emergência e até VISITEI os dois prontos socorros contratualizados pelo SUS de nossa cidade, gerando então novos QUESTIONAMENTOS.

DECEPCIONANTE foi quando membros da CÂMARA e do EXECUTIVO, através das diversas mídias, tentaram DESACREDITAR, tumultuar, DETURPAR, distorcer e mesmo MENTIR sobre a real razão da GREVE dos médicos do Pronto Socorro da Santa Casa de Misericórdia de Itajubá.

Chegaram a sugerir que haveria MÁ GESTÃO na instituição, ocasionando assim a paralisação. Que os atrasos nos repasses da Prefeitura para a Santa Casa não poderiam ter ocasionado isso. Informações que foram ESCLARECIDAS e DESMENTIDAS pela gestora da instituição, a qual, com sua equipe, administra de maneira TRANSPARENTE e correta.

Sou CONHECEDOR das situações financeiras dos dois estabelecimentos hospitalares que atendem o SUS de nossa cidade. São dados PÚBLICOS, publicados em jornais impressos, os quais faço questão de GUARDAR.

Em verdade, os DOIS prontos socorros necessitam de IMEDIATA recomposição nos repasses para sua manutenção. A PRIORIDADE deve ser definida por quem GERENCIA nossa cidade.

NÃO é aceitável usar a DESCULPA de falta de verbas pelos atrasos dos repasses estaduais quando vemos DINHEIRO sendo aplicado em SHOWS e EVENTOS, criação de NOVOS CARGOS para acomodação de afilhados políticos, obras para o LAZER, ou qualquer outra ação que não seja de maior PRIORIDADE que a SAÚDE PÚBLICA que nossa população tanto BUSCA.

A tentativa de DESQUALIFICAR a Nossa Santa Casa como importante entidade de nossa cidade deve ser combatida, desmentida. TODOS somos responsáveis para que a solução seja encontrada.

O Lazer é importante, mas a Nossa Santa Casa é PRIORIDADE.

Atenciosamente,

Vereador Ricardo Zambrana

Viver é Perigoso

HORA DO SAFANÃO


"A democracia exige que a gente convença as pessoas. Quando as circunstancias permitem, essa é a forma preferencial de agir. Então deve-se trabalhar para fazer evoluir as consciências. Mas há circunstâncias em que não é possível dar-se esse luxo e então é preciso comandar. É como na educação das crianças. Se a gente tem tempo o melhor é argumentar. Mas se não tem, para o bem delas, a gente vai lá e dá um safanão" 

General Charles de Gaulle 

Blog: Juízo moçada ! o general (é claro) que tirou os franceses por diversas vezes do buraco)

Viver é Perigoso

segunda-feira, 28 de janeiro de 2019

SER POLÍTICO


Ser político é engolir sapos e não ter indigestão. 

É aprender a sofrer humilhações todos os dias, em pequenas doses, até ficar completamente imune à ofensa global.
 
É esvaziar a tragédia atual com uma demagogia repetida de tragédia antiga.

É ver o que não existe e olhar, sem ver, a miséria existente.
 
É não ter religião e por isso mesmo cortejar a todas. 

É no meio da mais degradante desonra, encontrar uma saída honrosa. 

É nunca pisar nos amigos sem pedir desculpas.
 
É correr logo para a bilheteria quando a alguém grita que o circo pega fogo. 

É flexionar a espinha, a vocação e a alma em longas prostrações ante o poder como preparação do dia de exercê-lo. 

É recompor com estoicismo indignidades passadas projetando para história uma biografia no mínimo improvável. 

É tentar nobremente a redistribuição os bens sociais, começando, é natural, por acumulá-los, pois não se pode distribuir o pão disperso.

E assim, por conhecer profundamente a causa pública e a natureza humana, estar sempre pronto a usufruir diariamente o gozo de pequenas provações e a sofrer na própria pele insuportáveis vantagens.

Millôr

Viver é Perigoso

domingo, 27 de janeiro de 2019

MINHA CASA, MINHA VIDA


O cidadão Kenneth Griffin comprou um apartamento em Nova York. Um imóvel confortável no Central Park South, 220.  Mais precisamente, uma cobertura de 2.000 m2 à 300 metros de altura.

O Sr. Griffin pagou pelo apartamento, segundo noticiado pelo Wall Street Journal, US$ 238 milhões, o que dá em reais, aproximadamente, R$ 900 milhões.

O cantor britânico Sting e sua mulher, também estão comprando um apartamento no mesmo prédio.

Em tempo, o Sr. Kenneth Griffin é dono do Fundo de Investimentos Citadel e tem também, um apartamento em Miami, comprado por US$ 60 milhões e uma cobertura em Chicago adquirida por US$ 58,7 milhões.

Na Boa Vista, é claro, os preços dos imóveis estão mais em conta. Até quando, não sei.

Viver é Perigoso

NOTÍCIAS DE CURITIBA


Como era previsto, começam a dar sossego para que o Sr. Luís Inácio cumpra a sua condenação. O próprio PT, com suas burrices, vai dando conta da situação. A ida da presidente do partido à Venezuela aplaudir a posse do Maduro, contestada por quase todo o mundo ( a Rússia e China não contam - Têm muita grana para receber), jogou mais uma pá de terra no "lula livre".

E vem mais. A sentença sobre o "sítio de Atibaia" deve estar na bica para ser lavrada. E tudo indica, que virá aí mais uma condenação. 

Claro, já não se trata de saber se o sítio é ou não do Lula. A desgraça é que obras foram feitas, comprovadamente, na propriedade para beneficiar o Sr. Lula e família. Documentos, delações e o escambau. Os recursos saíram da "caixinha" da Petrobrás na conta-corrente com o PT.

A lei é clara, como já dizia o Arnaldo.

O Código Penal Brasileiro dispõe com toda a clareza o que vem a ser o delito de corrupção passiva que teria sido praticado pelo ex-presidente da República.

"Artigo 317 - Solicitar ou receber, para si ou para outrem, direta ou indiretamente, ainda que fora da função ou antes de assumi-la, mas em razão dela, vantagem indevida, ou aceitar promessa de vantagem. Pena: reclusão, de 2 a 12 anos e multa"

Sei não, mas depois desse processo (outros estão em andamento) e com os confortos e privilégios carcerários sendo cortados pelos juízes, talvez seja a hora de mudança de estratégia dos defensores do condenado. Lutar por uma prisão domiciliar com tornozeleira e as restrições de praxe.

É a vida...

Viver é Perigoso    

CANTINHO DA SALA

Flautista
A obra maravilhosa de Cândido Portinari irá para leilão no próximo dia 12/2, na Canvas Galeria de Arte, na Av. Europa 715, em São Paulo. Avaliada em R$ 9 milhões.

Viver é Perigoso 

OH ! MINAS GERAIS



Vivendo e aprendendo. O nosso "Oh ! Minas Gerais", vem da italiana "Vieni sul Mar", gravada há séculos pelo Enrico Caruso. Mais recente, foi gravada pelo Pavarotti e Andrea Bocelli, entre outros grandes músicos.

No Brasil, serviu como homenagem ao navio encouraçado adquirido pelo País na Inglaterra. O barco chegou na Baía de Guanabara no dia 17 de abril de 1910.

A letra atual do hino do nosso Estado é de José Duduca Moraes em parceria com Manoel Araujo.

É a vida...

Viver é Perigoso 

PORQUE HOJE É DOMINGO


Tudo tem o seu tempo determinado, e há tempo para todo o propósito debaixo do céu.

Há tempo de nascer, e tempo de morrer; tempo de plantar, e tempo de arrancar o que se plantou;

Tempo de matar, e tempo de curar; tempo de derrubar, e tempo de edificar;

Tempo de chorar, e tempo de rir; tempo de prantear, e tempo de dançar;

Tempo de espalhar pedras, e tempo de ajuntar pedras; tempo de abraçar, e tempo de afastar-se de abraçar;

Tempo de buscar, e tempo de perder; tempo de guardar, e tempo de lançar fora;

Tempo de rasgar, e tempo de coser; tempo de estar calado, e tempo de falar;

Tempo de amar, e tempo de aborrecer; tempo de guerra, e tempo de paz.

Eclesiastes 3: 1 a 8

Viver é Perigoso

sábado, 26 de janeiro de 2019

AJUDA HUMANITÁRIA ?


Ninguém desconhece a situação difícil do povo venezuelano. Inflação acima de um milhão por cento, falta alimentação, remédios e trabalho. A opção de fuga para o Brasil dá uma ideia da situação.

Nesse momento complicado com dois presidentes (Maduro e Guaidó), o governo russo, solidário como sempre, confirmou que irá manter os programas de ajuda à Venezuela. Claro, toda a ajuda mantida sob contratos que giram em torno de US$ 10 bilhões. Pagos em dia com o fornecimento de petróleo.

Dentro do programa de ajuda já foram fornecidos para o presidente Maduro (mais antigo no poder), 24 caças avançados Su-30, helicópteros de ataque e sistemas eletrônicos de comando. A lista foi acrescida com a entrega de novas baterias de sofisticados mísseis S-300, de defesa anti-aérea, 100 tanques pesados T-72B1V, pouco mais de uma centena de blindados sobre rodas BTR-80/90 e ao menos mil mísseis Igla-S, de porte pessoal.

No pacote foi incluída a retomada as obras da fábrica de onde saíra a versão local do fuzil Kalashnikov AK-47. Como as obras atrasaram, a matriz AKConcern está adiantando a primeira encomenda de 100.000 unidades.

Ah! discute-se também a instalação de uma base militar da Rússia no litoral caribenho da Venezuela, provavelmente em Puerto Cabello, para dar apoio técnico a navios e aviões de combate em missões de longa distância.

Esperam com isso minorar o sofrimento dos hermanos venezuelanos.

É a vida...

Viver é Perigoso

IRRESPONSÁVEIS


A Comissão de Desenvolvimento Regional e Turismo do Senado alertou, há um mês, em extenso relatório, que das 24 mil barragens cadastradas por 31 órgãos fiscalizadores, 723 apresentam alto risco de acidente e apenas 3% foram vistoriadas. 

O documento cita dados da Agência Nacional de Águas (ANA) que mostram que em Minas Gerais, onde rompeu ontem a barragem em Brumadinho, outras cinco apresentam “nível de preocupação”. 

À época, o relator do texto, senador Elmano Férrer (Pode-PI) citou a tragédia de Mariana: “Depois de 3 anos, ninguém foi preso, nenhuma indenização foi paga, nenhuma casa construída. Quantas Marianas serão necessárias para que o estado brasileiro cumpra o seu papel?” 

Entre as recomendações, a comissão pediu que a Agência Nacional de Águas (ANA) e outros órgãos fiscalizadores intensifiquem o cronograma de inspeções. 

A CDR exigiu ainda que o cadastramento de barragens seja acelerado: “Isso porque, segundo cálculos revelados pelo relatório, existem mais de 70 mil barragens no País e não apenas as 24 mil cadastradas”. 

Leandro Mazzini - Hoje em Dia

BOCA NO TROMBONE



Escreveu o Ruy Castro:

Ouço com frequência no rádio e na TV que as pessoas estão botando a boca no trombone. As mulheres vítimas de assédio ou estupro estão botando a boca no trombone. Os praticantes das delações premiadas estão botando a boca no trombone. A imprensa está botando a boca no trombone. O povo está botando a boca no trombone.

Não concordo com a imagem do trombone. Dá a entender que ele é um instrumento de alerta, feito para tocar alto e despertar os distraídos. Mas, embora seja um componente importante de desfiles militares, bailes de Carnaval e charangas de torcidas, o trombone não nasceu para fazer barulho. 

Aprendi isto escutando o trombonista americano Tommy Dorsey. Seu megassucesso dos anos 30 e 40, o fox “I’m Getting Sentimental Over You”, de George Bassman e Ned Washington, tinha um longo solo de trombone. 

Dorsey o tocava com tanta suavidade que era como se não precisasse respirar. Aliás, era o que pensava o crooner de sua orquestra, o jovem Frank Sinatra. 

Esperando sua vez de cantar, Sinatra ficava sentado bem atrás de Dorsey enquanto este tocava de pé, na frente do palco. - “Eu observava o paletó de Tommy, esperando que inflasse e desinflasse. Mas ele nem se mexia!”, disse Frank.

Viver é Perigoso

CANTINHO DA SALA

Rosário Freire
Viver é Perigoso

MUSICA NO PARAÍSO


Contam os mais antigos que no Céu, isso mesmo no Paraíso, existe um local maravilhoso, e mesmo não poderia deixar de ser, onde costumam se reunir todas as sextas-feiras, músicos itajubenses que já tomaram o barco.

Histórias são lembradas e músicas são ouvidas.

O organizador dos saraus seria o Senhor Licurgo Mineiro de Souza Nogueira, na verdade, nascido em Cristina e fundador da mais antiga Filarmônica que se tem notícia em Itajubá. Lá pelos idos de mil oitocentos e poucos. Senhor Licurgo é conhecido, por entre as nuvens, por sempre estar assobiando o dobrado de sua autoria, com o nome de Boa Vista, é claro.

Ontem, apareceu por lá, excepcionalmente, o Dr. Theodomiro Santiago, ligado ao pessoal, por ter ter introduzido em 1906, as aulas de música no Colégio de Itajubá, que ficaram sob responsabilidade do maestro Francisco Nisticó, que chegou acompanhando o futuro fundador da Unifei.

Numa rápida vistas de olhos, notava-se a presença do Maestro Luiz Melgaço, virtuose da clarineta, que ficou conhecido, entre outros méritos, por ter composto o "Hino de Brasília". Sempre simpático o Maestro Antonio Venturelli Ferrer, tratado pelos amigos de Juju Venturelli, criador da Banda de Música da Fábrica de Armas (Imbel), em 1934.

No grupo mais alegre, conversavam os fundadores da Lira São José (da Boa Vista, é claro), que lembravam o primeiro de maio de 1957, quando liderados pelo Padre Adão (ainda não tinha chegado), Luís Riera, Juca Rocha, Zé de Almeida, Carlos Galvão e Henrique Barbosa, oficializaram a criação da Lira.

Algumas senhoras presentes eram tratadas com carinho especial. A pianista Emília Sanches Coelho, Dona Salô Vianna e Dona Jandira Coelho, conhecida empresária que proveu muitos concertos na cidade.

A alegria corria solta no grupo, onde se via, Quim Miranda, Menino Miranda, Joubert Guimarães, Prótogenes Pinto de Almeida, Romeu Venturelli, Benedito Nascimento, Naildo Rezende, Pedro Feichas, José de Olivas, todos centralizando as atenções para as falas dos maestros Fructuoso Vianna e Luiz Ramos de Lima.

A conversa girava sobre as festividades do aniversário de 200 anos de  Itajubá. Todos buscavam informações sobre os artistas escolhidos pela prefeitura para abrilhantar tão importante ocasião. Quem seria esse músico chamado de Michel Teló ? e o outro Daniel ? e as Senhoras Maiara e Maraisa.

Alguma voz soprou lá do fundo: Parece que esse Daniel era companheiro musical daquele rapaz triste que passa sempre cantarolando pela praça, um tal de João Paulo. Moço triste, mas simpático. Quanto aos outros, ouvi falar que o Senhor Teló compôs uma peça de sucesso chamada "ai se eu te pego".

Viver é Perigoso

TOMOU O BARCO



Tomou o barco o maestro e compositor Michel Jean Legrand, que nasceu nos arredores de Paris em 1932.

Durante sua carreira, também trabalhou com Dizzy Gillespie, Miles Davis, Orson Welles, Jean Cocteau, Frank Sinatra, Edith Piaf, Ray Charles, Diana Ross e outros.

Em toda carreira, foi responsável pela composição de mais de 200 trilhas de filmes e de obras para televisão. Também gravou mais de 100 álbuns de gêneros como jazz e música clássica.

Ele ganhou três prêmios no Oscar e cinco no Grammy.  Lembrando, ganhou o Oscar pela musica do maravilhoso filme "Summer of 42", "O Verão de 42".

SUMMER OF´42

"Houve Uma Vez Um Verão"

Como se dizia antigamente: Filmaço !

Um drama extraordinário de 1971, sob a direção de Robert Mulligan e tendo como protagonistas, Jennifer O´Neill (Dorothy) e Gary Grimes (Hermie).

A música, lindíssima, inclusive ganhadora do Oscar, é de Michel Legrand. O bilhete deixado por Dorothy para o garoto Hermie, indo embora para sempre, é mágico:

"Não tentarei explicar o que aconteceu ontem à noite, pois sei que, com o tempo, encontrará a melhor forma para se recordar daquele momento. Eu me lembrarei de você e rezarei para que seja poupado de tragédias.
Desejo-lhe apenas coisas boas".
Para sempre Dorothy.

Viver é Perigoso 21/12/2009

VALE NADA

Viver é Perigoso

sexta-feira, 25 de janeiro de 2019

NÃO É BEM ASSIM !


Recentemente, todos tomaram conhecimento das declarações da presidente global da GM , Mary Barra ameaçando cortar investimentos e até fechar fábricas na América do Sul, caso as unidades não voltem a dar lucros.

Daí em diante, os jornais vêm noticiando diariamente sobre as reuniões que vêm sendo promovidas no Brasil pela empresa, com autoridades dos Estados e municípios onde funcionam unidades industriais da empresa. Também estão sendo convocados para a conversa, os sindicatos de trabalhadores.

O assunto é um só: Participação de todos para o retorno dos lucros da empresa. Ameaça: corte de investimentos e fechamento de fábricas. Sacrifícios de todos, como redução de impostos e dos direitos dos funcionários.

Em S.J. dos Campos, a empresa pede uma redução de 30% no piso salarial e outros itens a mais.

Por outro lado, noticia-se, que em reunião com 0 Sr. Carlos da Costa, secretário especial de produtividade, emprego e competitividade do Ministério da Economia, o vice-presidente de Relações Governamentais da GM no Brasil, Marcos Munhoz, ao "chorar as pitangas" e insinuar sobre o fechamento de fábricas, ouviu do secretário do governo:  

“Se precisar fechar, fecha”.

Juízo Moçada. Nem tanto. E nós com isso ? Na cidade, diversas indústrias fornecedoras de peças para a GM.

Viver é Perigoso 

ASSIM NÃO, CAPITÃO !

Viver é Perigoso

VERGONHA ALHEIA


Lendo hoje no Facebook sobre a revoada de vereadores da cidade acontecendo esta semana para Belo Horizonte.

Passado o constrangimento inicial, vamos aos fatos.

Todas as viagens contadas, para efeito de recebimento de diárias, do dia 22/01 até o dia 25/01. Acrescente-se, carros e motoristas.

Portaria 018/2019 - Vereador Jorge Andrade
Portaria 021/2019 - Vereadora Mônica Chaves
Portaria 022/2019 - Vereador Joel Carlos de Almeida
Portaria 025/2019 - Vereador Wilson Batista + Vereador Renato Moraes + Assessor  Luis Henrique
Portaria 026/2019 - Vereador José Maria Silva

Estamos falando do deslocamento para até o paraíso (deve ser para os políticos mineiros), numa única semana, de doze pessoas (inclusos motoristas).

Para quê ? cursos ??????  

Com o valor da diária estipulado em R$ 426,00, totaliza-se o montante de quase R$ 18.000,00, sem contar as despesas com veículos e lógico, o valor da inscrições nos chamados cursos.

Numa época em que busca a reabilitação dos políticos junto a opinião pública, carência absurda de recursos, dificuldades enormes na saúde municipal, desemprego em número recorde...

Registre-se, por questão de justiça, que alguns Vereadores, quando da necessidade de deslocamento para outras cidades, o fazem em veículos e com recursos próprios, caso dos independentes Marcelo Krauss e Dr. Zambrana. 

Citando Millôr : "Ou restaure-se a moralidade ou locupletemo-nos todos".

Viver é Perigoso   

GENERAL MURÃO

Viver é Perigoso

quinta-feira, 24 de janeiro de 2019

MARAVILHA DE VOZ



Viver é Perigoso

NO COLO DA NARIZINHO

Viver é Perigoso

MAIS UM BRASILEIRO DESEMPREGADO


Carlos Ghosn, preso no Japão por fraudes fiscais, foi demitido da presidência da Renault.

Blog: Não sei o porquê, mas no meio de uma multidão dissessem que existia um suspeito de alguma coisa, eu apontaria: é aquele.

Viver é Perigoso

O ÚLTIMO QUE SAIR APAGA A LUZ


Dirão que a culpa é do nosso pessimismo que vem sendo demonstrado desde 2013. Um desastre como esse não acontece de uma hora para a outra. Vem acontecendo.

A atual Administração, não adotou como prioridade a geração de empregos. Os números não mentem e são coletados e publicados para análise e correção de rumo.

Continuarão a bater nas teclas de fontes luminosas, pedalinhos, foguetório, shows caipiras, cinema com estacionamento com carregador de baterias para carros elétricos, etc.

Investimentos importantes, sem dúvida, mas com ordem de prioridade questionável.

Agora já era. Vamos correr e buscar meios para facilitar o deslocamento dos nosso moradores até o Parque Industrial de Pouso Alegre e juntar esforços para não perder mais nenhum posto de trabalho.

Leiam, pensem e chorem:     

De acordo com o dados do Caged, divulgados ontem, pelo Ministério da Economia, o mercado de trabalho brasileiro criou 529.554 empregos com carteira assinada em 2018.
O primeiro resultado positivo anual depois de três anos de retração no emprego também é o melhor desempenho desde 2013, quando foram gerados 1,138 milhão empregos na série com ajustes.

Porém, a geração de empregos nas 10 maiores cidades do Sul de Minas caiu 69,6% em 2018 em relação a 2017. Ao todo, os maiores municípios da região registraram saldo positivo de 1.140 novas vagas de emprego no ano passado contra 3.760 em 2017.

Em 2018, o destaque da geração de empregos ficou com Pouso Alegre, que gerou 1.572 novas vagas contra 829 em 2017. 

Além de Pouso Alegre, registraram geração positiva em 2018 os municípios de Três Pontas (+415), Lavras (+209), São Sebastião do Paraíso (+65) e Varginha (+49). 

Já as cidades de Alfenas (-12), Passos (-16), Poços de Caldas (-117), Três Corações (-309) e Itajubá (-716), registraram fechamento de vagas no ano passado.

Viver é Perigoso