quinta-feira, 27 de dezembro de 2018

MIDNIGHT SPECIAL



Viver é Perigoso

RESPEITOSAMENTE


Deu no jornal Itajubá Notícias, na edição desta semana, que " Moradores reclamam de valor gasto com show pirotécnico em festa de Ano Novo no Parque" - Valor gasto com queima de fogos deve chegar a R$ 120 mil.

Na reportagem, o jornal informou que entrou em contato com a Prefeitura para obter esclarecimento e até o fechamento da edição não recebeu retorno.

Prá quê ?

Imediatamente, o próprio Prefeito Municipal endereçou carta ao jornal - publicada na edição eletrônica - sobre o assunto.

Tudo bem se fosse uma ação normal da Administração da cidade. Mas a introdução feita pela autoridade municipal na sua pronta missiva foi um desastre.

Prezado Rodrigo Marques,
Como vosso jornal possui respeito, gostaria de esclarecer uma notícia equivocada publicada sobre a queima de fogos no Réveillon. 

O alerta sobre " como vosso jornal possui respeito" , de certa forma, deixa a entender que falta a condição aos demais questionadores da atual administração, sejam os quatro vereadores cavaleiros do apocalipse, independentes, seja o outro importante jornal da cidade, seja qualquer outro cidadão atento e questionador, uma vez que não têm sido merecedores de respostas.

Bastaria começar a sua carta com o "Gostaria". 

Quanto ao foguetório, tão a gosto das autoridades, serem presente de empresários, ficou pior, uma vez que poderá trazer problemas se os brindes vierem de empresas fornecedoras ou com algum contrato com a prefeitura.

Pegou mal.

Viver é Perigoso

TEMER RECUA

No apagar das luzes do seu mandato, o presidente Michel Temer recuou e decidiu conceder indulto natalino. Temer vai conceder o benefício a presidiários mesmo sem o Supremo Tribunal Federal (STF) ter decidido sobre o decreto do ano passado, contestado pela Procuradoria-Geral da República (PGR). (Estadão)

Viver é Perigoso

EXPORTANDO ESTILO



Deu no "O Globo"

"Após a participação no " Roda Viva ", da TV Cultura, o pré-candidato Jair Bolsonaro (PSL) vai participar, nesta quinta-feira, do seu próprio programa de entrevistas. Em vez de jornalistas, ele será sabatinado por influenciadores digitais escolhidos por sua equipe e que apoiam sua campanha."

Por que uma autoridade, após ser eleita se fecha para o povo e seleciona entrevistadores, mídia e perguntas ? 

Despreparo. Falta de ter o que dizer. Evitar ouvir perguntas para as quais não terá respostas. Insegurança. Vingança por publicação e divulgação de notícias e fatos que o desagradaram. Às vezes, por razões comerciais.

Errado !  

Vem acontecendo na terrinha há longos 6 anos. 

Mais ou menos assim: Me pergunta isso.

Se nem perguntas por escrito ( públicas e protegidas legalmente) pelo quatro (4 cavaleiros de apocalipse ) vereadores independentes, são respondidas, imaginem por outros.

Viver é Perigoso