sábado, 15 de dezembro de 2018

MAIS ENROLADO DO QUE FUMO DE CORDA

Lula vira réu por ‘lavar’ R$ 1 milhão na África

Viver é Perigoso

SUJOU


As ações da Johnson&Johnson, o gigante dos produtos de higiene e de farmácia, despencaram 10% na sexta-feira em Wall Street. 

A enorme queda das ações veio após a Reuters publicar que a empresa sabia há quarenta anos que seus talcos em pó estavam contaminados por amianto, algo que a J&J desmentiu diversas vezes. 

A informação da agência, baseada em memorandos e relatórios confidenciais da empresa, afirma que a J&J sabia da presença de pequenas quantidades de asbesto em seus produtos desde 1971. 

A multinacional se submeteu a vários julgamentos coletivos por parte de mulheres que dizem ter sido vítimas da fibra cancerígena e acumula 10.000 processos ainda pendentes relacionados especialmente ao seu produto Johnson’s Baby Powder. 

Em meio às batalhas legais e com o relatório da Reuters, a empresa protagonizou a maior queda porcentual na bolsa nos últimos 16 anos. (deu no El País)

Viver é Perigoso


CAMPEONATO ITALIANO ?


Timão fará sucesso na Itália.

Viver é Perigoso

PARA PENSAR


Ouvido hoje na Boa Vista, é claro.

Nunca ninguém é do mal numa especialidade só. Quem é do mal é polivalente e atua em quase todos os segmentos. Basta ter oportunidade para se revelar.

Viver é Perigoso 

QUASE ÀS VIAS DE FATO


Quase aos gritos, eles discutem:

– Vocês, escultores, trabalham com os músculos, com a força do braço, com o suor imundo.

– Você, que diz que a pintura é mais nobre que a escultura, não sabe nada, não entende nada.

Os dois homens estão em uma das ruas de Florença, falando alto, gestos exaltados, insultos. O primeiro retruca:

– Com a poeira do mármore no corpo você mais parece um padeiro. Sua casa é uma imundície de lascas de pedra, de poeira…

Volta o segundo:

– Se você entende de todas as coisas como entende disso, posso garantir que minha arrumadeira sabe bem mais que você.

Novos gritos, novos gestos, entra a turma do deixa disso e os dois se afastam, gritando ainda.

O primeiro vai para casa e concentra-se no cavalete em que está pintando sua Monalisa: é Leonardo da Vinci. O segundo chega à Piazza della Signoria e vê o Davi que acabara de esculpir: é Michelangelo Buonarroti. Respeitam tanto o trabalho um do outro que se odeiam. (Anélio Barreto)

Viver é Perigoso

DIA 15 DE DEZEMBRO

O Sponholz também é arquiteto. E de renome.

Viver é Perigoso