segunda-feira, 12 de novembro de 2018

EQUIPE NOVAMENTE COMPLETA


O ministro do Supremo Tribunal de Justiça, Nefi Cordeiro, concedeu liminar de habeas corpus, mandando soltar todos os investigados na Operação Capitu. 

Entre outros que estavam presos, foram beneficiados com a soltura, o Vice-Governador, o peemedebista Toninho Andrade e advogado Mateus de Moura Lima Gomes, um dos dois sócios da empresa Moura & Siqueira Advogados Associados, que assessora, desde 2013, a Prefeitura Municipal de Itajubá.

Segundo o site da empresa, o outro sócio é o Sr. Wederson Siqueira.

Desta forma, a equipe da empresa que assessora a Administração de Itajubá está completa.

Viver é Perigoso

BRASIL PARA PRINCIPIANTES


As receitas de medicamentos serão válidas em todo o território nacional, independentemente da Unidade da Federação em que forem emitidas. É o que determina a Lei nº 13.732, sancionada na sexta-feira (9/11) pelo presidente Michel Temer.

O texto sancionado altera a Lei nº 5.991, de 17 de dezembro de 1973, que trata do Controle Sanitário do Comércio de Drogas, Medicamentos, Insumos Farmacêuticos e Correlatos.

A medida entrará em vigor 90 dias após a sanção e será válida, inclusive, para os medicamentos que estiverem sujeitos ao controle sanitário especial.

Sinceramente ? Nunca entendi a restrição existente. Já passei pela esdrúxula proibição de aviar receitas de remédios controlados emitidas por médicos de São Paulo.

Continuo não entendo a necessidade de 90 dias para a validade da Lei.

Viver é Perigoso 

NO VERMELHO


Declarou Christian Louboutin:

" Sobre o vermelho a história é curiosa. Eu estava desenhando e montando o meu primeiro protótipo quando olhei para o sapato e senti que o desenho tinha algo mais poderoso. Não conseguia decifrar porque. Olhava para o sapato, depois para o desenho e sentia falta de algo. Peguei um esmalte - alguém tinha acabado de de pintar a unha - pintei a sola do protótipo de vermelho. Aquele preto, triste, sumiu. Vermelho é uma cor poderosa, real e não invade outras cores. Estudei os diferentes significados da cor vermelha e, por mais engraçado que o vermelho seja, é uma cor poderosa em várias culturas, significa amor e paixão. Não vi em cultura alguma algo de ruim sobre essa cor."

Louboutin: 140 lojas em 39 países. Uma equipe jurídica luta ativamente contra cópias e falsificações para manter a marca registrada. E não se trata da cor vermelha, mas de um tipo de vermelho bem específico.

Viver é Perigoso 

NÃO ESCAPA UM

"Mesmo com Lava Jato, corrupção ainda drena recursos de pequenas cidades" 

El País

Para receber um acréscimo salarial que pode chegar a 50% de seu rendimento, um grupo de 18 professores da rede municipal apresentou diplomas de conclusão de pós-graduação falsos na cidade de Niquelândia, no interior de Goiás. 

Já em Santa Isabel, na região metropolitana de São Paulo, 25 servidores e ex-funcionários municipais foram presos recentemente sob a suspeita de integrarem uma quadrilha que desviava recursos da saúde pública. 

À primeira vista, não há relação entre os casos. Mas, quando se analisa o momento histórico pelo qual passa o país, nota-se que, nem mesmo a grandiosidade da operação Lava Jato - que já dura quase cinco anos e na última sexta-feira prendeu o vice-governador de Minas Gerais, Antonio Andrade, evitou que a corrupção continuasse a acontecer, especialmente a de pequena escala. 

Ao contrário, passou a ser melhor engendrada e acabou contaminando até mesmo os profissionais que, ao menos teoricamente, não teriam nenhum interesse em se envolver com qualquer tipo de crime ou que deveriam ensinar crianças e adolescentes a serem cidadãos honestos.

Dados insistentemente repetidos por antigos ministros da Controladoria Geral da União mostram que, boa parte dos recursos destinados aos municípios na área de educação são desviados. 

O último a trazer essa informação foi o atual ministro da Justiça e ex-ministro da Transparência, Torquato Jardim. Em evento no mês de março, ele disse dois terços dos valores destinados às merendas escolares eram desviados. Citou ainda que a Lava Jato representava apenas 10% da corrupção do Brasil e que a operação era pequena diante das fraudes que ocorrem nos municípios brasileiros. Em sua análise, o país tem uma corrupção estrutural. “Enquanto o Estado for do tamanho que é, teremos corrupção”.

E por qual razão esses esquemas ilícitos não são interrompidos, apesar das ações midiáticas em que políticos, empreiteiros e grandes doleiros são presos frequentemente? “As pessoas não conseguem compreender a real finalidade das instituições e tentam usá-las em benefício próprio”, opinou o promotor Souza.

A análise é corroborada pelo doutor em filosofia e professor de ética do Instituto Federal de Brasília, Luiz Diogo de Vasconcelos Júnior. “Nos voltamos para um discurso moralista, em que os cidadãos só apontam as faltas dos outros, dos políticos, das autoridades, mas não veem as suas próprias”, afirmou. Para ele, apesar de o Brasil concentrar uma das maiores massas carcerárias do mundo, todos os que cometem crimes ainda creem que podem ficar impunes.

Viver é Perigoso

TEMPOS COMPLICADOS

Nada de traumas e sequelas. Andam discutindo muito sobre as particularidades no ensino. Questões sobre o que pode e o que deve ser transmitidos nas escolas para as nossas crianças.

Sobre religião, olhando hoje pelo retrovisor, constatamos como as coisas foram brabas.

Por volta de 1958, buscando talvez uma melhor qualidade de ensino, o meu Pai José Riera, então viúvo, presbiteriano como todos os filhos, resolveu me matricular no 4º ano Primário do Colégio de Itajubá. Organização firmemente católica.

Colégio dirigido pelo distante Padre Agostinho, pelo amável Padre Mário e pelo severo Padre João. Como diziam na Boa Vista, é claro, passei cochado.

Quase todos os dias tinha aula de religião. A professora pediu que eu me retirasse da sala de aula. Ficava vagando sozinho pelo pátio enquanto durasse a aula. Uma vez por mês, todos eram levados para confessar e comungar, em fila indiana, até a Igreja Matriz. Eu ficava sentadinho no pátio esperando a turma voltar.

Sim, existia uma forte discriminação. Resolveram criar um grupo, que seria preliminar ao grupo de escoteiros, chamado de Lobinhos. Junto com todos os meus colegas de classe, me inscrevi. Na primeira reunião, fui chamado de lado pelo Padre João, que me informou não poder participar do grupo devido a minha religião.

Em muitos outros eventos fui, não disfarçadamente excluído. Sorte minha, que grandes colegas e amigos ficaram do meu lado, como o Sócrates Sarlas e Chiquinho Valente, que aliás, sempre me perguntavam o que teriam que fazer para serem crentes.

Claro que na ocasião me vinguei dos padres. Só fui pego uma vez quando atirei uma manga verde nos vidros onde funcionava a gráfica do jornal O Sul de Minas, que dava os fundos para o pátio do colégio. Penalidade: Pagar o vidro e fazer no quadro-negro, cem contas de dividir (daquelas que dá resto e vírgulas) sob fiscalização do Padre João.

Algumas vezes cheguei a pedir para o meu pai para deixar de ser presbiteriano, mesmo que temporariamente durante o tempo de primário e ginásio.

Uma ilha de tranquilidade e compreensão, sempre foi a Dona Lourdinha Coelho, depois Picard. Sempre carinhosa e amiga por toda a vida. 

É a vida...

Viver é Perigoso