segunda-feira, 22 de outubro de 2018

DE LAMBUJA !


Para aqueles que estão chegando agora, segundo o "pai dos burros", lambuja é aquilo que se ganha além do combinado; vantagem extra, geralmente gratuita e inesperada; brinde.

Pois bem: Ouvido hoje no almoço, sempre especial, na Massas Meazinni, na Boa Vista, é claro:

- Compadre, aposto uma caixa de Casillero del Diabro - Pinot Noir que o Bolsonaro vence as eleições.

- O Mêu ! só você que está sabendo disso. Até o Haddad já sabe. Mas vamos lá: Quantos votos você dá de lambuja ?

- Aperta a mão aqui e o Zé Carlos, sentado ali naquela mesa, serve de testemunha: Dou 15 milhões de votos de vantagem e não se fala mais nisso. Fica fechado.

- Cara, você quer moleza ? com 20 milhões de votos de lambuja está fechado !

- Tudo bem. Limpa-Queixo ou vamos tomar juntos, uma garrafa por almoço ?

- Fechado. A metade tomamos juntos e a outra metade o vencedor leva para casa.

E a vida...

Viver é Perigoso

THE VIETNÃ WAR



Numa das conversas com o meu amigo Marcos Carvalho, hoje no Paraíso, a pauta foi a Guerra do Vietnã, que tristemente aconteceu quando vivíamos a juventude. Por recomendação dele assisti naqueles dias, o brilhante documentário The Vietnã War, de Ken Burns e Lynn Novick. Valeu muito assistir as quase 20 horas disponível da Netflix.

Foram ouvidas 79 pessoas dos mais diferentes setores da sociedade, entre militares americanos que estiveram na guerra, pacifistas, historiadores, estudantes, militares americanos que se tornaram pacifistas, pais e filhos de combatentes, além de testemunhas inéditas num documentário ocidental: veteranos vietnamitas que lutaram dos dois lados do conflito. 

Além dessas entrevistas, há o brilho de uma trilha sonora com a melhor safra da história da música pop, justamente a que foi composta no calor daqueles momentos de convulsão. Bob Dylan, Beatles, The Hollies, Rolling Stones, The Youngbloods, Creedence, Buffalo Springfield, The Byrds, Jimmy Hendrix, entre outros, provam que a arte é importante em tempos de paz fundamental em tempos de crise. 

Aconteceu algo de muito bom. Fui levado, com satisfação, a mudar meus pensamentos sobre aquele período. 

Viver é Perigoso

LOGOMARCA

Um honra ter o nome em uma charge do grande Sponholz, principalmente nesse momento tão importante para o País. Vou mostrar para os meus netos.

Viver é Perigoso

SEM BOQUINHAS !

Viver é Perigoso