sexta-feira, 20 de julho de 2018

É DISCO QUE EU GOSTO



Viver é Perigoso

ESTRAGANDO O SEU FINAL DE SEMANA


Não esquecendo que esses partidos todos que andam se manifestando e se ajeitando para as próximas eleições (inclusive o pmdb), estiveram juntos nos governos Lula e Dilma. Com o resumo a seguir, entende-se as "doações" (propinas) das empresas citadas aos partidos e seus dirigentes.
Na certa, parte dos recursos foram desviados para as contas pessoais de ditadores de plantão nos sofridos países tomadores dos empréstimos.
Dinheiro desviado do povo brasileiro. Da saúde, segurança, educação.
E os mesmos pulhas estão se apresentando novamente como candidatos.

O Tribunal de Contas da União - TCU examinou 140 contratos de financiamento negociados com o BNDES para exportação de serviços, na quase totalidade obras de infraestrutura no exterior, sobretudo em países latino-americanos e africanos.

Os 140 contratos analisados pelo TCU representavam financiamentos de cerca de R$ 50 bilhões, dos quais, R$ 44 bilhões foram concedidos a cinco países: 
Angola - 14 bi
Venezuela - 11 bi
Republica Dominicana - 8 bi
Argentina - 8 bi
Cuba - 3 bi

Cinco empreiteiras envolvidas na Lava Jato receberam a quase totalidade (97%) dos empréstimos:
Odebrecht - 36 bi
Andrade Gutierrez - 8 bi
Queiroz Galvão - 2 bi
Camargo Corrêa - 2 bi
OAS - 1 bi

O risco de inadimplência ficava por conta do governo brasileiro.

O TCU considerou ilegal o desconto de US$ 68,4 milhões dado a Cuba para construção do Porto de Mariel.

Lula e Dilma renegociaram US$ 1,036 bilhões de dívida, na quase totalidade, de países africanos. Desse volume, US$ 717 milhões foram perdoados.
No governo Lula foram perdoados US$ 436,7 milhões de dívidas de quatro países (Moçambique, Nigéria, Cabo Verde e Suriname). No governo Dilma, US$ 280, 3 milhões.

(dados do Embaixador Rubens Barbosa)

Viver é Perigoso

MUITO BOM DE OUVIR


Estou sempre sintonizado na www.estereosul.com - Rádio Web com programação musical de primeiríssima linha. Lendo ou navegando, uma excelente companhia.

Viver é Perigoso

NAS BARRAS DA LEI

Os municípios mineiros começam a ver resultados por terem ingressado com ações judiciais contra o Estado de Minas Gerais, para cobrar o recebimento dos repasses atrasados do ICMS. 

O município de Itajubá conseguiu que a liminar fosse deferida, quando o juiz local expediu ofício ao Estado de Minas Gerais para bloquear os valores solicitados no caixa estadual.

A decisão foi para o sequestro dos valores no caixa do governo. A Justiça determinou a transferência de R$ 754,1 mil sequestrados.

As ações são para a quitação de transferências constitucionais, uma vez que o ICMS é recolhido pelo Estado e 25% do total arrecadado deve ser automaticamente repartido aos municípios. No último ano, o Estado de Minas Gerais não está repassando o montante conforme determina a Constituição. 

Mais de 160 municípios impetraram ação na justiça e aguardam decisões. Já foram concedidas liminares positivas também aos municípios de Juiz de Fora, São Pedro da União, Ritápolis, Jacuí, Jeceaba, Cruzília, Lajinha, Chalé, Pitangui, Nepomuceno, Indianópolis e Araguari. 

As decisões liminares garantem que o Estado de Minas Gerais repasse os valores arrecadados do ICMS de direito dos municípios até o segundo dia útil de cada semana.

Blog: Como dizia o filósofo, quem não luta pelos seus direitos não é digno deles.

Viver é Perigoso

ELEIÇÕES 2018 - ALIANÇAS

Viver é Perigoso

BANANAS, BANANAS, BANANAS...


Estamos fracos e com a sensação de derrotados. Um dos maiores desatinos já cometidos contra a população foi o fechamento total do trecho da serra na rodovia Itajubá-Piquete., por um período estimado de 4 meses.

Prá quê ? reconstrução de uma ponte caída ? construção de trechos com terceira pista ? obras fundamentais ?

Nada !  assentamento de paralelepípedos e outras coisinhas mais.

Decidido assim: vai ser interrompido e f..... o resto.

Alternativas impostas longas, caras, demoradas.
Precisa ir para o Estado do Rio ? Vá por São Lourenço, Passa Quatro, Cruzeiro, até chegar na Dutra. Precisa ir até Lorena, Aparecida do Norte ? Vá por Taubaté.

Uma afronta !

Por que não programaram obras de forma parcial ? Por que não foi feita previsão de horários permitidos ?
Porque incomodaria a empreiteira e responsáveis e mais: Os bananas que se danem.
Se é que ainda temos o direito, dia chegará em que não poderemos nem mais abrir o bico.

E as autoridades do trecho ? O único trajeto que usam é o para Belo Horizonte e vai bem, obrigado. 

Estamos lascados.

Viver é Perigoso   

O DESEMPREGO PROVOCA A FELICIDADE


Na sua edição desta semana o jornal Itajubá Notícias publicou o levantamento das vagas de emprego em Itajubá desde janeiro de 2013 até maio de 2018, período da gestão Rodrigo Riera.

Foram utilizados como base de dados o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged).

Ficou demonstrado que o saldo obtido entre admissões e demissões, nos 5 anos ficou negativo: 

- 2.768 empregos

Confirmou-se o fracasso da administração na geração e manutenção de empregos. 

O jornal IN, desde o início da atual Administração, em 2013, vem sendo privilegiado por receber em primeira mão, informações sobre implantações (?) de empresas na cidade. Praticamente não foram publicadas três ou quatro edições, sem que o Prefeito ou algum secretário se apresentasse para contar as novidades. Milhares de empregos foram sugeridos como praticamente certos. E nada.

Nesta mesma edição do IN foi publicada uma matéria da Revista Bula, sugerindo a nossa cidade seria um dos 20 municípios mais felizes do Brasil, registrando que embora a felicidade seja um conceito subjetivo, alguns marcadores podem ajudar a medi-la, como qualidade de vida, segurança e estabilidade financeira.

De novo, Sérgio Porto, o impagável cronista Stanislaw Ponte Preta, poderia sugerir que emprego não tem muito a ver com qualidade de vida, segurança e estabilidade financeira.

Sei não, mas estaria confuso por estar difícil ou estaria difícil por estar confuso ? 

Viver é Perigoso