domingo, 10 de junho de 2018

ENCONTRO MARCADO


Hoje fui encontrar um amigo em São Paulo. Não mencionei e talvez ele nem ficou sabendo um dos principais motivos da conversa, muito boa por sinal.

Nos conhecemos em 1968 quando da preparação para o vestibular de engenharia. Ele cursando o 3º Científico no Colégio João XXIII e eu no Colégio Major João Pereira. Como dizem na Boa Vista, é claro, inteirando 50 anos de amizade.

Não foram 50 anos com cada um no seu cantinho. Caminhamos lado a lado na política e em posições contrárias, sempre com participações fortes e definidas. 
Jamais, mesmo por ocasião das contendas, faltou o respeito e a camaradagem. Nessas ocasiões, quando nos encontrávamos as conversas iam e vinham sobre todos os assuntos, exceto sobre política. Era como se essa ciência não existisse. 
Nunca aconteceu um comentário negativo sobre os seus, os deles e os nossos amigos.
Quem conhece bem as cidades do interior sabe que isso é quase impossível.

Choramos muitos nas perdas e rimos muito nas alegrias. Enfim, estamos seguindo avante com dignidade.

Namoramos e casamos com moças bonitas, nossos filhos nos dão alegrias e temos o mesmo número de netos. Cinco meninos e uma menina.

Saindo vitorioso de uma duríssima luta pela vida os seus olhos continuam a brilhar ao falar de sonhos e novos projetos. Ainda temos muito pela frente.

Um abraço Caro Paulo. Para os amigos chegados, simplesmente Mugango.

Viver é Perigoso   

O REI DE PARIS


Nadal. Definitivamente o rei do saibro. Completou 11 títulos em Paris. Já lá vão 17 Grand Slams, 79 títulos no total.

Viver é Perigoso

SERÁ QUE DANÇAMOS ?

Estamos cansados de levar chumbo na terrinha. Passa por aqui um político, um figurão da administração federal ligado a algum partido político (aliás todos são), um empresário estudando o mercado e buscando financiamento, anunciam alguma coisa e o pessoal local solta foguetes e são merecedores de destaque no Jornal.

Pronto. Esquecem de marcar as promessas em cima e dão como certo o ovo antes da galinha botar.

Preocupante a notícia publicada hoje no "O Estado de Minas", levando em conta o recente e enésimo anuncio da construção do viaduto do Jardins das Colinas na BR-459.  

"Após 10 dias de paralisação dos caminhoneiros, o presidente Temer anunciou em 27 de maio a redução de R$ 0,46 no preço do litro do diesel por 60 dias e a isenção de pagamento de pedágio para eixos suspensos de caminhões vazios. De acordo com o próprio governo, a medida custaria R$ 9,6 bilhões aos cofres públicos – montante que deixaria de ser arrecadado. 
Três dias depois, o Diário Oficial da União (DOU) trazia decreto que cancelava recursos em 39 obras viárias.

Alguma boa alma poderia consultar o DO para checar se dançamos nessa ? Aliás, não temos feito outra coisa nesses últimos tempos. 

Viver é Perigoso 

SÓ FALTAVA...


O vice-prefeito de Arcos, Halph Carvalho (PV), disse que os moradores da cidade que não estavam satisfeitos com a administração municipal poderiam se mudar de lá. Afirmou:
“os que acham que nada está sendo feito e que Arcos está regredindo, se não estão satisfeitos, podem mudar de cidade”.

Procurado, o prefeito Denilson Teixeira (MDB) confirmou que o vice fez a declaração. Mas pontuou que a fala de Half Carvalho foi direcionada para um público específico que critica Arcos nas redes sociais. 

“Ele disse isso para as pessoas que estavam falando mal da cidade, não para a população em geral. Temos uma série de investimentos nas áreas de segurança pública, saúde, educação, e algumas pessoas ainda continuam falando mal de Arcos”, afirmou o prefeito de Arcos. 

Em nota, a prefeitura municipal explicou que o município tem se mostrado progressista e que em menos de 20 anos inaugurou duas estações de tratamento de esgoto. 

Viver é Perigoso