sexta-feira, 23 de março de 2018

DISSERAM :


“As eleições não colocam frente a frente partidos políticos, e sim quadrilhas”.

José Padilha

Viver é Perigoso

MUITO PRAZER !


Está marcada para o próximo dia 4 de abril, às 18:30 horas, na Unifei, uma conferência para apresentar a Associação Itajubense de Inovação  e Empreendedorismo - INOVAI.

A associação, que conta com a participação da Prefeitura, Unifei, Cdl, Aciei, Simmmei e outras. A associação criada, logicamente, exigirá a participação financeira dos parceiros, uma vez que já foi designado diretor e salários têm que ser pagos. As incubadoras têm que ser gerenciadas e significa custos, ou melhor, investimentos.

Foi informado em recente reunião numa Comissão da Câmara Municipal, que nenhum recurso da Prefeitura tinha sido ainda liberado para a Inovai. Sobre recursos originados dos outros parceiros, nada foi adiantado.

Sobre o assunto, atente-se para o Orçamento Municipal para 2018:

Ciência e Tecnologia - As despesas do Município de Itajubá para o Exercício Financeiro de 2018, de acordo com os seguintes desdobramentos:
Ciência e Tecnologia - R$ 1.068.000,00.

Sei não, mas aparentemente, os recursos acima mal dariam para a sobrevivência da própria Secretaria Municipal da Ciência,Tecnologia, Indústria e Comércio. 

Boa ocasião para esclarecimentos:

Viver é Perigoso

ATÉ ABRIL PESSOAL !


Viver é Perigoso

A VIDA SEGUE...

Viver é Perigoso

É NÓIS MANO ! A PF ESTÁ CHEGANDO !


Cerca de 25 policiais federais cumprem seis mandados de busca e apreensão nos municípios de Rio de Janeiro (capital), São Paulo (capital), São José dos Campos/SP, Itajubá/MG e Brazópolis/MG, contando com o apoio de servidores da Corregedoria-Geral do Ministério da Fazenda.

Polícia Federal, em conjunto com a Corregedoria-Geral do Ministério da Fazenda, deflagrou, na manhã desta (23), a operação Vícios II, que investiga irregularidades em licitação promovida pela Casa da Moeda do Brasil.

A ação desta sexta é um desdobramento da Operação Vícios, deflagrada pela PF em julho de 2015, quando foram cumpridos 23 mandados de busca e apreensão no Rio de Janeiro, São Paulo e Brasília, inclusive em dependências da Receita Federal e da própria Casa da Moeda.

Há suspeita de que uma empresa privada tenha sido beneficiada na aquisição de equipamentos utilizados na fabricação de cédulas de dinheiro. Os equipamentos foram adquiridos pela Casa da Moeda por mais de R$ 300 milhões.

Como dizem, é melhor jair se acostumando.

Viver é Perigoso