quarta-feira, 7 de março de 2018

JUÍZO MOÇADA


Nem sempre, nem sempre a melhor defesa é o ataque. Atenção para os Artigos 139 e 149 do Código Penal, difamação e injúria. 
Compartilharam ? 
Agora aguentem as pontas e segurem-se nas brochas porque irão retirar as escadas.

Viver é Perigoso

ALEGRIA, O CLUBE É DOS SÓCIOS


Viver é Perigoso

VISÃO DE FUTURO

Viver é Perigoso

SÓ NÃO VAI QUEM JÁ MORREU


Quem não visita algumas vezes por dia o Dr. Anselmo no "Aleivosias com limão, não sabe o que está perdendo. O espaço mais inteligente da terrinha. Voltou com tudo e mais um pouco. Ah ! ele é visto por um dos caras mais cultos do pedaço, PHD em assuntos aleatórios, Marcos de Santa Rita Carvalho.

O CIRCO

O circo era ruim
Faltavam os animais, o público, as belas mulheres.
A lona era nova.
O palhaço bem intencionado: entediante.
Ao sair, o dia se tornara mágico
Mesmo um circo ruim, era um circo
E isto só já bastava

www.aleivosiascomlimao.blogspot.com.br

Viver é Perigoso

BOA CONVERSA


Respeito, considero-a uma pessoa séria e de princípios definidos, mas nunca votei na Dona Marina e nem é o caso de tratar do assunto neste momento.

Falo do Professor João Batista Mares Guia, Pré candidato ao Governo de Minas. O Professor tinha (não sei se ainda tem), familiares na terrinha e por aqui sempre esteve. Pessoa do bem.

Tive algumas oportunidades de conversar com ele. Em uma delas, no apartamento da sua família, por horas. Conversa sobre educação. Aliás, não foi uma conversa, foi uma aula recebida. O pouco que sei sobre educação aprendi com as minhas 7 irmãs, minha esposa e minha filha, minhas sobrinhas, professoras, com a amiga Márcia Chiaradia e com o Professor João Batista.

O horário é bom e sinceramente, vale a pena ouvir uma conversa cheia de esperanças e sair desse marasmo de promessas vãs. 

Nos encontraremos lá.

Viver é Perigoso

DEU CÁCA ?


Deu no Jornal O Tempo, de Belo Horizonte.

Tem consumidor pagando mais do que deveria na conta de água, mas a Copasa garante que devolverá cada centavo e, se preciso, vai pagar em dobro, conforme manda o Código de Defesa do Consumidor (CDC), em casos de cobrança indevida. O problema tem acontecido em uma a cada dez ligações de esgoto.

O assunto veio à tona após a divulgação de um inquérito civil do Ministério Público do Estado de Minas Gerais,  que apontou que a empresa teria R$ 243 milhões para devolver a quem pagou pelo tratamento de esgoto, mas deveria ter pago apenas pela coleta. O diretor de operação metropolitana da Copasa, Rômulo Perilli, afirma que os valores já estão sendo apurados, assim como o ressarcimento, por meio de crédito na conta.

“Não tenho o valor fechado, mas posso garantir que não é nem de longe esse valor dado pelo MPMG. As cobranças indevidas acontecem devido a falhas no cadastro operacional. As devoluções fazem parte de uma rotina da Copasa, que está constantemente fiscalizando e, quando verifica que a região só tem coleta, mas não tem tratamento, interrompe imediatamente a cobrança e devolve. 



Investigação preliminar. Os cálculos apresentados pelo MPMG levam em conta a cobrança irregular pelo tratamento de mais de 140 milhões de metros cúbicos de esgoto, entre janeiro de 2014 e dezembro de 2015. O laudo apontou aproximadamente R$ 243 milhões. Foi isso que foi apurado nos estudos feitos no inquérito civil, que é uma investigação preliminar”, informa a promotora Luciana Ribeiro da Fonseca, da área de habitação e urbanismo.

Ela explica que a investigação começou a partir da representação do Movimento Comunitário, Cultural e Esportivo da média baixa Serra do Curral . “No curso do inquérito civil foram feitos estudos técnicos, baseados em dados fornecidos pela Agência Reguladora de Água e Esgoto de Minas Gerais (Arsae), e eles concluíram que teria havido uma cobrança maior pelo esgoto tratado em Belo Horizonte. Em virtude disso foi expedida uma recomendação à Arsae para que ela providenciasse a recuperação dessas perdas que teriam sido sofridas pelos usuários dos serviços de esgotamento sanitários, tratamento de esgoto e tratamento de água na capital.

 O diretor da Copasa ressalta que, junto com a agência reguladora, estão apurando as cobranças indevidas e os respectivos motivos para os erros. “Cada caso é um caso. Tem casas construídas em cima de rede, interceptores vazando e vários outros problemas. Por isso, mantemos constantemente uma equipe de caça-esgoto. É algo corriqueiro. Já aconteceu outras vezes de verificarmos cobrança indevida por falha no cadastro. Em Betim, por exemplo, devolvemos mais de R$ 25 milhões aos consumidores, referentes a cobranças indevidas”.
Caso recente. A Copasa detectou que a população do Taquaril, perto de Sabará, estava pagando indevidamente pelo tratamento do esgoto, e afirma estar providenciando a devolução.

Cidades. A Copasa atende 214 municípios com serviço de esgoto e cobra pelo tratamento em 133 deles.

Viver é Perigoso

É A VIDA...



Ouvido hoje cedo na Boa Vista, é claro, de um experiente advogado:

- Camarada, se os advogados do Lula estiverem trabalhando para receber honorários por sucesso alcançado, dentro em breve estaremos com muitos criminalistas trabalhando no Uber.

Viver é Perigoso