quarta-feira, 21 de fevereiro de 2018

MOMENTOS MÁGICOS



Viver é Perigoso

CANTINHO DA SALA

Willem de Kooning - Abstraction 1949/1950
A obra de Kooning encontra-se exposta no Museu Thyssen, em Madrid. Kooning, artista expressionista abstrato, nasceu em 1904 na Holanda, em Roterdã. Mudou-se para os EUA em 1926 e se tornou cidadão americano em 1962. Tomou o barco em Nova York em 1997.

Viver é Perigoso

TOMOU O BARCO



"A morte não é o fim, mas o começo de uma nova dimensão de vida - a vida eterna. Pela sua ressurreição de entre os mortos, Jesus demonstrou que existe vida após a morte."

Nem os olhos viram,
nem ouvidos ouviram
nem jamais penetrou em coração humano
o que Deus tem preparado para aqueles que o amam.

1 Coríntios 2.9

William Franklin Graham Jr, simplesmente, Billy Graham, considerado pelo Instituto Gallup, um dos 10 homens mais admirados do século XX, tomou o barco hoje, aos 99 anos, nos EUA.
Nasceu no dia 7 de novembro de 1918 numa fazenda perto de Charlotte, na Carolina do Norte. Aos 25 anos, graduou-se em Antropologia no Wheaton College, nos arredores de Chicago. Foi lá, enquanto estudante, que decidiu aceitar a Bíblia como "a infalível palavra de Deus", transformando-se num fenômeno de mídia e popularidade, chegando a ser conselheiro espiritual de muitos presidentes americanos.

Reuniu em suas Cruzadas Evangélicas um público de mais de 200 milhões de pessoas em 185 países e sua audiência em rádio e televisão superou os 2,2 bilhões de pessoas.

Costuma-se dizer que só três pessoas conseguiram fazer calar o estádio do Maracanã: o jogador uruguaio Chiggia, autor do gol na final em que o Uruguai derrotou o Brasil na Copa do Mundo de 1950, o cantor Frank Sinatra e o papa João Paulo II. 

Mas Billy Graham conseguiu fazer 219.427 pessoas orarem em silencio dentro do maior estádio de futebol do mundo. Foi no dia 6 de outubro de 1974, numa de suas pregações na cruzada que durou quatro dias e conseguiu reunir um total de 615 mil pessoas. 

Não foi a primeira visita que Graham fez ao Brasil – ele já estivera aqui em 1960, no Rio de Janeiro, e em 1963, em São Paulo. Também pregou no estádio do Morumbi, na capital paulista, em fevereiro de 1979.

É a vida...

Viver é Perigoso

OBJETO NÃO IDENTIFICADO


Tal qual os documentos que comprovariam a ocorrência da famosa conferência dada pelo Sr. Lula da Silva, em algum momento do passado em Itajubá, na Helibrás, aparentemente não testemunhada por nenhuma viva alma, procura-se também identificar algum relatório sobre a viagem exploratória feita pelo Grupo de Notáveis da terrinha em solos californianos. Neste caso, o evento ocorreu, conforme comprovado por posts e fotografias. Lamenta-se a ausência de relatório e as perspectivas de resultados positivos.

Clarin da Boa Vista 

Viver é Perigoso

ÊPA !


“Eu sou totalmente a favor da política de direitos humanos. É altamente louvável, só que os contemplados tem que ser os humanos direitos. Não pode contemplar os humanos que não são direitos. Isso aí é uma deturpação ideológica de fazer com que o bandido apareça como pobrezinho que foi vitimado pela sociedade. Isso está causando uma ruptura social em que o bandido vira o bacana.”

General Augusto Heleno

Viver é Perigoso

DANÇARAM ?

Ainda não, mas podem.

A cúpula do PT decidiu liberar os governadores do partido para fazer as coligações que julgarem interessante, ou seja, liberou geral.

Em Minas, grande parte do PMDB é aliada do governador petista Fernando Pimentel. Uma pequena parte, ainda arredia, reluta, esperneia um pouco, principalmente em face de acordos regionais existentes.

Mas ordem é ordem e obedece que tem juízo. O candidato a Deputado Federal pela harmoniosa coligação PT/PMDB, deverá ser o nosso conterrâneo Ulysses Gomes e com auspiciosa perspectiva de fazer dobradinha com o Dr. Ricardo Mello, que sairia para Deputado Estadual.

O PMDB local, por razões óbvias, não subirá nos palanques com os candidatos do PT e coligados, mas também não poderá fazer campanha para os seus tradicionais candidatos Dalmo e Bilaquinho, sob pena de ser acusado de infidelidade partidária.

Se bem que políticos exercendo cargos, face as dificuldades conhecidas, não são considerados bons cabos eleitorais. Muitas vezes é até melhor estarem do outro lado.

Dançaram, Dalmo e Bilaquinho ?

Viver é Perigoso   

O QUE ACONTECEU COM O RODRIGO ?


Notícias dão conta que o novo Vereador irá apresentar um projeto para reduzir o número de vereadores de 17 para 10.

O que teria acontecido com o Rodrigo ? Qual Rodrigo ? Claro, com o Rodrigo.

Viver é Perigoso

JUSPIZZA

Viver é Perigoso