sábado, 20 de janeiro de 2018

DESCALABRO


O presidente e os 12 vice-presidentes da Caixa Econômica Federal foram indicados e patrocinados por políticos. Quase todos os padrinhos são figuras conhecidas do pmdb e, por óbvio, da polícia.

Preocupados com a competência, seriedade e boa gestão do banco oficial, certamente não estão e nunca estiveram.

Por que a sanha para a indicação ?

Resposta simples ouvida hoje na Boa Vista, é claro:

- Para facilitar saques.

Em dezembro, procuradores responsáveis por investigar esquemas de corrupção enviaram recomendação à Presidência da República e à Caixa Econômica Federal solicitando que todos os 12 vice-presidentes do banco fossem demitidos.

Pensando bem, faz todo o sentido a construção de uma enorme grade cercando todas as fronteiras, inclusive marítimas do país. Uma enorme prisão. Os corretos, honestos, bons, seriam levados para viver em uma ilha afastada do litoral.

Viver é Perigoso

O QUE QUEREM PARA O BRASIL


Escreveu Francisco Toro/Washington Post:

Um amigo me enviou recentemente uma fotografia que conta uma poderosa história sobre a situação na qual os venezuelanos se encontram agora. É apenas uma foto borrada de lixo: detritos deixados para trás depois que uma loja foi saqueada em San Felix, no sudeste da Venezuela. Mas não consigo parar de pensar nisso, pois no meio do lixo havia pelo menos uma dúzia de notas de 20 bolívares, moeda com tão pouco valor que nem os saqueadores acharam que valia a pena recolhê-las.
Em teoria, segundo a taxa "oficial" de câmbio, que há muito perdeu a conexão com a realidade, cada uma dessas notas vale US$ 2. Na verdade, à medida que a Venezuela afunda cada vez mais na hiperinflação, as notas de bolívares passaram a valer cerca de US$ 0,0001 à taxa de câmbio atual, o que significa que é preciso ter 100 delas para igualar a um centavo. A hiperinflação desorienta.
Cinco ou seis anos atrás, os 500 bolívares no chão teriam comprado uma refeição para dois com vinho no melhor restaurante de Caracas. Hoje não compram nada.
Os preços crescem mais de 80% por mês. Os salários ficam defasados, deixando o país em meio a uma fome cada dia mais devastadora, que provoca saques.
Como os venezuelanos sobrevivem ? Uma coisa é clara: ninguém no governo está muito preocupado com isso.

Viver é Perigoso

PAI GILMAR

Viver é Perigoso

PENSANDO ALTO


Pensando na madrugada, insone:

Eu me pergunto, por que esses bandidos fazem tanto mal ao Brasil, roubam tanto, se não vão usufruir de nada disso ? 
Estamos a segundos de voltarmos pra terra, nós todos, e então pra que isso? 
Ah, para deixar para os filhos, os netos? 
Vão deixar com isso também a herança do amor, da saudade? 
Vão nada. 
Vão deixar a vergonha, e um carma que de um modo ou outro será cobrado... e o pagamento é obrigatório e certo. 
Imagino quanta coisa negativa é gerada quando trocam, tirando medicamentos e a saúde de um pai, de uma mãe, de um filho, para ficar com um jatinho, com um iate, com uma mansão à beira do lago...
Acho que a grande burrice desses canalhas é fazer pactos com o diabo, melhorando uma vida já de luxo, às custas da fome de uma criança, dos estudos e sonhos de um jovem. Esquecem-se de Deus. 
Esquecem-se do TUDO , se abandonando a prazeres rápidos, sem pensar nas consequências negras que vão chegando...

Dr. Aldo 

Viver é Perigoso

COERÊNCIA MADAME !


Dilma para o jornal Zero Hora:

"Minha filha, quem é que não sabia quem era Aécio, pô? 

Fui presidente da República, você acha que não tenho uma avaliação do Aécio? 

Não sabia que ele era tão ladrão, mas que ele era superficial, irresponsável, playboy, inconsequente, e que a mídia o protegia, eu sabia. 

A irresponsabilidade desse rapaz é assustadora para o seu país, mostra que isso é a visão do playboy, que quer, sobretudo, usufruir da vida, não quer dar nada em troca.”

Blog: A Dona Dilma, como presidente da República, também não teria uma avaliação de toda a cúpula do PT, parte já na cadeia ? Do Pmdb, parceiro no loteamento das instituições brasileiras, parte também já na cadeia ?

Coerência Madame. Coerência.

Viver é Perigoso