terça-feira, 18 de dezembro de 2018

CUMPRIR A OBRIGAÇÃO OFENDE ?


Nunca soube de alguma ofensa dirigida pelos Senhores Vereadores, Antonio Raimundo Santi e Marcelo Krauss, a quem quer que fosse. Ao contrário do que os alguns próximos da atual Administração clamam pelas ruas e salões. 
Para variar, citados como invejosos, opositores e o blá, blá, blá de sempre e que já vem se arrastando há 6 anos.

Uma das funções principais do Vereador, e qualquer criança está cansada de saber disso, é fiscalizar. Buscar informações, esclarecer os atos do Executivo. É o que tem feito os Senhores Vereadores Independentes acima citados.

Onde está a ofensa no pedido de informações feito através do Requerimento nº 333/2018, do Vereador Santi, buscando saber qual a providência tomada pela prefeitura com relação ao contrato de assessoria jurídica firmado (desde 2013 e renovado recentemente com a empresa de Belo Horizonte, Moura Siqueira Advogados Associados, que recentemente teve um dos seus dois sócios presos na Operação Capitu, da Polícia Federal, ficando marcado na mídia pelo episódio do dinheiro lançado no vaso sanitário). ?

O Jornal O sul de Minas, acrescentou em sua edição desta semana, que o escritório de advogacia em questão, também presta serviços para o pmdb local e para o próprio Senhor Prefeito.

Não seria oportuno os devidos esclarecimentos ? Trata-se de alguma ofensa questionar as ações públicas ?

Em tempo, o doutor, assessor do município, já foi liberado através de habeas corpus.

O Vereador Santi, através do Requerimento Nº 353/2018 solicita confirmação sobre o pagamento das contas de energia pela empresa Incan, concessionária do Parque Municipal, onde explora diversos serviços. É muito ? Como se trata, segundo o contrato, de obrigação da empresa será fácil informar. Ou a PMI estaria se responsabilizando ?

Os Vereadores Santi e Krauss denunciaram a possível irregularidade no despejo do lixo da cidade vizinha de Cristina, no aterro sanitário. Não é fácil e obrigatório esclarecer ?

Existem "N" outros pedidos de informações já encaminhados anteriormente.

Gente, o Brasil começa nos municípios e a mudança e a exigência por transparência tem que começar, no caso, aqui.

Quando entenderão que os esclarecimentos feitos pelos Senhores Vereadores livres evitará problemas e questionamentos futuros ? 

Dos vereadores que baixam os olhos e ficam calados nem é bom falar. Que fique cada um deles com a sua consciência. Sabem o que estão fazendo. Ou não.

Tão somente os da velha guarda local conseguem imaginar o que seria da política local, caso o pessoal, hoje no poder, estivesse na oposição.

Juízo moçada. Vamos esclarecer e tentar caminhar mais próximos. A terrinha precisa.

Viver é Perigoso 

Um comentário:

Anônimo disse...

Zelador, a verdade incomoda muito o atual prefeito. As reações da sua tropa de choque são sempre agressivas, para tentar intimidar os vereadores independentes.