quinta-feira, 15 de novembro de 2018

VARINHA MÁGICA


No apagar das luzes do seu catastrófico governo, Fernando Pimentel enviou para aprovação da Assembleia o Projeto de Lei que cria o Fundo Extraordinário de Minas Gerais.

O governador quer vincular os recursos que o Estado tem a receber do governo federal, previstos na Lei Kandir. Quer dizer, usar o "valor a receber"como garantia de empréstimos.

Como o governo mineiro deve uma fábula de dinheiro para o governo federal, o correto seria fazer uma conta de chegar. O Estado ainda ficaria devendo.

Só louco para aprovar o projeto em questão e mais louco ainda, se aprovado, alguém aceitar fazer empréstimos com a apresentação dessa garantia.

Tudo indica que o governador Pimentel, pelas dívidas em aberto, deverá ser enquadrado, ao final de mandato na Lei de Responsabilidade Fiscal. 

Castigo: inelegibilidade por oito anos, que convenhamos, não irá fazer muita diferença.

Viver é Perigoso

Nenhum comentário: