quarta-feira, 14 de novembro de 2018

MENOS MÉDICOS


"Condicionamos à continuidade do programa Mais Médicos a aplicação de teste de capacidade, salário integral aos profissionais cubanos, hoje maior parte destinados à ditadura, e a liberdade para trazerem suas famílias. Infelizmente, Cuba não aceitou."

Jair Bolsonaro

Blog: Tornou-se um grande negócio para Cuba o fornecimento de médicos para países com  dificuldades na saúde. O pagamento é feito para o Estado cubano. Pequena parcela fica com os profissionais médicos. A garantia de Cuba, que bancou o ensino, fica sendo a obrigatoriedade da permanência da família do profissional em território cubano.
Quase uma escravidão.

Viver é Perigoso

Um comentário:

Anônimo disse...

Certeza que o capitão vai contratar milhares de médicos brasileiros com o dinheiro que repassa pra cuba e não deixará nenhum dos nossos doe tes desamparados. Afinal de contas , esses cubanos desqualificados não entendem nada de medicina e estavam atrapalhando os medico brasileiros de trabalharem no sertão do nordeste, de atenderem comunidades indígenas, não é mesmo?
Parabéns aos envolvidos.
A questão cuba e cubanos não pode ser motivo para brasileiro morrer doente.