terça-feira, 16 de outubro de 2018

TIPO LIMPA - QUEIXO

Ginha, Carlos Riera, Tio Luís Riera e Sr. Henrique
Nos mais antigamente, tempo do futebol no rádio, se apostava muito na Boa Vista, é claro. Nada de dinheiro. Meia dúzia de Brahmas era o padrão. O perdedor e o ganhador tomavam as cervejinhas juntos, na mesa do Bar Caçador.

Duro era quando a modalidade de aposta empregada era tipo "limpa-queixo". Queria dizer que o perdedor não podia beber nada. Era pagar e quando muito assistir de longe. 

Essa eleição, do jeito que está caminhando, anda parecendo apostas tipo limpa-queixo. Os perdedores estão dando mostras de desespero.

Para quem passou 16 anos deixando a espuminha cair na barba sem preocupação, pensar em quatro anos limpando o beiço, não vai ser mole não. Quatro anos no mínimo na oposição, como nos velhos tempos...

- Éh...

Viver é Perigoso

2 comentários:

Anônimo disse...

Bons tempos da Padaria Boa Vista, do Bar Caçador e do pastel de milho do armazém do Sr. Albertino Paes.Outra cidade, outros bons tempos.

Edson Riera disse...

Bons tempos -

Não se trata de saudosismo. Era um lugar especial.

Zelador