segunda-feira, 8 de outubro de 2018

RETRATO NA PAREDE



DEPUTADO FEDERAL

Dr. Ricardo Mello -  Em Itajubá : 11.824 - Total no Estado: 14.806 votos
Deputado Bilac Pinto - Em Itajubá : 5.364 votos - Total no Estado : 87.683 votos
Leandra Machado - Em Itajubá : 5.043 votos - Total no Estado : 15.021 votos
Deputado Dimas Fabiano - Em Itajubá : 2.084 votos - Total no Estado : 74.227 votos
Prof. Meloni - Em Itajubá : 942 votos - Total no Estado : 1.573 votos
Deputado Odair Cunha - Em Itajubá : 925 votos - Total no Estado : 87.891

DEPUTADO ESTADUAL

Vereador Ten Melo - Em Itajubá: 9.374 votos - Total no Estado: 11.364 votos
Deputado Ulysses Gomes - Em Itajubá : 7.070 votos - Total no Estado : 63.776 votos
Dr. Roberto Bob - Em Itajubá : 5.940 votos - Total no Estado: 13.925 votos
Deputado Dalmo Ribeiro : Em Itajubá : 2.262 votos - Total no Estado : 69.342 votos 

OBSERVAÇÕES

1 - Essa eleição foi montada para a reeleição dos deputados. A legislação os auxiliou enormemente. A tão esperada renovação aconteceu timidamente (na nossa região) devido ao desgaste proporcionado pelos próprios parlamentares. Caso não seja promovida uma Reforma Política, os veteranos políticos profissionais continuarão se reelegendo.

2 - Importante a votação obtida pela Leandra Machado. Distribuída por todo o Sul de Minas. O que a credencia para ser uma líder regional do possível governo Zema. Da mesma forma, o novato em política, Dr. Roberto Bob, que abriu caminho para a próxima eleição municipal.  

3 - O Doutor Ricardo sofreu as consequências do desgaste do PT, com o qual o seu partido esteve coligado. Continua o nome mais forte para a Prefeitura nas próximas eleições municipais. Foi quem o maior número de votos na cidade.

4 - Ulysses Gomes, itajubense e sempre presente na cidade, mesmo com a onda anti-pt no País, foi bem votado na cidade e mostrou  já ser um político estadual.  

5 - Com o apoio do poder público municipal e a parceria com o Deputado Bilac Pinto, o Vereador Melo obteve expressiva votação e deve compor a chapa situacionista para as eleições municipais como vice do Christian Gonçalves.  

6 - Bilac, Dimas, Dalmo, continuarão aparecendo por aqui, vez por outra, e colaborando com as tradicionais emendas parlamentares. Já está muito bom. 

7 - Como sempre, tudo irá depender dos eleitos para os governos de Minas e do Brasil. 

Viver é Perigoso  

4 comentários:

Anônimo disse...

Erramos redondamente nas previsões de baixa renovação na Câmara e no Senado. Bem acompanhados pelos institutos de pesquisas. A onda Bolsonaro, a desilusão com os políticos tradicionais e as decisões em cima da hora contribuiriam. Outras coisas que essas eleições mostram são a confirmação da falência dos partidos, a extinção dos marqueteiros pagos a peso de ouro e foco de desvios, o desaparecimento (aleluia) das lideranças regionais ligadas a velha política e por fim o início da discussão do execrado horário eleitoral gratuito ( que de gratuito não tem nada). Sobre os erros dos institutos de pesquisa deixo para os especialistas. As previsões anteriores a eleição em geral só servem para chamar a nossa atenção nos meios de comunicação.Gerar manchetes e chamadas. observador da cena

Marco Antonio Gonçalves disse...

Zelador, faço aqui uma pequena observação. Eu credito a boa votação de Tenente Melo para deputado estadual não à sua ligação com o prefeito ou com Bilac Pinto. Obviamente, isso ajudou, mas nos últimos dias de campanha foram distribuídos santinhos de Jair Bolsonaro com o número de Melo atrelado. O Solidariedade, partido de Melo, estava na coligação de Alckmin, mas o candidato percebendo a força de Bolsonaro em Itajubá tratou de dar um jeitinho. Ele Também participou da carreata pró-Bolsonaro ao lado do prefeito. Oportunismo político, na minha visão. Lealdade partidária ou ideológica? Isso não existe mais.

Edson Riera disse...

Marco Antonio -

Sua observação faz todo o sentido. O desgaste do Prefeito e do Deputado guru não estão a permitir transferência de prestigio.

Se o capeta estive na frente das pesquisas esse pessoal tinha comparecido na carreata dele.

Abraço

Zelador

Edson Riera disse...

Observador de Cena -

Teremos que pensar muitas coisas.

Zelador