sexta-feira, 12 de outubro de 2018

FIM DE LINHA


Princípio de pânico ao ler nos jornais as constituições das equipes dos candidatos à presidência, para a campanha do segundo turno. Não tanto pelo time de Bolsonaro, para mim, quase todos desconhecidos.

A equipe montada pelo PT, sem dúvida, mais parece uma comissão para organizar o féretro do partido. Se não vejamos:

COORDENAÇÃO EXECUTIVA

Jaques Wagner
Ricado Berzoini
Emídio de Sousa
José Sérgio Gabrielli
Gleisi Hofmann
Chico Macena
Paulo Okamoto
Gilberto Carvalho
Luiz Dulci 

COORDENAÇÃO POLÍTICA

José Genuíno
Aloizio Mercadante
Rui Falcão
Alexandre Padilha
José Guimarães
Paulo Teixeira
Marcio Macedo
Franklin Martins
Celso Amorim
+ Representantes do MST, MTST, CUT, Central de Movimentos Populares (CMT)
+ Representantes de partidos aliados: PCdo B, PROS, PSOL, PSB 

Renovação zero ! Tirando os chamados artistas, alguns ministros do STF, intelectuais, jornalistas, candidatos derrotados e outros "progressistas", para os quais o tempo parou, acima está relacionada a cúpula do PT e que em caso de vitoria nas eleições deverá ocupar os mais altos cargos da República.

Não é do estilo desse pessoal, mas ocorrendo uma extemporânea autocrítica, constatarão que eles foram os únicos responsáveis pelo aparecimento, crescimento e quase certa vitória de uma direita forte e também preocupante.

Conclusão diante do quadro : Melhor a incerteza do que a certeza do absurdo da presença desses senhores, quase todos com ampla folha corrida, na direção do País.

Viver é Perigoso 

Nenhum comentário: