quinta-feira, 27 de setembro de 2018

MORTANDELA


Os profissionais dos movimentos de rua podem estar certos.

Não com relação as causas dos movimentos, mas no tocante a mortandela. Isso mesmo e repetindo: mortandela.

A Folha localizou um link da Wikipedia confirmando a existência de mortandela, que vem a ser uma carne curada e defumada da região Trentino-Alto Ádige, no norte da Itália. Ela não pode ser chamada de embutido porque não vem ensacada em tripa ou outra membrana.

Como se pode perceber pela foto, ele se parece com uma almôndega achatada ou um salame. É feita com carnes de porco como a copa e o pernil – mais raramente, entram pulmão e coração.

Os habitantes do Trentino comem a mortandela na sopa de cevada ou com chucrute. Explica-se: a região é fronteiriça com a Áustria. A cultura germânica se mistura com os costumes italianos mais conhecidos.

Apesar de serem dois alimentos à base de carne de porco, a montandela e a mortadela não têm parentesco entre si. Até as palavras têm origens distintas. “Mortadela” vem de murta, uma planta que era usada para temperar o embutido. Já “mortandela” deriva de mortaio –morteiro ou pilão–, instrumento usado para triturar a carne.

Viver é Perigoso

Nenhum comentário: