sexta-feira, 28 de setembro de 2018

DA TEORIA PARA A PRÁTICA

Tenho recebido pelo Facebook "santinhos digitais" de vários candidatos. Alguns bens feitos. É o caso da propagando do Deputado Bilac Pinto, aqui mesmo de Santa Rita do Sapucaí e sempre presente na cidade, desde a época do seu aliado de primeira hora, da Arena e PFL, o digno ex-prefeito BPS. 

Deputado Bilac Pinto é o principal parceiro e aliado político do Prefeito Municipal.

A mensagem do Deputado Bilaquinho, como é tratado no Sul de Minas, é atualíssima e exposta de maneira direta e tranquila. Coloca todos a pensar.

" ...Ser contra a corrupção apenas não basta. Temos que lutar duro contra as práticas do desvio do dinheiro público.
Ser honesto não é virtude, mas obrigação de todos nós.
Um dos sinais mais evidentes da corrupção está no aparelhamento da máquina pública, quando funcionários de carreira são postos de lado em função dos apadrinhados políticos.
A corrupção impede o desenvolvimento do País, afeta a boa prestação do serviço de saúde, assistência social, educação, além de corroer a credibilidade do Estado brasileiro.
O combate a corrupção é uma prioridade que passa pela autonomia e independência da Polícia Federal.
Diga não a impunidade e ao aparelhamento da máquina pública."   

O nobre Deputado poderia, sem pesar no seu leve texto, acrescentar:

A obrigatoriedade da existência de transparência total e irrestrita em todas os atos da administração pública. 
A necessidade constitucional de autonomia e independência, também do legislativo municipal. 
O não cerceamento de opiniões respeitosas e divergentes junto aos meios de comunicação. 
A discussão de prioridades, numa época de tanta escassez de recursos, com a população.

E óbvio, com foi salientado: "aparelhamento da máquina pública, quando funcionário de carreira são postos de lado em função de apadrinhados políticos".

Muito bom Deputado.

Viver é Perigoso

3 comentários:

Anônimo disse...

Esse texto foi lido lá pelas bandas do pinheirinho? Deve ter sido. Lido apoiado mas não praticado. Óbvio.
Outro dia foi postado aqui que o atual ocupante da cadeira de prefeito não se candidata a mais nada depois de sair. Duvido. Como ele vai viabilizar suas pequenas vinganças?

Edson Riera disse...

Pequenas Vinganças -

A grande arte na política interiorana e se posicionar como "bigode". Ou seja, do lado de fora mas próximo da boca.
Na próxima eleição o atual prefeito não poderá ser candidato. Daí a mais dois anos acontecerão as eleições para o legislativo. O Prefeito não parece ter perfil e nem saco para frequentar a Assembleia.
A meta deve ser manter a influência direta no executivo local, manter os cargos dos "assessores", que se tornam pedras nos sapatos e se defender judicialmente dos muitos casos que chegarão à justiça, que demoram, mas aparecem.

Vingancinhas são o divertimentos. Pequenas ameaças continuarão, como sempre, sob forma de solidariedade. Oferecem ajuda para resolver "problemas" que o cara nem sabe que tem.

É a vida

Zelador

Anônimo disse...

Em resumo: faça o que eu falo, não faça o que eu faço.