sexta-feira, 3 de agosto de 2018

JUÍZO MOÇADA !


Trata-se de uma das atuais peculiaridades da terrinha. Os sinais evidentes de alerta são imediatamente tomados como pessimismo, inveja e simples manobras oposicionistas.

Nenhum investimento cai do céu. Não basta a localização, fortes interesses comerciais envolvidos, tradição, mão de obra farta, etc.  Exige-se muita luta, determinação, contatos, cobranças e muita vigilância quando do andar da carruagem. 

Exige-se que os administradores abram mão e adiem a exposição de suas desavenças pessoais, políticas e ideológicas em benefício da comunidade. O povo não tem com isso e não pode ser penalizado.

Há muito mais de uma ano vem-se comentando sobre o surgimento de uma forte força opositora na Fiemg e, em discussões internas, dava para vislumbrar nuvens pesadas no horizonte. Era hora de conversar, negociar e firmar compromissos.

Claro que a situação econômica tem pesada influência na definição de investimentos. 

De forma chata e insistente volta-se a questão da construção do tão sonhado Laboratório de Alta-Extra-Tensão pelo Senai-Minas, em Itajubá.

Possivelmente originado na PMI, deu hoje no site do IN uma notícia "tranquilizadora" sobre o investimento. Resumidamente:  

"A construção do Instituto Senai de Inovação – Centro Empresarial de Desenvolvimento e Inovação da Indústria Elétrica e Eletrônica em Itajubá depois de uma avaliação no Senai será transferida para o Senai Nacional. Após, negociação técnica e do cronograma de implantação alguns processos de compra serão , agora , diretamente contratados pelo Senai DN e não mais pelo Senai DR. As licitações e contratações serão agora de responsabilidade do Senai Nacional."

Pois bem, mais uma preocupação no ar:

O Projeto de Lei Municipal 3011 de 26/11/2103, concedeu justificadamente a área de 21.794 ha ao Senai/DR-MG, CNPJ nº 03.773.700/0001-07.
O Projeto de Lei 4312/2018 de 25/5/2018, aprovado pela Câmara Municipal concedeu a prorrogação do prazo para conclusão da Unidade Industrial do Laboratório, por mais 4 anos, a contar do prazo anteriormente previsto de 5 anos. Ficando portanto, estabelecido o prazo para até novembro/2022.

Como, segundo informado, a construção será transferida para o Senai Nacional, que imagina-se tenha outro CNPJ e outros responsáveis diretos, tornaria-se imediatamente necessário, além de outras providências mais importantes, alterar toda a documentação de doação da área e a firmação de novos compromissos.

É a vida...

Viver é Perigoso 

6 comentários:

Anônimo disse...

Há muito mais de uma ano vem-se comentando sobre o surgimento de uma forte força opositora na Fiemg e, em discussões internas, dava para vislumbrar nuvens pesadas no horizonte. Era hora de conversar, negociar e firmar compromissos.


Não se preocupe Zelador, o nosso eterno e arrogante presidente vai dar um jeito nisso, aguarde sua entrevista semana q vem. Fique tranquilo.Ah! Não torça e nem aposte , vc vai perder.

Anônimo disse...

.....para o Senai Nacional, que imagina-se tenha outro CNPJ e outros responsáveis diretos, tornaria-se imediatamente necessário, além de outras providências mais importantes, alterar toda a documentação de doação da área e a firmação de novos compromissos.

Caramba, avise o Bixacot; ele não deve estar sabendo, alias vive no cursilho, vai que da merda...seria bom que ele fosse a |BH, Brasilia, resolver isso, corre Zézinhio, pelo amor de Deus, avise o cara meu.

Anônimo disse...

A construção do Instituto Senai de Inovação – Centro Empresarial de Desenvolvimento e Inovação da Indústria Elétrica e Eletrônica em Itajubá depois de uma avaliação no Senai será transferida para o Senai Nacional , aliás hoje já o garantidor dos financiamentos. Portanto, após negociação técnica e do cronograma de implantação alguns processos de compra serão , agora , diretamente contratados pelo Senai DN e não mais pelo Senai DR. Os contratos em andamento não sofrerão qualquer processo de descontinuidade. As licitações e contratações serão agora de responsabilidade do Senai Nacional.

Segundo fontes ligadas ao Itajubá Notícias, as obras não foram, não estão e não serão paralisadas.

Mais informações no impresso do Itajubá Notícias, 8 de agosto.

Anônimo disse...

A construção do Instituto Senai de Inovação – Centro Empresarial de Desenvolvimento e Inovação da Indústria Elétrica e Eletrônica em Itajubá depois de uma avaliação no Senai será transferida para o Senai Nacional , aliás hoje já o garantidor dos financiamentos. Portanto, após negociação técnica e do cronograma de implantação alguns processos de compra serão , agora , diretamente contratados pelo Senai DN e não mais pelo Senai DR. Os contratos em andamento não sofrerão qualquer processo de descontinuidade. As licitações e contratações serão agora de responsabilidade do Senai Nacional.

Segundo fontes ligadas ao Itajubá Notícias, as obras não foram, não estão e não serão paralisadas.

Mais informações no impresso do Itajubá Notícias, 8 de agosto.

Interessante:

Cade a entrevista do ANDRÉ? Eu heim.....

Edson Riera disse...

Perder -

Continuaremos quietinhos aqui na Boa Vista. Não sou de apostar. Caso esclareçam, já estará de bom tamanho.

Zelador

Edson Riera disse...

Obras não serão paralisadas -

Já assisti a esse filme antes e não gostei do final.

Zelador