quarta-feira, 8 de agosto de 2018

É SIMPLES MOÇADA !


Imagino que fontes da Administração Municipal correram até um jornal impresso local, como eles mesmos dizem, passaram lá suas informações, que em manchete afirmou que as obras do Laboratório de Extra- Alta tensão não serão paralisadas, etc, etc,etc..

Se foi para ajudar, pioraram a situação. Quem não leu o jornal O Sul de Minas da semana passada, vai, mesmo que só por curiosidade, buscar saber sobre o que está acontecendo com o Projeto, diga-se de passagem, muito interessante para todo o País.

Atualmente no Brasil, por culpa deles mesmos, político aparecer desmentindo alguma coisa já coloca todo o eleitorado de orelha em pé. Não aprenderam ainda a diferença de esclarecer e desmentir.

De certa forma, a Prefeitura não tem muito a ver com o projeto. Doou o terreno para uma obra de grande interesse, assim como doou o terreno para a construção de cinema na cidade. 
Pronto ! daí para diante, como tem acontecido com outros projetos sonhados e a construção do aeroporto, se apresenta como investidora master até o projeto sonhado ser cancelado ou adiado. De imediato passa a ser problemas dos outros.

Mais ou menos, "toma que o filho é teu".

Pelo que lemos no site da Fiemg/Senai-MG, a entidade mineira, por motivos claramente justificados, transferiu a responsabilidade da construção do laboratório para a CNI/Senai/Brasília. Isso é fato.
Está em papel timbrado e impossível de desmentir. 
O Diário Oficial da União, que acreditamos não publicar Fakes, informou do cancelamento de dois editais de concorrências, equipamentos e serviços, do projeto.. 

Uma das licitações revogadas (concorrência internacional 006/2017), diz respeito ao fornecimento, treinamento, supervisão de montagem / instalação e de comissionamento de 1 (um) Sistema Gerador de Curto-Circuito. Para quem não sabe, trata-se praticamente da alma do projeto. Isso não é produto de prateleira.  

Pelas dificuldades econômicas (e políticas), como já vinha sendo adiantado nos bastidores, há séculos, o projeto em questão deixou de ser prioridade para os novos dirigentes da Fiemg.
Registre-se, que os perdedores da última eleição na entidade, têm justo interesse industrial na cidade, são os idealizadores do Laboratório de extra- alta - tensão, embora deslocados do poder em BH, continuam à frente da CNI/Senai em Brasília, para onde as responsabilidades de avançar com o projeto foram transferidas. Logicamente, que para isso, terão que convencer os seus pares.

Bom, algumas atividades já contratadas e em andamento, imagino eu, poderão ter continuidade, mas, logicamente o cronograma deverá ser revisto e possivelmente esticado. 

A própria Prefeitura, como doadora da área para construção do laboratório, quietamente, aprovou a menos de 90 dias, na Câmara Municipal, o Projeto de Lei 4312/2018, concedendo para a entidade investidora (Senai/MG), mais 4 anos, que adicionados aos 5 anos inicialmente concedidos darão um total de nove anos de prazo para para a conclusão do projeto.

Portando, ou não leram e analisaram o pedido de extensão do prazo ou deram uma de, como dizem na Boa Vista, é claro, de migué.

Por dificuldades de orçamento, comenta-se que o governo federal estaria cancelando milhões de reais de recursos reservados para os projetos de pesquisas. Com novos responsáveis pelo governo (ninguém sabe quem) a partir de janeiro. Com a arrecadação despencando (origens dos recursos do Senai), nada como as valentes autoridades municipais darem as explicações necessárias e continuar lutando para conseguir  junto aos candidatos, com chances de vitória nas próximas eleições, o compromisso de não desviarem os olhos do grande projeto.

Simples assim. Um pouco de humildade não faz mal para ninguém. 

Que corremos o risco de ter um novo projeto se arrastando como o do aeroporto, não tenham dúvidas. 

Por oportuno, podem começar a procurar um novo culpado, que de forma alguma pela sua simplicidade e alcance, será um blog.

Passar bem.

Viver é Perigoso 

4 comentários:

Anônimo disse...

Por oportuno, podem começar a procurar um novo culpado, que de forma alguma pela sua simplicidade e alcance, será um blog.
Passar bem.

PARABÉNS ZELADOR, anda produzindo "Manchetes" por ai? De novo?
É camarada,né facinho não!

Anônimo disse...

Imagino que fontes da Administração Municipal correram até um jornal impresso local, como eles mesmos dizem, passaram lá suas informações, que em manchete afirmou que as obras do Laboratório de Extra- Alta tensão não serão paralisadas, etc, etc,etc..

Imagina? Q q é isso? O bicho ta pegando!

Anônimo disse...

parabéns zelador pelo texto. Claro e elucidativo. Vão ler, como sempre. Duvido que escutem. cidadão preocupado

Anônimo disse...

Calma Zelador. O Blog e nossa trincheira de resistência na imprensa local.
Se foi publicado aqui é verdade.

Já na imprensa "impressa", um é todo fake e o outro e todo sem crédito.
Só nos resta o Viver é Perigoso para saber das verdades do submundo da politicagem local.