segunda-feira, 9 de julho de 2018

VERGONHA ALHEIA


"A vergonha alheia é um sentimento de constrangimento ao presenciar alguma situação embaraçosa feita por outro indivíduo que, normalmente, não percebe o quanto ridículo, estúpido, ignorante ou vergonhoso foi o seu ato."

Passados uns dias, dá para comentar o triste, lamentável, ridículo, estapafúrdio, bizarro e excêntrico episódio de "porta de cadeia" promovido pelos dirigentes, advogados do pt, através da patética ação encaminhada  pelo desembargador plantonista e também aficionado do partido, Rogério Favreto (ou seria Graveto ?) para tirar da cadeia o presidiário Lula da Silva, condenado por diversos tribunais por corrupção e lavagem de dinheiro.

Imagina-se que tal proceder jamais aconteceria em um País do primeiro mundo. O movimento acontecido é próprio de republiquetas, aproveitando-se de plantonista noturno e num final de semana.

Pior é que ninguém duvida que a famigerada ação deve ter sido orientada por algum do STF. Aliás, alguém poderia arrumar um novo significado para essa letra "S". Superior e Supremo já não faz nenhum sentido.

Sorte que alguém ainda tem seriedade nesse País e a falcatrua foi impedida.

Continuarão tentando conseguir a soltura do condenado. Oxalá não estejam planejando a construção de um túnel. Difícil será conseguir, no momento, alguma empreiteira que aceite o serviço.

Viver é Perigoso

2 comentários:

Anônimo disse...

Interessante foi o principal argumento usado falando do cerceamento da candidatura. Desde quando um preso e condenado por colegiado pode ser candidato? A lei da ficha limpa (no caso em questão suja) assinada por ele, Lula, proíbe. Argumento esdrúxulo fruto do desespero. Sobre a construção do túnel a Odebrecht está de volta.

Edson Riera disse...

Odebrecht de volta -

Um vexame sem precedente. Um episódio para se esquecer coordenado por um bando de pilantras conhecidos.

Conseguiram envergonhar até o Lula, se isso é possível.

Zelador