segunda-feira, 30 de julho de 2018

POIS É...


Folheando uma revista na sala de espera de um consultório em São Paulo. Inevitável não pensar no STF, no Gilmar, Lewandowski, Mello e Tóffoli.

"Na maioria dos fóruns ou Faculdades de Direito, é comum se deparar com a estátua de uma deusa com os olhos vendados, a mão esquerda segurando uma balança e a direita empunhando uma espada.

Fato curioso, é que se pode encontrar deusas com e sem venda e com e sem espada. A deusa  representativa da Justiça Grega (Themis) tem os olhos abertos e segura a espada; por outro lado, a deusa que representava a Justiça Romana (Lustitia) não tem a espada, mas os olhos são vendados. Ambas porém, seguram a balança.

No Brasil, a simbolização da justiça é uma mistura das duas. Tem a figura da deusa com os olhos vendados(deusa romana), com a espada( deusa grega) e com a balança.

No direito romano havia o entendimento que de que as pessoas eram iguais. Evidente que haviam diferenças, como grau de conhecimento, capacidade, habilidade, mas, para aplicar o Direito, o tribunal precisava ignorar tais diferenças, por isso, cegou-se a justiça.

A espada simboliza a força para punir o culpado, ou seja, a força impositiva da justiça.

A balança representa o equilíbrio, a ponderação nas decisões e na aplicação das leis."

Viver é Perigoso

Nenhum comentário: