terça-feira, 31 de julho de 2018

CARTA QUE NÃO RECEBI

São Paulo - julho/2018

Meus Prezados,

"Passados os anos e vendo o desastre da administração federal petista, muito mais voltadas as práticas da direita - no campo econômico e, sobretudo, no ético - o escândalo do mensalão que representou a completa negação dos princípios que nortearam a construção do PT. Tudo o que defendíamos parece ter sido esquecido para pôr em prática uma estratégia para conquistar e permanecer no poder.
O partido se envolveu em negociatas para arcar com os gastos de campanha eleitorais e para financiar procedimentos escusos na formação de uma base de sustentação no Congresso. Nada mais em desacordo com a sua história.
O PT caiu na vala comum.
Quando vejo a política social em prática, lembro-me dos coronéis do século passado, que distribuiam botinas para os eleitores. Mas eles faziam com o próprio dinheiro. Hoje o afago ao eleitor pobre e ignorante é feito com dinheiro público.
Descobri que sonhar ficou impossível dentro do PT. Em setembro de 2005, deixei o partido. Foram 25 anos de militância."

Hélio Bicudo

O Prof. Hélio Bicudo tomou o barco hoje em São Paulo. Nasceu em Mogi das Cruzes em 1922. Formou-se pela Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo, em 1947.
Um brasileiro de valor.

Viver é Perigoso

Um comentário:

Anônimo disse...


Hélio Bicudo junto com outros intelectuais brasileiros de valor que deixaram o PT desiludidos após a ascensão ao poder: Francisco de Oliveira, Frei Beto, Francisco Weffort, Paulo de Tarso Wenceslau. Políticos como Heloísa Helena, Marina Silva, Erundina. Ficaram, Lula, Gleisi,André Vargas, Vacari, Zé Dirceu, Dilma, Pimentel. Etc. Esses deixaram de serem petistas para serem lulistas. Uma pena. Perdeu a política boa . Perdeu o Brasil.