domingo, 10 de junho de 2018

SERÁ QUE DANÇAMOS ?

Estamos cansados de levar chumbo na terrinha. Passa por aqui um político, um figurão da administração federal ligado a algum partido político (aliás todos são), um empresário estudando o mercado e buscando financiamento, anunciam alguma coisa e o pessoal local solta foguetes e são merecedores de destaque no Jornal.

Pronto. Esquecem de marcar as promessas em cima e dão como certo o ovo antes da galinha botar.

Preocupante a notícia publicada hoje no "O Estado de Minas", levando em conta o recente e enésimo anuncio da construção do viaduto do Jardins das Colinas na BR-459.  

"Após 10 dias de paralisação dos caminhoneiros, o presidente Temer anunciou em 27 de maio a redução de R$ 0,46 no preço do litro do diesel por 60 dias e a isenção de pagamento de pedágio para eixos suspensos de caminhões vazios. De acordo com o próprio governo, a medida custaria R$ 9,6 bilhões aos cofres públicos – montante que deixaria de ser arrecadado. 
Três dias depois, o Diário Oficial da União (DOU) trazia decreto que cancelava recursos em 39 obras viárias.

Alguma boa alma poderia consultar o DO para checar se dançamos nessa ? Aliás, não temos feito outra coisa nesses últimos tempos. 

Viver é Perigoso 

Um comentário:

Anônimo disse...

Somente um comentário: Quando menciona que o governo deixará de arrecadar R$9,6 bilhões, significa que esta bolada deixa de ir para os políticos (para usar a gente sabe como...) e fica com a população gastar, comprar e movimentar a economia, certo?
O problema é estes malditos tirarem de outro lugar...
Colega de 87