segunda-feira, 14 de maio de 2018

NINGUÉM É DE FERRO


Fisher Island, uma ilha particular ao lado de Miami Beach que só pode ser acessada de balsa, é o código postal mais rico do país mais rico do mundo, os Estados Unidos. 

A renda média dos seus 1.300 residentes é de cerca de 2,5 milhões de dólares (cerca de 9 milhões de reais) por ano, de acordo com uma análise de dados fiscais nacional realizada pela publicação financeira Bloomberg. 

Os abastados moradores de Fisher Island, um enclave paradisíaco com sua própria praia de areia branca trazida das Bahamas, ganham em média meio milhão de dólares a mais do que o segundo código postal mais rico, a cidade de Atherton, epicentro deSilicon Valley e sede de grandes empesas tecnológicas como o Facebook. 

No local, convivem moradores de 37 nacionalidades, mais da metade norte-americanos e em segundo e terceiro lugar brasileiros (10%) e russos (7%).

Esta ilha já é uma marca que significa máximo luxo. Em qualquer lugar de nível do mundo você diz que mora em Fisher Island e não tem de dizer mais nada.

Em Fisher Island, a identidade de seus habitantes é protegida com zelo. Uma das atrações para aqueles que compram neste Éden é a alta privacidade e a segurança. Não precisam sair para nada. É uma cidade, pois tem escola para crianças, supermercado, clínica de saúde, banco, correio, tinturaria, campo de golfe, 18 quadras de tênis, duas marinas, lugar de entretenimento para os cães dos moradores e até um pequeno observatório astronômico.

O limite de velocidade é de 30 quilômetros por hora. Dizem que o maior problema de segurança em Fisher Island pode ser “uma colisão entre dois carrinhos de golfe.

No que interessa ? Cerca de seis itajubenses, comerciantes e profissionais liberais, têm lá propriedades para férias. Bom gosto e recursos, claro.

Viver é Perigoso

4 comentários:

ANSELMO disse...

E eu achando que luxo era ter uma kitnet na praia grande...

Edson Riera disse...

Anselmo -

Acredite. Tem um corretor de imóveis na terrinha especialista em vendas e reservadíssimas locações de aptos na Fisher Island.

Praia Grande, como você definiu magistralmente no jornal, é coisa para classe média.

Zelador

Anônimo disse...

No que interessa ? Cerca de seis itajubenses, comerciantes e profissionais liberais, têm lá propriedades para férias. Bom gosto e recursos, claro.

esqueceu EU.!

Edson Riera disse...

Esqueceu Eu -

Realmente. Identificados 10. Seis se referem só a Rua Nova.

Zelador