segunda-feira, 9 de abril de 2018

MOMENTOS MÁGICOS



O momento ficou ainda mais mágico com o comentário do especialista cultural (de tudo), Marcos Carvalho, o moço de Santa Rita de Caldas.

Beleza!
John, pai do Buck, este também violonista de "escol", fãzasso da MPB, tarado por bossa nova, educadérrinho (quéisso, sô? tá virando é??), carinha e charme do boy next door.
Gravou um CD só com suas versões de musicas dos Beatles.
Jóia preciosa... 
Gravou muita bossa nova.

Pensata: Django na frente do coreto. Logo atrás, dando-lhe livres a 7 e as três vermelhas, Laurindo Almeida. 
Empate na batida de mão.

E por aí vamos com os violonistas do jáiz: Charlie Bird (amigo e discípulo do Laurindo), Baden, Bola Sete, Charlie Christian, Menescal (qdo só violão), Canhoto, Heraldo do Monte, Macalé (é! qdo ele quer só solar, é fera), Dilermando, Cesar Faria, Rafael Rabello, uma tropa respeitável que faz da diversão de tocar instrumento acústico uma nobre arte.

Salve o lindo pendão do talento!
Salve nossa "escola de violão"!!
Viva os par de frança e seu rei Luis!
Viva o vento do Saara jogando areia sobre os automóveis de Roma.
E o cheiro dos livros desesperados, viva.

Marcos Carvalho

Viver é Perigoso

2 comentários:

marcos antonio de carvalho disse...

Beleza!
John, pai do Buck, este também violonista de "escol", fãzasso da MPB, tarado por bossa nova, educadérrinho (quéisso, sô? tá virando é??), carinha e charme do boy next door.
Gravou um CD só com suas versões de musicas dos Beatles.
Jóia preciosa...
Gravou muita bossa nova.

Pensata: Django na frente do coreto. Logo atrás, dando-lhe livres a 7 e as três vermelhas, Laurindo Almeida.
Empate na batida de mão.

E por aí vamos com os violonistas do jáiz: Charlie Bird (amigo e discípulo do Laurindo), Baden, Bola Sete, Charlie Christian, Menescal (qdo só violão), Canhoto, Heraldo do Monte, Macalé (é! qdo ele quer só solar, é fera), Dilermando, Cesar Faria, Rafael Rabello, uma tropa respeitável que faz da diversão de tocar instrumento acústico uma nobre arte.

Salve o lindo pendão do talento!
Salve nossa "escola de violão"!!
Viva os par de frança e seu rei Luis!
Viva o vento do Saara jogando areia sobre os automóveis de Roma.
E o cheiro dos livros desesperados, viva.

marcos antonio de carvalho disse...


Correção: Buck é o pai, estevdo vídeo.
John é o filho, nosso quase compatriota.