terça-feira, 13 de março de 2018

TOMOU O BARCO


Assisti o Bebeto de Freitas jogando volei pelo Botafogo, na Quadra do Clube Militar, em Manaus, num torneio realizado no final dos anos 70. Líder de um timaço de volei, que vinha de levantar 11 campeonatos no Rio de Janeiro.

Uma pessoas séria, com parentes também rebeldes e sérios. João Saldanha e o craque Heleno de Freitas.

Sucesso extraordinário nas quadras e fora delas. Treinador que surpreendeu o mundo e chamou a atenção dos brasileiros para um esporte que nem na televisão era mostrado. Seleção Olímpica Brasileira, outras tantas vezes campeão italiano e treinador da própria seleção da Itália.

Presidente do Botafogo, time pelo qual era apaixonado, como quase todos os seus familiares. Dirigente do Atlético Mineiro e sinônimo de seriedade. Tomou o barco, hoje em BH, aos 68 anos, enquanto trabalhava.

Vai deixar saudade.

Viver é Perigoso   

2 comentários:

marcos antonio de carvalho disse...


Gênio.
Defeito: torcer pelo Botafogo.

Edson Riera disse...

Botafogo -

A última pesquisa pelo DataClarin confirmou a existência de 10 torcedores do Botafogo na terrinha.

Rony (da VeraCruz), Fabiano (Auto Itajubá), João Heleno, Gatinho (Madereira Piranguinhense), Marreco, Binha (ex-Copasa), êpa ! faltam quatro.

Zelador