sexta-feira, 23 de março de 2018

MUITO PRAZER !


Está marcada para o próximo dia 4 de abril, às 18:30 horas, na Unifei, uma conferência para apresentar a Associação Itajubense de Inovação  e Empreendedorismo - INOVAI.

A associação, que conta com a participação da Prefeitura, Unifei, Cdl, Aciei, Simmmei e outras. A associação criada, logicamente, exigirá a participação financeira dos parceiros, uma vez que já foi designado diretor e salários têm que ser pagos. As incubadoras têm que ser gerenciadas e significa custos, ou melhor, investimentos.

Foi informado em recente reunião numa Comissão da Câmara Municipal, que nenhum recurso da Prefeitura tinha sido ainda liberado para a Inovai. Sobre recursos originados dos outros parceiros, nada foi adiantado.

Sobre o assunto, atente-se para o Orçamento Municipal para 2018:

Ciência e Tecnologia - As despesas do Município de Itajubá para o Exercício Financeiro de 2018, de acordo com os seguintes desdobramentos:
Ciência e Tecnologia - R$ 1.068.000,00.

Sei não, mas aparentemente, os recursos acima mal dariam para a sobrevivência da própria Secretaria Municipal da Ciência,Tecnologia, Indústria e Comércio. 

Boa ocasião para esclarecimentos:

Viver é Perigoso

8 comentários:

Anônimo disse...

Boa ocasião para esclarecimentos:

Este assunto ja foi discutido por ocasião da "lua de mel" na California onde as noivas voltaram felizes e cada uma já debandou , faz tempo. KKKKKKKK

Zelador, na AC não existe mais presidente, reuniões esporádicas de 4 em 4 meses,o kaka ta noutro mundo; na CDL se não tem almoço, nada feito. No Simmei o André agora finge de vice; na Un ifei, o buraco é mais em baixo; ESQUECE meu Camarada, ´pois INÃOVAI, .não Vai.

Anônimo disse...

Já postado aqui. As secretarias não importantes na visão dos alcaides de plantão só são contempladas no orçamento com o custeio mínimo para sua sobrevida. Investimento ZERO!Já a de obras......Já o imenso grupo de assessores.......De uma maneira geral estão raspando o fundo do tacho. Fundos setoriais foram sacados para cobrir despesas correntes!!!Sem dar satisfação a ninguém.Alguém duvida que vão continuar tentando vender patrimônio? Verdade que estamos no meio ainda de uma crise, mas sempre numa reeleição o segundo mandato é um desastre. um contribuinte e eleitor desolado.

Edson Riera disse...

Eleitor desolado -

Alguns políticos não conseguem acreditar naquilo que não está diante de seus olhos. Querem ver tijolos, asfalto, monumentos e apreciam sobremodo Elefantes Brancos. Têm necessidade de que o povo veja e elogie seus feitos expostos. Não possuem visão de futuro e vontade de lutar por projetos que levam bem estar à população, em estarem expostos aos olhos. Um Parque tecnológico sempre contém áreas de conservação, lazer, meditação,aprendizado, desenvolvimento e geração de riquezas. Um Parque público, é sempre bem vindo, mas com certeza, confundiram isso. O principal e projetado há quase 20 anos, tornou-se coadjuvante e a passagem do tempo é implacável. De certa forma, perdemos o trem da história. Outro passará e não temos o direito de perdê-lo.
Com relação aos segundo mandatos, penso igual. Sou veementemente, há séculos, contra reeleições.
O Projeto doado pela Helibrás (Parque), que custou quase R$ 1 milhão, considerava tudo isso.

Não conseguiram captar. Uma pena.

Zelador

Zelador

Edson Riera disse...

Inovai não Vai -

Os próprios dirigentes dessa nova entidade afirmam ser fundamental que o projeto de desenvolvimento baseado na ciência e tecnologia (já ouvi isso em algum lugar) tem que pertencer ao município e não ao governo. Certíssimo.
As entidades que dirigem a Inovai são conduzidas por pessoas e costumam ter a cara de quem está á frente delas. Raríssimo em Itajubá posicionamentos tomados em cima de debates, discussões, democraticamente. No caso, o Prefeito, Reitor, Presidentes da CDL, ACIEI e Simmei
Precisariam ser dotados de extraordinária visão social e isso não se aprende na escola. É nato. Espírito de liderança, amplo conhecimento além da sua área de atuação, humildade e total espírito de doação. Foram as características dos nomes do passado sempre citados em suas reuniões. Ah ! e posição política ideológica definida. Não falo de política partidária. O sempre citado, com toda a justiça do mundo, Dr. Theodomiro Santiago, montou num cavalo, atravessou a Serra na Vila Maria e foi lutar com os paulistas em defesa da constituição, numa revolução materialmente perdida. Foi preso e exilado.
Lideranças, com todo o respeito e amizade aos que estão á frente hoje, e tão necessária para recuperar o tempo perdido, há tempos, estamos com dificuldades de encontrá-las.

Zelador

Anônimo disse...

Concordo com o eleitor. Existem conselhos na cidade mais representativos que essa inoquenãovai. Regulados por lei. Ligados a secretaria citada. Deveriam estar se reunindo regularmente. Mas como são locais de discussão livre simplesmente não são convocados. Não gostamos de opiniões divergentes nem prestação de contas. Repartir o poder jamé. Essas entidades todas estão lá com mais algumas.Outra coisa: onde em MG houve avanços nos parques tecnológicos sem a presença do Estado? outro eleitor

Anônimo disse...

Não só o projeto da Helibrás. O Estado custeou o plano diretor do Parque Tecnológico. Feito pela Engesolo. Bases e diretrizes pela DM&P. Aprovados pelo comitê gestor. Licenciamento ambiental (elogiado) idem feito por equipe da Unifei. Não com 1 mas 2 lagos e controle de enchentes. Na gestão passada (Jorge)foi doada mais uma área para a Unifei que ficou com quase 75% da fazenda desapropriada pelo BPS. Tudo desprezado. eleitor continuamente desolado

Edson Riera disse...

Outro Eleitor -

Discussões livres ? debates ? opiniões divergentes ? Prestação de contas ?

Vade Retro Satana !

Nesses novos tempos, para que todos se conhecem, fizeram juntos uma caminhada ( não a de Santiago de Compostela ) mas a do Vale do Silício. A base foi São Francisco, Daí talvez, o espírito franciscano, em termos de disponibilização de recursos, do novo empreendimento.

Veremos.

Zelador

Edson Riera disse...

Eleitor continuamente desolado -

Coisas das pequenas terras.

Zelador