sexta-feira, 16 de fevereiro de 2018

GRANDE CAMPEÃ DO CARNAVAL NA TERRINHA


Os esforçados blocos, Varada Nágua, Gafonhoto Verde e Domésticas Elegantes, ou nomes parecidos, perderam longe.

A grande campeã do carval itajubense foi a serie espanhola La Casa de Papel que desfilou invencível na Netflix.

Conta a história de um assalto com reféns na Casa da Moeda e Selos, a instituição que produz o dinheiro espanhol. Hoje, La Casa de Papel é um dos maiores sucessos não norte-americanos da Netflix.

Segundo o jornal El País, a série logo seduz com um começo muito potente. O golpe perfeito. Você não rouba ninguém. Entra, faz seu próprio dinheiro e sai. 

Mas o plano, como se pode imaginar, não demorará para fazer água. 

O primeiro capítulo apresenta a situação e os personagens com minutos iniciais marcantes. Pouco depois temos os ladrões e os reféns dentro da Casa da Moeda. E os policiais do lado de fora, rodeando o edifício. Agora é hora de jogar a partida.

No carnaval, uma das fantasias da moda foi o traje dos assaltantes da série, com macacão vermelho e máscara de Salvador Dalí. 

No país, há ansiedade pela estreia da segunda temporada, em abril, e não faltou quem compartilhasse maneiras para ver o restante no canal original espanhol.

“Quero as máquinas funcionando 24 horas. Chiki pun chiki pun", diz um personagem no início da série. Ele se referia às máquinas que imprimem dinheiro na série. Na vida real, são os servidores da Netflix que não param. 

La Casa de Papel já é o golpe perfeito.

Viver é Perigoso

Nenhum comentário: