sábado, 24 de fevereiro de 2018

AJEITANDO A CARGA


O pau quebrou feio em Brasília. O PP do Deputado Federal Dimas Fabiano, puxou o tapete do presidente do partido em Minas, Alberto Pinto Coelho, ex-deputado e até ex-governador, quando substituiu o Anastasia.

Numa mudança articulada pela bancada federal (com Dimas Fabiano), o deputado federal Renzo Braz assumiu na quarta-feira a presidência do partido no lugar de Alberto Pinto Coelho, aproximando o partido da possível pré-candidatura  para governador do Rodrigo Pacheco, do PMDB, que estaria indo para o DEM.

Contrariados, Alberto Pinto Coelho e Dinis Pinheiro, se desligaram do PP. Sempre foram muito próximos do PSDB e ensaiavam apoio para a chapa (para governo do Estado), composta pelo Marcio Lacerda (PSB) e o próprio Dinis Pinheiro.

A turma afastada saiu dando tiros. Declarou Dinis Pinheiro: 
" o partido segue como um balcão de negócios submetido aos interesses de Brasília"

Revidando, respondeu Renzo Braz :
 "O PP vai ser protagonista, não vai ser um amador, um puxadinho". 

Por sempre estar próximo dos tucanos, causou surpresa o  Deputado Dimas Fabiano estar ao lado dos que assumiram o poder.

É a vida...

Viver é Perigoso 

2 comentários:

Anônimo disse...

É Márcio Lacerda zé. Ex prefeito de BH.

Edson Riera disse...

BH -

Grato. Aliás, foi um bom prefeito. Um empresário de sucesso.

Zelador