quinta-feira, 30 de novembro de 2017

DISSERAM :


Aprendi, afinal, que é difícil traçar uma linha entre ser gentil, não ferir as pessoas, e saber lutar pelas coisas em que acredito.

Charles Chaplin

Viver é Perigoso

MOMENTOS MÁGICOS



Viver é Perigoso

COMITIVA ITAJUBENSE PARA SÃO FRANCISCO - USA


Boa viagem e bons negócios.

Rodrigo Riera - Prefeito
Christian Gonçalves - Vice Prefeito
José Fernando Bissacot - Secretário de C&T
Carlos Eduardo Alves - Presidente da ACIEI
Georges Kallás - Presidente da CDL
Dagoberto Alves Almeida - Reitor da Unifei
Edson de Oliveira Pamplona - Diretor da Unifei
Juliana Caminha Noronha - Diretora da Unifei
André Gesualdi - Presidente do Sinmei
Maurício de Pinho Bitencourt - Gerente da Incubadora de Empresas
Elaine de Fátima Rezende - Gerente do Sebrae

(Algum nome pode ter sido acrescentado posteriormente) 

Justificativa: Irão em Missão Internacional para conhecer novos modelos de associações de tecnologias, parques tecnológicos, estreitar oportunidades de mercado, realizar alianças estratégicas tecnológicas internacionais. Ações que irão contribuir para o desenvolvimento científico, tecnológico, econômico e social de Itajubá, de Minas Gerais e do Brasil.

Segundo informado, todos viajarão com suas despesas cobertas pelo Sebrae.

Viver é Perigoso

COISAS DA TERRINHA


Deu no jornal Itajubá Notícias que a Câmara de Vereadores aprovou a criação do cargo de secretário adjunto na Secretaria Municipal da Saúde. Quer dizer, com os votos favoráveis dos mesmos, folgadamente na condição de maioria.

Pelo entendido, talvez Itajubá seja uma daquelas cidades que ao invés de buscar um ocupante para um cargo necessário e criado, busca criar um cargo para acolher alguém e  atender algum compromisso assumido.

Registram que a pessoa escolhida anteriormente a criação do cargo é do sexo feminino e moradora da vizinha cidade de Delfim Moreira.

Já há tempos que não acontece nenhuma  surpresa na Administração Pública Municipal. 

É a vida...

Viver é Perigoso

  

MUITA TRISTEZA


Carga horária excessiva, pressão por resultados, responsabilidade por lidar com vidas. Com as mais variadas justificativas, estima-se que 41% dos estudantes de medicina apresentem sintomas depressivos no país. Um problema de saúde pública que seria um dos motivadores para suicídios de universitários de algumas instituições de ensino.

Tese de doutorado apresentada neste ano, na Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP), mostra que uma parcela considerável dos futuros médicos, de todos os períodos, sofre com sintomas como cansaço, culpa, irritabilidade, tristeza, dentre outros.

Os questionários, respondidos por 1.350 alunos, de 22 universidades públicas e privadas de todo o país, apontaram ainda que 81,7% dos graduandos apresentam a chamada ‘ansiedade estado’, ou seja, aquela manifestada em determinados momentos.

Autora da pesquisa, Fernanda Brenneisen Mayer diz que o índice de 41% dos estudantes de medicina com sintomas de depressão no Brasil é bem mais alto do que as médias mundiais, que ficam em torno de 27,2%. 

Estudantes de instituições de ensino superior localizadas nas capitais são os que mais apresentam sinais de depressão. A ansiedade tem maior incidência entre os que estão em vulnerabilidade financeira e contam com bolsas de estudo. “A pressão financeira é a gota d’água para quem já sofre com outros fatores de estresse. Ela sequestra a pessoa emocionalmente e ela perde o poder de tomada de decisão”, afirma a pesquisadora.

Hoje em Dia

Viver é Perigoso

PRESEPADA

Viver é Perigoso