domingo, 5 de novembro de 2017

MOMENTOS MÁGICOS



Viver é Perigoso

DISSERAM



I want to be alone.

Greta Garbo

Viver é Perigoso

FINAL DO SUPLÍCIO


Outro dia, deu no "Viver é Perigoso" :

"Cientistas dizem ter descoberto por que algumas pessoas reagem de forma intensa - com emoções que podem beirar o "ódio" - ao som de mastigação de alimentos ou de respiração e o farfalhar de folhas ou sacos de papel ou plástico.
A explicação está na misofonia, uma condição marcada por reações intensas a alguns sons específicos, bem mais complexa do que o "não gostar" de alguns barulhos. 
Cientistas britânicos mostraram que os cérebros de algumas pessoas são programados para produzir uma resposta emocional excessiva nessas situações."

Pois bem, foi noticiado que a empresa japonesa Nissin (sim, aquela do miojo) acaba de lançar um garfo eletrônico que, acoplado a um smartphone, anula o ruído irritante que sai dos lábios de quem suga um fio de macarrão da tigela.
Batizado Otohiko, o aparelho será vendido no Japão por US$ 130.

Viver é Perigoso

LOCALIZADAS NA BOA VISTA


Lembrou o Luis Fernando Veríssimo:

"Dizem que, na iminência de uma catástrofe (terremoto, furacão,erupção de vulcão) os bichos silenciam, pressentindo o que vem.
As abelhas estão sumindo. O fenômeno acontece em todo o mundo. Ninguém sabe para onde vão as abelhas que não voltam. Não morrem, o que poderia ser atribuído aos agrotóxicos. Desaparecem.
As abelhas tem um apurado senso de orientação e poder de comunicação. Transmitem ao resto da colmeia as exatas coordenadas de um campo florido, através de uma dança.
Apicultores tinham notado uma mudança nos movimentos das danças ultimamente, e não dado a devida importância à novidade.
Talvez as abelhas já estivessem dançando pavanas para um mundo em agonia há algum tempo.
A verdade é que os insetos parecem saber algo que nós não sabemos."

Blog: Foram encontradas na última quinta-feira, na Boa Vista, é claro. Um senhor enxame, se sentindo incomodado por uma interferência indevida de um abelhudo blogueiro, contra-atacou e provocou um estrago ocasionado por sete certeiras picadas.
Conclusão: A Boa Vista é um local seguro para as abelhas. Muitas, doloridamente comprovado, estão lá.

Viver é Perigoso

REDAÇÃO DO ENEM


Bom, a Presidente do Supremo Tribunal Federal, ministra Cármen Lúcia, negou ontem, pedidos para permitir ao Ministério da Educação (MEC) dar nota zero a redações do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) com teor considerado ofensivo aos direitos humanos.

Agora à tarde foi divulgado o tema da redação do Enem 2017 : "Desafios para a formação educacional de surdos no Brasil"

Nada fácil.

Saída para os alunos sobreviverem ao tema com irreverência e criatividade:

Redação 
O surdo é um tambor de som grave. Possui um corpo cilíndrico feito de madeira ou metal. As peles podem ser feitas de couro natural de cabra ou boi ou ainda sintéticas (plástico). São fixadas ao corpo por anéis de aço galvanizado ou alumínio. A tensão é realizada por tirantes de aço tensionados através de parafusos e porcas

Esse tipo de tambor baixo é tradicionalmente usado em escolas de samba, cada escola tendo em média de 25 a 35 unidades na sua bateria. Também é encontrado em torcidas organizadas aonde eles ditam o ritmo e são considerados o "coração" da torcida. Sua função principal no samba é a marcação do tempo. Surdos também podem ser encontrados em bandas marciais ou militares e geralmente são utilizados para marcar o pulso binário da marcha, em conjunto com o bumbo e a caixa.

O surdo é o "coração do samba". Com sua batida simples e marcante, esse grande tambor tem rica história. Trata-se de invenção legitimamente brasileira: criado por Alcebíades Barcelos (1902-1975), o Bide, com latão de manteiga, aros e pele de cabrito, ele estreou no carnaval em 1928, no desfile da Deixa Falar, a primeira escola de samba brasileira. 
Ismael Silva (1905-1978), que teve participação decisiva nesse processo, explicou: "o samba deixou de ser 'tan tantan tan tantan' e se tornou bum bum paticumbumprugurundum". 

Um ritmista experiente pode obter vários padrões diferentes ao abafar e tocar o instrumento com a pele solta. Também é possível variar o som ao tocar a pele em pontos diferentes: próximo ao centro o som possui uma grande ressonância e volume sonoro. Próximo às bordas, o som é mais abafado. Outra diferenciação é possível se a posição de ataque da baqueta for variada: Ela pode ser batida lateralmente ou perpendicularmente à pele, com resultados sonoros diferentes em cada caso. A batida no anel produz um som seco e metálico.

Viver é Perigoso

DATAFALHA !


Datafolha: Luiz Inácio Fichasuja da Silva tem a maior rejeição entre os (até agora) "presidenciáveis"; 44%.
E se a pesquisa é "datafalha", certamente o índice é bem maior do que os 44%.
Uma boa notícia para este domingo chuvoso.

Sponholz

Viver é Perigoso


NENHUMA SURPRESA


Dia propício para confissões e reconhecimento de erros. Sim, votei, com expectativa positiva, no Sr. Fernando Collor de Melo para Presidente da República. Tudo bem, que não tinha na ocasião outra opção.
Com semanas de governo todos os brasileiros caíram na real e reconheceram que foram enganados.
A justiça foi feita, o político afastado, porém não banido da política, voltou ainda mais esperto.

Está estampada nos jornais e revistas do final de semana mais um abuso do senador Alagoano, sabe-se lá de qual partido político.

A Casa da Dinda, de triste memória e de sua propriedade, tem atualmente despesas mantidas com verba do Senado. O senador por Alagoas gasta cerca de R$ 40 mil mensais de sua cota parlamentar com segurança, conservação, limpeza e jardinagem na propriedade de sua família.

Em tempo, Collor também ocupa um apartamento funcional mantido pelo Congresso, em Brasília, que já inclui os serviços citadosesses serviços pagos com recursos públicos.

Entre janeiro e outubro deste ano, Collor usou R$ 264.624,12 de sua cota parlamentar para pagar “segurança privada” terceirizada na Casa da Dinda. Desde 2011, foram quase R$ 3 milhões. 

Importante é que não caiamos mais em propagandas de milagreiros e salvadores da pátria, que em ano eleitoral, pululam no mercado.

Viver é Perigoso

PORQUE HOJE É DOMINGO



Mais perto quero estar
Meu Deus, de ti
Ainda que seja a dor
Que me una a ti,
Sempre hei de suplicar
Mais perto quero estar
Mais perto quero estar
Meu Deus, de ti !

Viver é Perigoso