terça-feira, 10 de outubro de 2017

SOB A LUZ DE VELAS


"A ausência de limites é inimiga da Arte"

Orson Welles. 

Viver é Perigoso

CANTINHO DA SALA


O pintor e escultor peruano Fernando de Szyszlo, considerado um importante expoente da arte abstrata na América Latina, tomou o barco, ontem, aos 92 anos, em sua residência em Lima, no Peru. Com brilhante carreira nacional e internacional, foi um defensor de causas democráticas e intelectual muito respeitado.

Viver é Perigoso

NACIONALISMO CATALÃO !



Viver é Perigoso

CIDADE PEQUENA CORRUPÇÃO GRANDE


Estarrecedora a reportagem publica hoje no UOL, sob o título "Cidade Pequena Corrupção Grande". 

"É praticamente impossível dimensionar o total de recursos públicos desviados em fraudes e corrupção em todos os 5.570 municípios do país. Somente o que foi descoberto e investigado pelas autoridades nos últimos três anos ultrapassa R$ 10 bilhões..." 

O Brasil começa na pequena cidade, todos sabem, daí a importância da total e absoluta transparência dos atos públicos. Daí a fundamental importância da fiscalização feita pela Câmara Municipal. Daí a importância da independência dos Senhores Vereadores com relação ao Executivo.

Fundamental a Administração Pública se antecipar e rogar que exista uma fiscalização séria e constante por parte do Legislativo e de Organizações Não Governamentais e da Imprensa.

Colocar-se a disposição para ser investigado jamais poderá ser tomado como sinal de fraqueza política, mas sim, justamente do contrário.

O desgaste com a condução das coisas públicas é uma enormidade. Não são necessárias pesquisas. Todos os homens públicos, com culpa ou não, estão sendo apontados como vilões. Sem exceção.

Por que não antecipam e escancaram as sua gavetas, os arquivos de seus computadores ? Porque não constituem uma comissão fixa para atender os questionamentos 24 horas/dia, de segunda a segunda ?

Aqueles que assim agir sairão na frente. Existem erros ? Admitam, corrijam e sigam adiante.

Nós merecemos.

Viver é Perigoso    

PASTEL DE ANGU É A VÓ !


É do conhecimento geral, que um abnegado grupo de "nacionalistas" mineiros, vem lutando para que o nosso querido pastelzinho de milho seja tombado pelo patrimônio histórico e lhe seja reservado um lugar de honra na tradicional culinária mineira e quiça, brasileira.
Neste momento de luta, vêm os paulistas na maior "cara de pau" e desrespeito, e passam a chamar a nossa jóia, de pastel de fubá.
Como diria o José Tipica, da Boa Vista, é claro: De fubá é a Vó !

Na Administração do Dr. Jorge, a Prefeitura de Itajubá, por meio da Secretaria de Cultura e Turismo, licitou e contratou uma empresa de Belo Horizonte para realizar a elaboração do Dossiê de Registro do Bem Cultural Imaterial "Pastel de Milho", junto ao Instituto de Patrimônio Histórico e Artístico de Minas Gerais, como bem cultural imaterial do município, que foi amparada pela Lei de Proteção do Patrimônio Cultural Municipal.
O bem, já havia sido registrado como patrimônio cultural do município através do decreto municipal 4.283 de 14 de dezembro de 2010, visa sua proteção, preservação, divulgação e valorização.

Na histórica Itabirito, cidade localizada na região central de Minas Gerais, os moradores não titubeiam ao dizer que a cidade tem o melhor e mais autêntico Pastel de Angu do Brasil.
A receita do pastel- que é feito com fubá, polvilho e recheado geralmente com carne moída, seria datada do século XIX.
Segundo os moradores da cidade, por volta de 1851, ainda na época de Itabira do Campo, duas escravas, Maria Conga e Philó, foram as primeiras a usar sobras de angu recheadas com guisado de umbigo de banana. A mistura fez com que a massa ganhasse liga.

Pois é... considerado patrimônio cultural e imaterial de Pouso Alegre desde 2010, a cidade realiza anualmente a sua edição da Festa do Pastel de Milho. 
O pastel de farinha de milho é uma receita que passou de geração para geração. Um dos primeiros fabricantes do quitute foi o senhor Aurélio Coutinho Rezende, que vendia o pastel no Mercado Municipal já em 1928. Outro precursor foi o senhor Oliveira José Floriano.
Tornou-se um Patrimônio Imaterial e Cultural da Cidade.

Já o pessoal de Brazópolis, afirma que...

O pessoal de Delfim Moreira, antiga Itajubá, diz que o Padre Lourenço da Costa foi quem...

Viver é Perigoso

PRÁ PENSAR


"...A família, sim, a família já foi e deveria ser agora o caldo de cultura mais propício para a descoberta, a valorização, o aprendizado e a prática das virtudes.
Não terá chegado já o momento em que os responsáveis pelos destinos do Brasil, em vez de lançarem lenha na fogueira onde se incineram os valores familiares, voltem a sua atenção para a família, conscientes de que está - em boa parte por culpa deles mesmos - frágil e doente ?  Eu não duvido de que é na família, na autêntica família, mais do que  em qualquer outro quadro de convivência, o "lugar" onde podem ser cultivados os valores, as virtudes e as sábias "tradições", que constituem o melhor fundamento da educação para a cidadania. Só assim, não duvidemos, construiremos uma sociedade justa e democrática.
A crise ética que castiga amplos segmentos da vida pública brasileira, fenômeno impressionante e desanimador, tem seu nascedouro na crise da família. A ausência de valores e princípios éticos no âmbito da educação familiar deixa marcas profundas. O s homens públicos não são fruto do acaso, mas de sua história. A virada ética, consistente e verdadeira, começa em família."

Carlos Alberto Di Franco - O Estado de São Paulo

Viver é Perigoso

MADAME ZAIRA

Viver é Perigoso