quarta-feira, 4 de outubro de 2017

NÃO MAIS "AU REVOIR"




A Prefeitura e meio mundo na cidade está publicando uma Nota emitida pela empresa Airbus/Helibrás, esclarecendo sobre o comentado no Jornal O Tempo, de Belo Horizonte, sobre a possibilidade da empresa encerrar suas atividades industriais na cidade. Diz a Nota da PMI:

"Recebemos, na tarde desta quarta-feira (04), pela nossa Secretaria Municipal de Comunicação, um email da Helibras, por intermédio da Gerência de Comunicação (vide anexo), em que a Airbus Helicopters nega qualquer intenção em desativar sua unidade no Brasil.
Essa notícia (inverídica) circulou pelas redes sociais na data de ontem, mas trata-se de informação improcedente.
A Prefeitura de Itajubá compartilha a Nota Oficial da Helibrás e reforça o cuidado e a preocupação que temos que ter com as informações que são publicadas ou compartilhadas.
A consulta aos meios oficiais de comunicação é sempre a atitude mais prudente."

Nenhuma surpresa na Nota da empresa. 

Esclarecendo, a notícia foi publicada em uma coluna do jornal O Tempo, de Belo Horizonte. O fato desencadeou uma reação preocupada e imediata do Deputado Dalmo Ribeiro, aliado do governo municipal. 

A repercussão nas "redes sociais" foi absolutamente natural. Ninguém por estas bandas inventou nada. Tudo partiu de uma jornalista de conceituado diário da Capital, que deve ter lá as suas fontes confiáveis.

Se o Deputado Dalmo não consultou, sabemos lá quais meios oficiais de comunicação sugeridos, a "puxada de orelha" da Secretaria Municipal de Comunicação deve ser dirigida ao Gabinete do Deputado Tucano. Como parceiros, eles devem se entender. 

Que a empresa não deve estar satisfeita com o mercado, principalmente o estatal, está claro e querendo ou não, provocou-se na comunidade a reação esperada.

Resumindo, seria de bom alvitre que a Prefeitura mantivesse um relacionamento próximo, harmonioso e cooperativo, com todas as empresas instaladas no município. Só acompanhar e tomar conhecimento dos assuntos pelos jornais e pela tal de Rede Social é arriscado. Vide o caso da PK Cables do Brasil Ltda

Viver é Perigoso

EU ACEITO O ARGUMENTO



Viver é Perigoso

É A VIDA...


Daí, dizem que o político do interior encontrou uma garrafa, abriu, e liberou o gênio que estava preso no seu interior há centenas de anos, desde o tempo que o Imperador D.Pedro I, ainda flertava com a Domitila de Castro.

Como prêmio o gênio lhe ofereceu três opções para a escolha de uma.

a) A instalação de uma grande empresa, de imediato, com 1.800 empregos diretos.

b) A instalação de um hospital totalmente aparelhado e com todos os funcionários contratados e treinados.

c) A cassação do mandato de um político independente e questionador de coisas complicadas para responder, considerado um irrecuperável arqui-inimigo.

Respondeu, de chofre, o político premiado ao Gênio:

Desconheço as alternativas "a" e "b"

Viver é Perigoso 

CANTINHO DA SALA

Edward Hopper
“O grande homem é aquele que, no meio da multidão, mantém com perfeita doçura a independência da solidão” 

Ralph Waldo Emerson

Viver é Perigoso

ELEGÂNCIA


Lord Mountbatten - último vice-rei da Índia - foi, certa vez, eleito como o homem mais elegante do mundo. Perguntado o que ele achava, respondeu que ele não devia ser tão elegante assim, já que o haviam notado.

Viver é Perigoso

INTERNEM O CARA !

Viver é Perigoso