sábado, 2 de setembro de 2017

MOMENTOS MÁGICOS



Viver é Perigoso

A QUE PONTO CHEGAMOS !


Caso não ocorra uma explicação plausível, aconteceu hoje na cidade, mais um posicionamento, ou falta dele, do Executivo Municipal e de seus aliados, no caso, dos dirigentes do Hospital Escola. Acredite se quiser:

A Comissão de Saúde da Câmara Municipal, por iniciativa do Vereador Marcelo Krauss, realizou hoje no Auditório do AARO (Unifei Central), uma Audiência Pública para discutir do atendimento da população nos Pronto Socorros do Hospital e da Santa Casa.

Assunto de capital importância. A realização da Audiência Pública foi amplamente divulgada.

Pois bem, o Sr. Secretário Municipal da Saúde, Dr. Nilo Baracho, não compareceu e tão pouco o Sr. Superintendente do Hospital.

A Superintendente da nossa Santa Casa, sim. Estava presente.

Segue adiante o desanimador Fla x Flu itajubense. Clássico renhido que vem sendo disputado há quase cinco anos. Tudo leva a crer que os importantes personagens ausentes citados acima, foram desestimulados de comparecer. Ou sábado não é dia de batente na saúde ?

Confesso que já começava a ver com bons olhos o desempenho do Sr. Secretário da Saúde.    

Estamos lascados.  

Viver é Perigoso

MOÇA BONITA


Viver é Perigoso

OH, MINAS GERAIS !


Deu no Jornal Nacional:

Advogados da JBS entregaram à Procuradoria Geral da República novos levantamentos, relatórios detalhados e gravações de conversas com políticos, que serão anexados ao acordo de delação premiada da empresa. Essas informações complementares vão embasar as investigações que estão em andamento e podem provocar a abertura de outras apurações, porque em alguns casos surgiram novos nomes. 

Os documentos estão em sigilo, mas foram revelados pelo Jornal Nacional, ontem à noite, que diz ter tido acesso às gravações. Em uma delas, o ministro da Indústria e Comércio, Marcos Pereira, fala abertamente sobre um esquema de corrupção. 

Políticos mineiros do PMDB, incluindo o vice-governador Antônio Andrade, teriam sido gravados. Além dele, também foram gravados pela JBS negociando vantagens, segundo os delatores, o ex-deputado federal e hoje deputado estadual em Minas, João Magalhães, e os deputados federais Leonardo Quintão, Mauro Lopes, Newton Cardoso Junior e Saraiva Felipe.

Blog: PMDB, como sempre, liderando no setor. Vão continuar nas mãos do Pimentel.

Viver é Perigoso