terça-feira, 29 de agosto de 2017

É DISCO QUE EU GOSTO



Viver é Perigoso

FLORES NO DESERTO


Plantas florescem no deserto de Atacama, na região de Copiapo, cerca de 800 km ao norte de Santiago, capital do Chile. (uol)

Viver é Perigoso

DEU RUIM !


Postou o "O Antagonista "

O Instituto Paraná fez a seguinte pergunta, em pesquisa nacional:

“O Sr(a) prefere o Brasil governado pelo Presidente Michel Temer ou pelo PT (Partido dos Trabalhadores)?”

Veja os resultados:

Não sabe: 3%

Nenhum: 57,8%

Michel Temer: 19,6%

PT: 19,5%

Blog: Deu muito Temer e PT

Viver é Perigoso

DIÁLOGO POSSÍVEL


- Então...pelo visto deu muito na cara a Operação "O Sul de Minas" mandando a força -tarefa interditar o restaurante. E agora ? Vamos deixar o assunto esfriar ?

- Negativo. Vão acabar passando por vítima e desse negócio de passar por vítima, entendemos muito bem. Vamos montar uma operação, logicamente não com tanto efetivo e movimentação, e tem que ser contra alguém grandão e se possível que não tenha ligações com a comunidade.

- Nesse caso, temos que pensar num magazine desses com filiais espalhadas por todo canto.

- O caminho é esse, mas tem que ter comida no meio. Comida sensibiliza mais as pessoas.

- Eureka ! Já sei ! Captamos amado mestre !

Viver é Perigoso

OH, MINAS GERAIS !


O mundo está mudando mesmo. No caso, ainda bem devagarzinho, principalmente no interior de Minas Gerais.
Há uns tempos, falar de Juiz, Delegado e Padre, era só para elogiar. No meu tempo de criança, na Boa Vista, é claro, passou pela terrinha um delegado chamado Dr. Leão. 
Tinha um Citroen preto. Ao passar pelas ruas o pessoal fechava até as janelas.
Hoje os delegados e os padres estão mais acessíveis e viraram gente como a gente.
Os Juízes ainda mantem  a estilo. Muitos são amáveis, gentis, mesmo dentro dos pesados ternos e gravatas.
No interior, ainda por um longo tempo, manterão a salvo de comentários e críticas.
O mesmo não acontece nos grandes centros e nos importantes órgãos de comunicação. Estão tendo a ousadia de comentar os vencimentos do pessoal do judiciário.
A importante classe, segundo o publicado, não se encontra desamparada. Vai bem e dentro da legalidade.

Deu no Estadão de hoje, que o Tribunal de Justiça de Minas Gerais pagou, no mês de julho, valores líquidos acima do teto constitucional para quase 98% dos magistrados. 1.610 magistrados mineiros receberam acima do teto no mês passado, sendo que 4 deles - e 12 servidores -  receberam mais de R$ 100 mil líquidos. O contracheque mais alto foi de um juiz, no valor de R$ 461.153,91 líquidos em julho. Outros dois juízes o seguiram no ranking, com R$ 408.690,36 e R$ 362.228,19.

Estão inclusos no pacote, indenização de férias, abono constitucional, gratificação natalina, serviço extraordinário, auxílios a alimentação, moradia, transporte, pré-escola, saúde, natalidade.

É a vida...

Viver é Perigoso