quarta-feira, 8 de março de 2017

MARIA DA PENHA


Dona Maria da Penha, cearense, levou um tiro nas costas enquanto dormia, em maio de 1983 disparado por seu então marido, Marco Antonio Heredia Viveros. O atentado colocou-a em uma cadeira de rodas.

Paraplégica, vítima de anos de violência doméstica, lutou por quase duas décadas para ver seu agressor punido - 16 meses em regime fechado. Antes disso, Heredia Viveros havia sido condenado em dois julgamentos, mas acabou em liberdade graças a recursos impetrados por sua defesa.

A determinação de ver seu algoz pagar pelos crimes na Justiça fizeram, com o apoio do Comitê Latino-Americano e do Caribe para a Defesa dos Direitos da Mulher e do Centro pela Justiça e o Direito Internacional, o Brasil ser denunciado na Organização dos Estados Americanos por sua tolerância e omissão nos casos de violência contra a mulher.

Condenado, o país foi obrigado a cumprir recomendações e alterar sua legislação para a prevenção e a proteção da mulher em situação de violência doméstica, com a punição do agressor.

Com isso, em 7 de agosto de 2006, a lei nº 11.340, conhecida como Lei Maria da Penha foi sancionada e estabelece que violência doméstica (física, psicológica, sexual, patrimonial ou moral) é crime e prevê que a Justiça conceda medidas para garantir a proteção das vítimas, em até 48 horas após a notificação –o que não acontece em muitos casos.

Maria da Penha, hoje com 71 anos, é fundadora do instituto que leva seu nome, uma organização não governamental, sem fins lucrativos, que tem como objetivo a conscientização das mulheres sobre os seus direitos e o fortalecimento da lei que leva o seu nome.

(dados Folha)

Viver é Perigoso

NÃO ACERTA UMA !


Temer continua não acertando.

Viver é Perigoso

CURTA NOVELA SOBRE DEMOCRACIA E TRANSPARÊNCIA

Capítulo I

De: "edson riera"
Para: secom@itajuba.mg.gov.br
Enviada: Terça-feira, 21 de fevereiro de 2017 16:21:01
Assunto: Termo de Ajustamento de Conduta 
Senhor Secretário Municipal de Comunicação Social
Rodrigo Sampaio Melo
Prezado Senhor Melo, pela primeira vez entro em contato direto com um órgão da Prefeitura Municipal de Itajubá. Como explícito acima, não como pessoa jurídica ou em nome de blog ou algo assim. Simplesmente como cidadão.
Recentemente o Senhor afirmou em entrevista que a PMI havia assinado um TAC - Termo de Ajustamento de Conduta com o Ministério Público para implantar/atualizar o sistema de transparência de gestão. Teria sido negociado e estabelecido o prazo de 180 dias.
Rogo ao Senhor que informasse a data da assinatura do termo. Essa simples informação já nos seria suficiente. Entretanto, num rasgo de ousadia, consulto sobre a possibilidade de, logicamente em ambiente, dia e horário estabelecido pela Administração, poder ler o documento.
Grato.
Edson Riera
Observação: Estou tomando a liberdade de tornar público este e-mail no blog "viver é perigoso", que modestamente, se coloca ao dispor de V.Sa.

Capítulo II

De: "Rodrigo Sampaio Melo"
Enviada: 2017/02/21 18:02:58
Para: edson.riera@uol.com.br
Assunto: Re: Termo de Ajustamento de Conduta
Prezado Sr. Edson,
O TAC (Termo de Compromisso de Ajustamento de Conduta)...
Atenciosamente,
Rodrigo Melo

Capítulo III

Re: Termo de Ajustamento de Conduta
De: edson.riera@uol.com.br
Para: melo@itajuba.mg.gov.br
21/02/2017 | 20:56
Prezado Rodrigo Melo,
Grato pela pronta manifestação e também grato ao Claiton pelo encaminhamento.
Gostaria de registrar no Blog, de forma resumida, o atendimento cordial de vocês da Secretária de Comunicação. Aguardo apenas uma autorização.
Abraço cordial
Edson Riera

Capítulo IV


Re: Termo de Ajustamento de Conduta
De: "Rodrigo Sampaio Melo
Para: edson.riera@uol.com.br
23/02/2017 | 14:37
Caro Sr. Edson
Não tem o que agradecer. É nosso dever institucional comunicar e informar. Faremos sempre que solicitado e dentro de nossa capacidade...Fique à vontade, para publicar nossas respostas em qualquer mídia, pois todos nossos atos são públicos e não carecem de autorização prévia para divulgação.Cordialmente
Rodrigo Melo
Secretário de Comunicação
Prefeitura de Itajubá

Capítulo V -

Re: ITC
De: edson.riera@uol.com.br
Para: melo@itajuba.mg.gov.br
02/03/2017 | 16:11
Prezado Mello,
Li no Facebook sobre o Contrato Nº 028/2016 da PMI, versando sobre "Serviço de Avaliação do Imóvel ITC". Seria possível ter conhecimento sobre o objetivo.
Antecipadamente grato pela informação.
Abraço,
Edson Riera - Viver é Perigoso

Capítulo VI - Silêncio !

Aparentemente, tudo voltando ao silêncio normal.

Viver é Perigoso

É DISCO QUE EU GOSTO



Viver é Perigoso

ARRIBA BARÇA !


Inesquecível ! Passará para a história como uma das mais brilhantes recuperações. Vitória avassaladora com o protagonismo do brasileiro Neymar.

Viver é Perigoso 

UMA VERGONHA !


Inquestionável ! Liderada pelo PT e com escandalosa cumplicidade de todos, ressalte-se, todos os partidos políticos, a economia brasileira vive a maior  crise da sua história. Crise econômica, desarrumação geral e esfacelamento moral. Perda de confiança no legislativo, executivo e judiciário e nos citados empresários oportunistas. 
Constará dos livros de história.

Viver é Perigoso

MULHERES !


Escreveu Mencken, lá pelos anos 20

Os homens como se sabe, não acreditam na inteligência superior das mulheres; seu egoismo exige essa descrença, e eles não capazes de refletir o suficiente para mudar de ideia, mesmo diante de análises lógicas e de provas.

Mais ainda, há certa aparência capciosa de certeza em suas posições; eles forçaram as mulheres a adotar uma personalidade artificial que esconda bem a verdadeira personalidade delas, e as mulheres acharam proveitoso estimular essa mentira.

Mas, embora qualquer homem normal nutra essa balela de que é intelectualmente superior a todas as mulheres, em particular à sua esposa, constantemente entrega os pontos de sua pretensão consultando-a dependendo daquilo que ele chama de intuição feminina.

Intuição? Uma ova! As mulheres são as supremas realistas da espécie.

Aparentemente ilógicas, elas detêm uma super-lógica rara e sutil. Aparentemente desligadas, agarram-se à verdade com uma tenacidade que resiste a cada fase das incessantes e gelatinosas mudanças de forma dessa verdade. Aparentemente poucos observadoras e fáceis de tapear, enxergam tudo, com olhos brilhantes e demoníacos.

Um dos principais encantos da mulher na sociedade humana talvez seja o fato de que elas são relativamente incivilizadas. No cipoal de repressões e inibições pueris que tenta enredá-las, continuam a mostrar um lado cigano, meio fora da lei. Nenhuma mulher normal tem um pingo de interesse pela lei, se por acaso a lei se puser no caminho de seus interesses particulares.

O fato de que as mulheres têm uma capacidade maior que a dos homens para controlar e esconder suas emoções não é indicação de que elas sejam mais civilizadas, mas uma prova de que são menos civilizadas. Essa capacidade é uma característica dos selvagens, não dos homens civilizados, e sua perda é um dos prejuízos que a espécie tem pagado por seus canhestros avanços de civilização. O verdadeiro selvagem - sempre reservado, digno e cortês - sabe como mascarar seus sentimentos, mesmo diante da mais temível ameaça; o homem civilizado sempre se rende à ameaça.

Mencken

Viver é Perigoso

DIA INTERNACIONAL DA MULHER

Viver é Perigoso