sexta-feira, 3 de março de 2017

NO JARRO

Viver é Perigoso

DELAÇÃO DO FIM DO MUNDO



O ex-presidente da Odebrecht Infraestrutura Benedito Júnior, o BJ, disse em depoimento ao TSE que a empreiteira baiana doou R$ 9 milhões em caixa dois para campanhas eleitorais do PSDB.

O pedido de ajuda teria sido feito pelo próprio Aécio Neves, que em 2014 concorria à Presidência da República. Ele teria solicitado doação de recursos para outros candidatos da legenda, já que na época era presidente do PSDB.

Segundo o depoimento de BJ, a Odebrecht repassou R$ 6 milhões para serem divididos pelas campanhas de Pimenta da Veiga, Antonio Anastasia e Dimas Fabiano Toledo Júnior. Ainda de acordo com ele, outros R$ 3 milhões foram para o publicitário Paulo Vasconcelos, responsável pela campanha presidencial de Aécio Neves.

Pimenta da Veiga foi o candidato tucano derrotado ao governo de Minas, em 2014, e Antonio Anastasia foi eleito ao Senado pelo partido. Dimas Fabiano foi eleito deputado federal aquele ano pelo PP mineiro. 

O Deputado Dimas Fabiano afirmou: 

"Não conheço Benedito Barbosa Júnior. Nunca estive na Odebrecht e não conheço nenhum funcionário da Odebrecht".

Blog: Tudo indica que nenhum político sairá livre dessas delações. Um esclarecimento importante: O Dep. Dimas não é do PSDB. Ele é do PP.

Viver é Perigoso

PARA NÃO DIZER QUE NÃO FALEI DAS FLORES


Ouvi hoje, integralmente, a gravação da 3ª Reunião da Comissão de Desenvolvimento Econômico da Câmara Municipal de Itajubá realizada na semana passada. Como todas as outras, foi pública e recebeu convidados especiais de entidades diversas da cidade para ouvir e questionar o Secretário Municipal de Indústria Comércio, Ciência e Tecnologia, Fernando Bissacot.

Envolvente o entusiasmo demonstrado pelo Bissacot em sua apresentação de 45 minutos. Falou sobre o projeto de implantação (em fase adiantada de negociação) com a empresa americana Siva Power e demonstrou estar deveras empolgado com o Laboratório Nacional de Astrofísica e o mais importante, estar contando com o integral apoio do Prefeito Rodrigo Riera na retomada do abandonado projeto de desenvolvimento de Itajubá baseado na ciência e tecnologia.

Ficou um pouco deslocado ao ouvir alguns questionamentos feitos pelos presentes. Natural e explicável. O Fernando Bissacot, inteligente, admirado, cheio de amigos e conhecedor da vida da cidade, sabe muito bem que na prática a teoria é outra. Realmente deve ser difícil explicar o descaso do Executivo, em termos de orçamento, com o setor. O abandono da participação financeira na Incit continua inacreditável.

Será preciso uma conversão, no pé da letra, do Sr. Prefeito Municipal. Caso isso esteja acontecendo, existe esperanças. A escolha do Bissacot já foi um sinal positivo. 

O grande mérito do novo Secretário Fernando Bissacot é ser possuidor de credibilidade e convencer as forças vivas do município a tentar, mais uma vez, juntar forças.

Ficou claro que parceria entre a Administração Pública Municipal e a Aciei e CDL, depois do "chapéu" do projeto Zona Azul ficará muito difícil. Como ficou claro a enorme dificuldade da Incit fechar o ano sem a participação da Prefeitura.

Definitivas as colocações do Diretor do Simmmei, Marcelo Bortolotti: "Itajubá em muita coisa e ao mesmo tempo não tem nada". E mais: "Com as competências que tem, a existência de sinergia é obrigatória." E completou: "Planos sem a participação de todos têm falhas".

Bom o encontro (está no site da Câmara Municipal), com gente capaz e interessada em trabalhar em conjunto, ouvir e necessariamente ser ouvida.

Presentes o Carlos Eduardo da Aciei, o Prof. Edson Pamplona da Unifei, o Prof. Hector Arango da Facesm, entre outras importantes figuras, como os ex-alunos da Unifei, Chico Marques e Antonio Santi.

Tudo para avançar.

Viver é Perigoso