sábado, 28 de janeiro de 2017

CANTINHO DA SALA

Joan Miró
Viver é Perigoso

TINO EMPRESARIAL


Que o Eike Batista é louco pelo poder, dinheiro, carros, empresas de sonhos e mulheres bonitas, até os alunos do Grupo Escolar Rafael Magalhães, na Boa Vista, é claro, estão cansados de saber.
Sua carreira é alternada por retumbantes sucessos e retumbantes fracassos. Já foi admirado, invejado, procurado e citado em todo o planeta.
Desta vez vez, aparentemente, a coisa se complicou de vez.
Comentava com um grande amigo se ele voltaria ou não voltaria mais ao Brasil.
Na minha opinião ele não voltará mais. Ficará na Alemanha, sem ser importunado, usando de sua dupla nacionalidade.
Meu amigo pensa o contrário. 
Segundo ele, que já trabalhou com o Eike, levando em conta o jeito empreendedor, a lábia e o tino de vendedor, o Eike irá voltar e será recolhido em Bangu.
Em lá estando, analisará o ambiente e em três tempos apresentará uma proposta de privatização da penitenciária, modernizará o sistema, lançará ações na Bolsa e a nova empresa, talvez Banguex, fará um IPO gigante, assumindo a administração dos grandes presídios do País.
Organizará as facções e fundará um partido político com prefeitos, governadores e maioria no Congresso. 
Daí para a internacionalização é um passo. 

Não duvido.

Viver é Perigoso   

ESTÁ NO NÍVEL


"Do rio que tudo arrasta se diz que é violento. Mas ninguém diz violentas as margens que o comprimem"

Brecht

Quando menino nos anos 50, na Boa Vista, é claro, semanalmente ia com meu pai entregar pão na Venda do Sr. Zé Ribeiro na Ponte Santo Antonio.
Sr. Ribeiro tinha na sua característica venda, fixadas nas paredes, várias cabeças de veados (reais) caçados na região. 
Tinha fama de bom caçador e uma bela matilha de cães e era também o responsável por informar, voluntariamente, na época das chuvas, o nível do Rio Sapucaí. As informações eram repassadas pela Radio Itajubá AM.
Existia na Ponte Santo Antonio, ás margens do rio, uma régua, tal qual a mostrada, com muito orgulho, no site da Prefeitura.
Já tivemos até o início da Administração reeleita, um moderno sistema eletrônico de monitoramento, com diversos pontos de coleta de dados, instalados nas cabeceiras dos nossos rios. 
O Sistema eletrônico de Monitoramento foi deixado de lado fustigado por ciúmes. Voltamos ao antigo Sistema José Ribeiro instalado na Ponte Santo Antonio.
Ando me questionando se o Sistema de controle dos anos 50 estaria muito adiantado para a época ou se o atual adotado pela Prefeitura estaria muito atrasado.
Tudo é relativo.

É a vida...

Viver é Perigoso

DO ALTO DA COLINA


No momento em que a crise acirrar, a natureza for severa, os desmandos proliferarem e providências duras tiverem que ser tomadas, prontamente, a elite empresarial e dominante contará com a firme manifestação popular.  De muito longe, é claro.

Viver é Perigoso

MOÇA BONITA



Viver é Perigoso

UM POLÍTICO NACIONAL


"O jornal O Globo revela que Sergio Cabral, em 25 anos de carreira política, fez seu patrimônio crescer gradativamente, sempre por conta de recursos de origem suspeita. Como deputado estadual e presidente da Assembleia Legislativa fluminense, entre 1991 e 2002, inicialmente filiado ao PSDB e depois ao PMDB, Cabral acumulou um patrimônio de US$ 2 milhões em contas no exterior. Como senador, de 2003 a 2006, seu patrimônio não declarado fora do País já era de US$ 7 milhões. Como governador, de 2007 a 2014, a movimentação de suas contas secretas no exterior foi de US$ 152 milhões, o que equivale a inacreditáveis US$ 18,1 milhões por ano de governo." 

Viver é Perigoso

NOVO MINISTRO

Viver é Perigoso