quinta-feira, 5 de janeiro de 2017

AINDA FALANDO SOBRE FLORES


Mais uma vez registramos que o Blog "Viver é Perigoso" não é um noticiário. Longe disso. Não tem e não segue um Manual de Redação. Trata-se, como todos já observaram, de um tímido e muitas vezes ligeiro, canal de exposição de opiniões.

Voltando sobre a flores e a  declaração do Peter Rennó na cerimônia de posse e o comentado saldo de R$ 26 milhões em caixa.

Foi esclarecido que não existiu o objetivo de  um alardeamento de um sucesso político/administrativo e sim o cumprimento de um protocolo aplicado, desde 1947, quando da posse dos prefeitos, onde valores deixados em caixa pelo prefeito que sai do mandato, constam de ata e são anunciados no momento da transferência do cargo.  
A ata lida na cerimônia é cópia literal das atas das transferência anteriores, com a evidente atualização dos valores. 
Os demais números explicativos estão expressos nos relatórios que serão normalmente encaminhados para a Câmara Municipal e para o Tribunal de Contas do Estado, que certamente irão analisá-los.

Certamente, o pronunciamento do Secretário chamou a atenção do público presente (da qual não fazíamos parte) e lógico, dos representantes da imprensa, pelo surpreendente saldo positivo num momento de quebradeira pública nacional. E mais ainda, por ter sido feito por um técnico respeitado e não por um entusiasmado político.

Não custa aguardar a análise que será feita pelo renovado e reforçado Legislativo. Pode ser também que detalhamento seja publicado no Diário Oficial da próxima semana.

Veremos.

Viver é Perigoso     

NA CALIFÓRNIA, 09:41 HORAS


Observe que em todos lançamentos de IPhone o painel do celular sempre marca 9:41 como hora. Esse número não foi escolhido por uma razão qualquer.
Está relacionado com a apresentação do primeiro IPhone feita por Steve Jobs no dia 9 de janeiro de 2007.
Nesse dia, Jobs organizou uma apresentação do produto, que revolucionou a telefonia móvel, para a imprensa. 
Seu discurso havia sido anunciado para as 9:00 da manhã e começou pontualmente. Depois de 41 minutos de apresentação, o fundador da Apple projetou na tela as primeiras imagens do novo aparelho fabricado em Cupertino, California. 
Um momento simbólico que a Apple recorda cada vez que apresenta um modelo novo. (El País)

Viver é Perigoso

O SUPREMO POLÍTICO


O STF continua a decidir continua a cometer equívocos. O editorial do "O Estado de São Paulo" de hoje trata da decisão liminar da ministra Cármen Lúcia de suspender o cumprimento de algumas cláusulas de um contrato entre a União e o Estado do Rio de Janeiro.
Com a liminar, o governo federal ficou proibido de bloquear quase R$ 193 milhões de contas do Estado do Rio de Janeiro, como era previsto no caso de descumprimento do acordo.
O motivo não foi técnico contratual. Foi a "gravíssima situação financeira" na qual se encontra o Estado.
A liminar da ministra Cármen Lúcia não apenas impede o bloqueio das contas, mas suspende todos os efeitos da condição de devedor que poderia ser imputada ao Estado do Rio, como o impedimento, conforme determina a Lei, de ter acesso a novos financiamentos em razão de seu inadimplemento.
A decisão valida juridicamente a irresponsabilidade de um Estado que gastou mais do que podia, por um longo período.
Ao impedir que a União bloqueie as contas do Estado do Rio, a  ministra está determinando que todo o restante do País seja solidariamente responsável pela irresponsabilidade do governo fluminense.
Não se trata de negar a gravidade da situação social causada pelo descalabro das contas fluminenses. O equívoco da decisão da ministra está em aliviar, à custa de outros, os efeitos da irresponsabilidade.

Veremos...

Viver é Perigoso


PRÁ NÃO DIZER QUE NÃO FALEI DAS FLORES


Foram necessários 5 longos dias para recuperar do alegre susto. Segundo declaração feita pelo milagroso amigo, Peter Rennó, Secretário de Finanças do Município, a Prefeitura entrou em 2017 com mais de R$ 26 milhões em caixa. 
Isso, sem contar com os resultados da aplicação financeira.

No momento em que o governo federal, os Estados e até então, a totalidade dos municípios, enfrentar rombos inimagináveis em suas contas, a Administração reeleita de Itajubá coloca na saudade os famosos R$ 20 milhões que teriam sido deixados em caixa pelo ex-prefeito, Benedito Pereira dos Santos, Sr. BPS, em tempos de vacas gordas.

Com a entrada, neste início de ano, com a parcela dos impostos do IPVA e do IPTU, mais a parte que nos cabe da repatriação de recursos, a Prefeitura poderá nadar de braçadas.

Presume-se que todos os compromissos normais do Exercício anterior foram quitados e o saldo em caixa significa boa arrecadação e custos sob controle.

Não presenciaremos choros e lamentações por falta de dinheiro. Isso é bom.

Confessando a surpresa, estendo os parabéns aos Administradores.

Viver é Perigoso   

CLUBE OPERÁRIO



Marcou época a estreia dos Beatles no Clube Operário, na Boa Vista, é claro. Os encontros dançantes, sempre dentro do maior respeito (a regra da casa era rígida - um palmo de distância). Lascas de cera espalhadas constantemente pelo salão permitiam o deslizar suave dos sapatos sola de couro (obrigatórios) pelo assoalho de madeira nobre.
Boleros, tangos, fox e sambas canção. Nada, mas nada fora disso.
Seguiu assim até acontecer o pleito de um jovem estudantes de vindo de Passa Quatro, com passagem por Delfim Moreira, feito junto à diretoria do prestigiado Clube, buscando a permissão para executarem músicas de um moderninho conjunto inglês chamado Beatles.
Após três meses de muitas negativas, com o aval do mais famoso dançarino que já passou por Itajubá (maior ainda que o Coelhinho), China, dono de uma lavanderia no centro da cidade e aprovação do assíduo frequentador Virgílio Machado, foi permitida a execução de tão somente uma música dos ingleses: "Till There Was You", com a definitiva justificativa de se tratar de um bolero.
Fez o maior sucesso e era tocada, no mínimo, dez vezes por sábado.
Levava a bonita, simpática e amiga, Dora Manicure, às lagrimas.

Bons tempos.

Viver é Perigoso       

DIREITO DE OPÇÃO

Viver é Perigoso

NÓS PAULISTAS


Aconteceu no mesmo dia 5 de janeiro, só que de 1854. Com base nas conveniências estudadas por uma comissão chefiada pelo Vereador Cândido Rebelo de Araújo Palhares, a  Câmara Municipal delibera solicitar da Assembléia Provincial a anexação do município de Itajubá à Província de São Paulo. Como se sabe, tal descabida aspiração não vingou, e continuamos mineiros. (Armelim Guimarães).

Não procede as estória, que corre à boca pequena, de que a manifestação popular acontecida na  terrinha na época, contrária a mudança para São Paulo, fosse pelo receio de estranhar o clima úmido de enfrentado pelos paulistas. 

Ainda persistem dúvidas se foi bom ou não.

Uma coisa é certa: O grande Theodomiro Santiago não precisaria ir para São Paulo na Revolução Constitucionalista de 32. Lutaria aqui mesmo.

Viver é Perigoso

MOÇO DE BEM


Roberto Lamoglia de Carvalho, para nós, simplesmente Roberto Lamoglia. Nascido no dia 5/1/1938, em Maria da Fé.
Itajubense de coração.
Formado na nossa Escola de Engenharia em 1965.
Desde sua juventude tem sido um importante e participativo cidadão. Conheci o Roberto no início dos anos 60, já atuando ao lado do Sr. Alvaro Mandolesi e do José Luis Chiaradia (nosso Califa), na Diretoria do então recém-criado Itajubá Tenis Clube, a conhecida Praça de Esportes.
Memoráveis eventos realizados e a capacidade de unir toda a sociedade itajubense num empreendimento.
Homem de valor.
Profissionalmente, exerceu os mais altos cargos nas empresas públicas e privadas de telecomunicações do país. 
Em muito tem ajudado a levar bem alto o nome da UNIFEI e de Itajubá.
Tenho me encontrado com o Roberto, nos últimos quarenta anos, em pontos e circunstâncias mais diversas possíveis e em locais mais distantes deste país. Em todas as oportunidades fui merecedor de sua atenção e de seu carinho, como companheiros dos mesmos bancos escolares, conterrâneo e amigo.
Opinião formada sobre todos os assuntos, coragem, franqueza, lealdade e posição definida. Sua marca registrada.
Companheiro diário do Blog "Viver é Perigoso", desde o seu início em 06/10/2009.
É sempre bom ouvi-lo sobre qualquer assunto.
Grande abraço, caro Roberto.

Viver é Perigoso