quinta-feira, 21 de dezembro de 2017

SURPRESA, MAS NÃO MUITA


A norte-americana Boeing está em negociação para adquirir a rival brasileira Embraer, relatou o jornal "The Wall Street Journal", citando pessoas não identificadas familiarizadas com o assunto.

Surpresa, mas não muita, principalmente depois da joint venture entre a Airbus e a Bombardier, concorrentes diretas no mercado, respectivamente, da Boieng e da Embraer. Já são parceiras em segurança e no desenvolvimento do cargueiro KC-390.

Segundo o jornal, as empresas estão aguardando a palavra do governo brasileiro, que tem poder de veto sobre uma possível venda.


As ações da Embraer listadas na Bolsa norte-americana subiam 26%, para US$ 24,44. A Boeing, com sede em Chicago, caiu menos de 1%, para US$ 297,13. Na Bolsa brasileira, as ações da Embraer subiam 2,54% às 15h14, cotadas a R$ 16,91.


A Embraer teve uma receita liquida de R$ 21,436 bilhões em 2016. No terceiro trimestre deste ano, registrou lucro líquido de R$ 351 milhões, revertendo o prejuízo de R$ 111,4 milhões do mesmo período do ano passado. (dados numéricos Folha)

Viver é Perigoso

Nenhum comentário: