sexta-feira, 15 de dezembro de 2017

PADRE SOB ATAQUE


Tiroteio em cima do Senhor Padre que sugeriu e encaminhou à Câmara Municipal, o pedido da criação do feriado em homenagem a Padroeira da Cidade, N.S. da Soledade.

Argumento principal dos atiradores: O Padre não é daqui e pouco conhece da história da cidade.

O Senhor vigário, pelo que me consta, não sugeriu a eliminação do Feriado de Aniversário da Cidade e sua substituição pelo Dia da Padroeira. 

Apenas sugeriu e lutou pela homenagem.

Não entendo bem do assunto, mas N.S Soledade, na presente discussão, deixou de ser protagonista e pouco é mencionada.

No episódio, o prefeito saiu de fininho, os vereadores evangélicos demostraram comedida indignação, católicos e sem nenhuma religião, saltaram de banda e a imprensa cutucou e pulou fora. Sobrou para o Padre. 

A terrinha segue caminhando aos trancos e barrancos.

Viver é Perigoso   

7 comentários:

Anônimo disse...

Joga pedra no Remy....é assim q funciona! Anonimo eu? Q merda heim .

Edson Riera disse...

Que merda hein ?

O Remy tentou colocar a ACIEI no rumo dos novos tempos. A entidade tem que se posicionar sim. Lógico, que não partidariamente, o que ele fez após deixar o cargo.
Um homem de bem.

Zelador

Anônimo disse...

Ta bão Zezinho, me engana q eu gosto , vamos ver no q vai dar o padre? Acho q logo vai tbem dar um tempo,usar de ares, como vc diz é a vida.... O terrinha

Anônimo disse...

Os omissos sempre encontram uma forma de atacar os protagonistas.

Edson Riera disse...

Protagonista,

Sem dúvida. Ou através de cochichos nas esquinas ou a mando, com pena paga.

Zelador

Edson Riera disse...

O Terrinha,

O Padre é inocente.

Zelador

Anônimo disse...

Será q vale a pena ser protagonista dependente ou digamos com o rabo preso ? Eu heim, q merda né, oh dúvida cruel. Teu passado ....