terça-feira, 12 de dezembro de 2017

AQUI NÃO VIOLÃO !

A Câmara Municipal, sonoramente, derrubou o veto do Projeto de Lei que criou ou melhor, transferiu o Feriado Municipal de 19 de Março, para o Dia 15 de Setembro, comemorativo a Padroeira da Cidade, N.S da Soledade.
Como diziam antigamente na Boa Vista, é claro: 

Conheceu Papudo ?

Votaram para derrubar o veto os Vereadores Santi, Marcelo Krauss, Vladimir, Monica, Joel, Dr. Zambrana, Jorjão, Sgt. Pereira e Wilson.

A favor do veto do Prefeito votaram: Molina, Renato, Kener, Zé Maria, Zé Pequeno e Silvestre.

Fabrício. por estar ocupando a presidência da Câmara, não votou.

O estreante, Cleber David, que assumiu no lugar do Chico Marques, se absteve.

É a vida...

Viver é Perigoso 

UMA CAMISA DE FORÇA COM URGÊNCIA !


Viver é Perigoso

segunda-feira, 11 de dezembro de 2017

MOMENTOS MÁGICOS



Viver é Perigoso

DISSERAM :


"O que me interessa, é a vida dos homens que falharam visto significar isso que tentaram ir para além das suas possibilidades."

George Clemenceau

Viver é Perigoso


OU VAI OU RACHA !


O ideal seria recomeçar tudo do zero. Já que não dá, sou favorável a todas as reformas, começando pela da Previdência. Seguida da Reforma Política, do Judiciário e etc.
Mas com uma condição básica: Sem negociatas, propinas e compras/vendas de votos dos Senhores Deputados e Senadores.

José Tipica

Viver é Perigoso

SURPRESA !!!

Viver é Perigoso

domingo, 10 de dezembro de 2017

DISSERAM :


"Há muito acredito que o realismo é fantástico"

Gay Talese

Viver é Perigoso

PORQUE HOJE É DOMINGO



"...Pouco depois de começar a pregar o evangelho, encontrei David DuPlessis. Ele era conhecido como "Sr. Pentecostes" por causa de suas apresentações de Espírito Santo aos líderes religiosos mundiais. Era um carismático antes de qualquer um saber o significado desse termo.
Eu estava andando pelo mesmo corredor que esse homem consagrado numa Conferência em Brockville, Ontário, quando tomei coragem para fazê-lo parar e lhe fiz uma pergunta. Nervosamente indaguei, - Dr. DuPlessis, como posso agradar realmente a Deus ?
O velho homem, que está agora com Jesus, parou, colocou no chão sua pasta, colocou o dedo no meu peito e me empurrou contra a parede. Eu certamente não esperava isso de um frágil pregador. Tudo o que disse foi, - "Não tente!" pegando depois sua maleta e continuando a andar.
Alcancei-o e disse, - Dr. Duplessis, não entendo.
Ele voltou-se calmamente para mim, declarando, - Jovem não é a sua capacidade, mas a capacidade Dele em você."
Naquele momento eu nem sabia o que orar, mas o Espírito começou a esclarecer a verdade dessas palavras para mim. Como posso agradar a Deus ? Entregando-me ! Não tentando sequer. Foi como o Sr. Pentecoste disse. O Espírito Santo fará a obra. Não é a minha força, mas a Dele.
Caso contrário, eu me gabaria dos meus próprios feitos. 

Benny Hinn - Livro "Bom Dia, Espírito Santo"

Viver é Perigoso

MOÇA BONITA


Moça Bonita que deixa as outras moças bonitas. 
Um abraço Renata Duarte.

Viver é Perigoso

sábado, 9 de dezembro de 2017

A QUEDA DO GENERAL


Antes de elogiar ou lamentar sobre um possível desprendimento seria bom pensar:

O General Antonio Hamilton Mourão irá para a reserva em março do próximo ano. Teria tempo para se filiar a um partido e sair candidato a algum cargo.

Em setembro passado o General já tinha provocado alguma turbulência ao mencioar o possibilidade de uma intervenção militar. Assanhou o pessoal da extrema- direita.

Não foi punido publicamente.

Na última quinta-feira, declarou o General Mourão:

"Nosso atual presidente,Michel Temer, vai aos trancos e barrancos, buscando se equilibrar, e, mediante o balcão de negócios, chegar ao final de seu mandato".

Hoje, o ministro da Defesa, Raul Jungmann, confirmou que o presidente Michel Temer deverá assinar na segunda-feira o ato de exoneração do General Mourão.

Qualquer de nós podemos fazer o mesmo comentário sobre o governo Temer e não estaríamos falando inverdade. Nós podemos.

O General pode até pensar e cochichar entre os seus pares. Mas não pode se manifestar publicamente.

Nessa questão, exala um certo cheiro (ou seria aroma) de Bolsonaro no ar.

Veremos.

Viver é Perigoso

MOMENTOS MÁGICOS



A maioria das músicas originais de Grateful Dead são colaborações Hunter / Garcia, onde Jerry Garcia compôs a música e Robert Hunter escreveu as letras. 

Garcia já descreveu Hunter como "o membro da banda que não aparece no palco conosco

Ripple - é a sexta música no álbum Grateful Dead American Beauty - Robert Hunter escreveu a letra em 1970, em Londres. A música estreou em 18 de agosto de 1970 em Filmore West em San Francisco. Jerry Garcia compôs a música para a letra de Hunter. 

Várias linhas ao longo da música foram comparadas ao Salmo 23 da Bíblia Sagrada.

Viver é Perigoso

É A VIDA...


Em GoodWiew, um reino muito distante, o entediado rei resolveu fazer uma longa viagem. Cercado dos seus melhores conselheiros partiu numa missão técnica em busca de tecnologia para desenvolver a têmpera dos metais das espadas e armaduras.
Por dominar diversas línguas e ter o dom da comunicação, surpreendentemente, o Vice-Rei, nobre cavaleiro da melhor estirpe, também foi convocado para a missão. Partiram num domingo ensolarado.

Assumiu provisoriamente o reino, o fidelíssimo primeiro-ministro, que na segunda-feira, às 06:00 da manhã já estava à postos. Sentado, não no trono, mas na cadeira real, aguardava consultas.

Deu nove horas e nada. Sequer uma consulta ou um pedido de audiência. Ansioso, levantou-se, entre-abriu a pesada porta e sondou os corredores. Tudo normal, com serviçais e súditos diversos caminhando de lá para cá. Como sempre, com algum pergaminho nas mãos e demonstrando preocupação. Normal nos castelos.

Quase 10:00 horas e nem a pajem do cafezinho tinha passado. Providências teriam que ser tomadas. Chacoalhou a sineta real. Demorou um pouco mas a pajem apareceu.
- Alguma coisa Senhor ?
- Sim, um cafezinho.
Foi servido e o silêncio voltou a reinar.
Preocupado, levantou e deixou a porta apenas encostada. Escutava o ruído externo, mas nada de ser procurado.
Mesmo sentado, esticou a perna, e com o bico da sapatilha abriu a porta mais um pouquinho. E nada.

Deu meio-dia e ainda invicto, desceu para almoçar no amplo refeitório do castelo, imaginando que teria dificuldades para selecionar qual dos conselheiros receberia a honra de almoçar em sua mesa. Todos os comensais riam e conversavam com o som nas maiores alturas. Sua descida pela escada em curva, degrau por degrau, sequer foi percebida.

Ninguém para servi-lo. Foi de self service e a atendente não abriu mão sequer de receber o ticket alimentação real. Acenos com as cabeças ao longe. Educados e frios. Nada mais.

Bom, 14:00 horas e agora o expediente vai pegar para valer. Por via das dúvidas, portas democraticamente abertas. Pergaminhos espalhados pela mesa, caneta tinteiro de pena de pavão real nas mãos, movimentos preocupados, e nada.

Já nervoso : Ninguém virá pedir nada ? Nem um súdito da imprensa para uma entrevista?  Não precisaria ser na página 7. Uma pequena nota na primeira página já bastava.  

Uma semana. Cornetas e clarins anunciam o retorno de sua majestade. Uma rápida cerimônia de devolução do cargo. Sem fotografias.

Saiu como entrou. Totalmente pagão.

É a vida...em Goodwiew, of course.

Viver é Perigoso 

DIFERENCINHA BÁSICA


Aécio Neves teve uma participação importante nos últimos tempos da política nacional. Deputado Federal, presidente da Câmara, governador bem avaliado por duas vezes, candidato a Presidente da República com enorme votação.
Revelou-se tristemente numa conversada gravada com um conhecido corruptor. Caiu em desgraça política com impressionante rapidez.

Hoje:

O Senador Aécio Neves foi hostilizado neste sábado na convenção nacional do PSDB, em Brasília.
Aécio ouviu vaias e gritos de "fora!".
O locutor do encontro tentou contornar a situação. O mineiro não foi chamado para sentar à mesa montada no palco da convenção e, na sequência, deixou o evento. Ele ficou no local durante 40 minutos.

Lula da Silva foi eleito e reeleito Presidente da República. Aos trancos e barrancos e surfando sobre uma economia estabilizada por seu antecessor, aproveitando o boom do mercado externo, alguns interessantes programas sociais, conseguiu empurrar goela abaixo dos brasileiros uma despreparada sucessora, desalojada do poder.
Lula é um condenado pela justiça. Tudo indica que mais condenações o esperam por ter permitido e participado de falcatruas inimagináveis. Conseguiu quebrar moralmente o País.

Hoje:

O Senhor Lula da Silva, vem participando de estranhas caravanas pré-eleitorais ( ou seria despedida da liberdade de proferir besteiras), acompanhado por um séquito de políticos denunciados e claques à soldo, pregando coisas sem nexo. Aplaudido por pequenos grupos e acompanhado por olhares extasiados de admiradores, ou seriam seguidores, ou seriam enfeitiçados . Dentre eles, ditos intelectuais, artistas e gente estudada.

Talvez a diferença não esteja nos líderes, mas nos seguidores.

Viver é Perigoso
    

CANTINHO DA SALA


Joe Light - 1988 - Young Museum, San Francisco, California.
Joe Light nasceu em 1934 em Memphis, no Tennessee.Trabalhou em uma fazenda, durante a maior parte de sua juventude. Alistou-se no exército em 1951, convertendo-se depois ao judaísmo.Tomou o barco em 2005. 
Suas obras estão expostas nos grandes museus americanos.

Viver é Perigoso 

ENQUANTO ISSO...


Deu no site do Itajubá Notícias e no site www.vilautopia.com.br, a revista eletrônica de Itabira.

Os professores Dair José de Oliveira, diretor do campus da Unifei/Itabira, e Márcio Tsuyoshi Yasuda, diretor-adjunto, renunciaram aos mandatos no último dia 7 de dezembro. Mandatos, que só expirariam em 21 de junho de 2019.

Os professores divulgaram uma carta aberta expondo os motivos da renúncia – e se posicionando sobre a crise instalada entre o campus de Itabira e a reitoria da Unifei.

Resumindo:

"Como dissemos no início, sabíamos que enfrentaríamos muitas dificuldades, e, de fato, as enfrentamos. Neste relato, vamos nos ater a algumas das principais dificuldades entre tantas outras que marcaram os últimos anos.

"Tentamos buscar informações a respeito de se ter um curso de medicina em Itabira: pontos positivos, implicações, demandas e cuidados que deveríamos ter antes de dar prosseguimento ao projeto. Não fomos autorizados.

"No início deste ano, três picapes S-10 seriam levadas para o campus sede, sem nenhuma tratativa com a direção do campus, somente um comunicado para agendar a transferência. Foram levadas duas caminhonetes. A terceira permaneceu no campus em função do argumento que apresentamos de que a transferência estava em desacordo com uma cláusula do convênio com a Vale."

"Outro fato muito importante é a maneira como vem sendo conduzido o estudo sobre a possível divisão da unidade acadêmica do campus em mais unidades. Temos uma posição muito clara sobre o que consideramos ser a melhor opção, mas o ponto principal nem sequer se refere ao fato da divisão ocorrer ou não, mas sim à forma e à urgência com que o assunto, de relevante importância para o cumprimento da Missão do Campus, vem sendo tratado. 
Nesse processo, é natural que a assembleia da unidade acadêmica, o Conselho do Campus e outros segmentos da nossa comunidade queiram participar de forma mais efetiva e tenham oportunidade de ser ouvidos e melhor esclarecidos; a nossa interpretação é que esta atitude de buscar um diálogo mais esclarecedor e uma busca de mais e melhores informações e estudo/análise de modelos, constitui uma obrigação nossa e não um desrespeito à comissão constituída pelo Consuni ou ao próprio Consuni. (Conselho da Unifei )"

"Nesse sentido, o Conselho do Campus, ao qual presidimos, decidiu fazer uma consulta pública à comunidade acadêmica, aprovando o encaminhamento feito por um de seus conselheiros e da própria comunidade acadêmica. 
Lamentavelmente, essa consulta foi proibida pela reitoria e tratada como desrespeito à comissão e ao Consuni. O que nunca foi o nosso objetivo ou, sequer, intenção. Pretendíamos, tão somente, ouvir a opinião de uma maior quantidade de pessoas para melhor fundamentarmos a nossa atuação nas mais diversas instâncias nas quais o assunto vem sendo institucionalmente estudado e submetido às instâncias de decisão apropriadas."

"A situação demonstra claramente a dimensão da crise vivida no campus da Unifei em Itabira, com profundas divergências políticas, ideológicas e administrativas entre os grupos locais que até então estavam no poder – e os que gravitam em torno da reitoria de Itajubá."

Concluem, citando Barack Obama:

“A mudança não virá se esperarmos por outra pessoa ou outros tempos. Nós somos aqueles por quem estávamos esperando. Nós somos a mudança que procuramos.”

Observação:

Uma outra crítica deve incluir o abandono do projeto universitário de Itabira tal como foi concebido pelo ex-reitor Renato Aquino, que previa a instalação de um parque tecnológico no próprio distrito industrial, anexo ao campus universitário.

Viver é Perigoso

ROUPA NOVA, HEIN ?

Dialogo acontecido no Alvoradão, na Boa Vista, é claro;

- Pois é Camarada, dessa vez teremos novidade na abertura do natal comercial da cidade que acontece com o tradicional desfile na Rua Nova.

- Sorteio de brindes ? Conjunto de sertanejo universitário ? queima de fogos ?

- Nada disso. Os dirigentes empresariais e autoridades municipais, participantes da pioneira comitiva a São Francisco, devem abrir o desfile, na chamada "Comissão de Frente", trajando a última moda de camisetas e jaquetas trazidas dos States.

- É...faz sentido.


Viver é Perigoso

A GRANDE PERNADA


Creio que a história começou no final dos "50" e terminou rapidinho no início dos "¨60". Claro, foi em Itajubá.
No primeiro ano foi um sucesso sem precedentes. Quem não participou se arrependeu e ficou "chupando o dedo".
Falo das famosas cestas de natal. Duas marcas concorriam no mercado local. Cestas Amaral e Cestas Columbus.
Eram vendidas no início do ano, com carnet para pagamentos mensais, com direito ainda a sorteios de prêmios diversos.
Normalmente tinham uns três modelos ou séries, como chamavam. Diamante, ouro e prata. Variava o sortimento, que ia de uísque Drurys, conhaque Dreher, compotas, uvas passas, panetone, etc, etc.
Itajubá inteira comprou se preparando para o natal. Eram entregues nas vésperas direto na casa do cliente. Eram bonitas e de vime. Depois do natal a utilizavam para guardar o enxoval da moçada.
Resumindo: As empresas sumiram e ninguém viu cesta nenhuma.
E a vergonha de fazer alguma queixa? Virou gozação na cidade.
Foi o segundo grande "chapéu coletivo" que assolou Itajubá. 
O primeiro, como a história conta, foi a coça levada pelos itajubenses dos Delfinenses, quando tentaram, em comitiva,  buscar a imagem da Padroeira em Delfim Moreira, na época, a cidade vizinha era chamada de Itajubá Velha.

Ninguém gosta de falar do assunto.

Viver é Perigoso

SELFIE

Viver é Perigoso

sexta-feira, 8 de dezembro de 2017

PODE TER ACONTECIDO


"Quando a gente está nos Estados Unidos e fala inglês é que percebe como os americanos são burros. Têm dificuldade em entender a própria língua."

Millôr

Viver é Perigoso

BOMBARDEIO DE INFORMAÇÕES


Deu na Veja:

Institutos de pesquisas não conseguirão mais prever com precisão os grandes pleitos eleitorais sem recorrer à análise de dados que circulam nas redes sociais e na web.

Afinal, vivemos todos na era da tecnologia em mutação e do big data, expostos, portanto, a um enorme volume de dados. Tal combinação tem implicações na formação e na informação da opinião pública.

Cerca de 2,5 bilhões de novos dados são gerados diariamente na internet. Em um minuto, as pessoas enviam 204 milhões de e-mails, realizam 3.300.000 publicações no Facebook, trocam mais de 29 milhões de mensagens de WhatsApp e assistem a 4 milhões de vídeos no YouTube. Em um mês, são transferidos cerca de 30 exabytes de informações na internet.

Hoje, já são mais de 3,4 bilhões de pessoas conectadas. No Brasil, já são mais de 100 milhões, segundo o IBGE. O volume de dados criados nos últimos dois anos é maior do que a quantidade produzida em toda a história da humanidade. Só no Google, 3,5 bilhões de buscas são feitas por dia.

Diante disso, é bem plausível afirmar que o ambiente digital e a produção exponencial de dados interferem diretamente na maneira de formar, informar e desinformar a opinião pública. E mais: a interferência se dá em espaços de tempo cada vez mais curtos.

Viver é Perigoso

GRIFE DE MARIA DA FÉ


Deu na Revista Poder - Joice Pascowitch. Há tempos tive a oportunidade de visitar  o atelier do Domingos Tótora em Maria da Fé. Marcante a tranquilidade do lugar, onde se respira harmonia e criatividade.

Viver é Perigoso   

ESTÁ DIFÍCIL !

Viver é Perigoso

quinta-feira, 7 de dezembro de 2017

DISSERAM :


"Pra mim o mundo tem o mesmo tamanho e todos os homens têm o mesmo valor. Só tem uma coisa que eu escolho: os meus amigos pra sair comigo. Na hora de sair , ou pra frequentar a minha casa, é outro negócio."

Lupicínio Rodrigues

Viver é Perigoso

LIVRO, PRESENTE DE AMIGO


Hoje, todo mundo anda escrevendo, ou melhor, digitando. 
Muito bom de ler o livro "Como Escrever Bem". Um clássico manual americano escrito em 1976 (sempre atualizado) pelo escritor e professor William Zinsser. Um mestre que deu aulas nas Universidades de Yale, Columbia e New School.
Com mais de 1 milhão de exemplares vendidos a obra é a principal referência nos EUA sobre a arte de escrita para jornalistas e estudantes.
Segundo o New York Times´"Como Escrever Bem" é a bíblia de uma geração de escritores à procura de dicas para uma prosa límpida e atrativa.

O complicado é colocar os ensinamentos nos escritos do dia a dia.

Viver é Perigoso    

CINE PARATODOS



Cine Paratodos, existiu com sucesso, na Boa Vista, é claro.

Viver é Perigoso

ATÉ TU GENERAL ELECTRIC !


"Acabaram-se as vacas sagradas em Wall Street. É necessária uma mudança de cultura em todos os níveis. Não é um investidor descontente quem diz isso.” Assim extravasa John Flannery, o novo executivo-chefe da General Electric (GE), depois de analisar a delicada situação da empresa, um dos símbolos tradicionais do poder industrial dos Estados Unidos. A crise que o grupo sofre é tão profunda que vai levá-la a se desfazer de seu produto mais icônico: as lâmpadas.

A reestruturação de Flannery acaba de iniciar vai levá-lo a vender a linha de negócio que foi o germe da gigante industrial. É como se o operador de telecomunicações AT&T renunciasse ao telefone ou a General Motors decidisse seguir em frente sem o Chevrolet. A origem da GE remonta a quando Thomas Edison inventou a primeira lâmpada incandescente para uso comercial, em 1879.

Um ano depois fundou a Edison Electric Illuminating Company e começou a fabricá-las. O inventor transformado em empresário consolidou os diferentes negócios e os fundiu com a Thomson-Houston Eletric Company, para formar a General Electric atual. O problema é que as novas lâmpadas LED não só consomem menos, também duram mais. Agora este produto representa só 2% da receita.

A ideia é concentrar-se nos negócios de aviação, saúde e energia para simplificar e concentrar sua estrutura. Isso a levará a sair de negócios como as locomotivas, como já fez com os eletrodomésticos e a produção de plásticos. Em paralelo deve fazer funcionar a maciça compra da Alstom, que rende abaixo do esperado.

O conglomerado continua com vendas que alcançaram 90,7 bilhões de dólares (294 bilhões de reais) nos primeiros nove meses de 2017. Mas depois de várias reestruturações e mudanças em sua cúpula executiva a empresa se mostra incapaz de restaurar a confiança dos investidores. É a que mais perde valor na Dow Jones neste ano, um dos principais indicadores do mercado financeiro norte-americano.

A GE é a única empresa que sobreviveu desde a fundação da Dow Jones, em 1907. É maior que a PepsiCo, Boeing, Disney, Merck e IBM, mas tem preço menor por ação. Os títulos da Boeing são os mais caros, a 270 dólares (875 reais) a unidade em comparação com os 18 dólares (58 reais) do grupo industrial. Também a Goldmad Sachs, UnitedHealth e 3M são negociados por valores mais de dez vezes acima.

El País

Viver é Perigoso

ITAJUBÁ DEVE ESTAR COM A SITUAÇÃO


Henrique Sérgio, André Gesualdi (Itajubá), Ary Novaes (Pouso Alegre) e Henrique Thielmann (Juiz de Fora).

Alberto Salum, candidato à presidência da Fiemg, reuniu-se com as grandes lideranças da indústria mineira no Sicepot. O encontro, marcado pelo otimismo, foi a “arrancada para a vitória” da campanha de Salum. Mais de 50 presidentes de Sindicatos se reuniram com o candidato à presidência da Fiemg, Alberto Salum, na sede do Sicepot.

Os empresários Robson Andrade, Presidente da Confederação Nacional e Olavo Machado Junior, atual Presidente da Fiemg e Presidente do Conselho Deliberativo do Sebrae em Minas Gerais

Raquel Faria - Jornal O Tempo

Blog: São 139 Sindicatos com direito ao voto. Registra-se, que o empresário Flávio Roscoe, Presidente do Sindicato da Indústrias Têxteis de Malhas de Minas Gerais, é o candidato da oposição.
Viver é Perigoso

quarta-feira, 6 de dezembro de 2017

DISPARATE


Em São Paulo, pagar em torno de R$ 1,00 a menos por litro de gasolina até que a gente entende e já está acostumado. 

O duro é pagar o total de R$ 0,99 por uma garrafa, com 1,26 litros, de Água Mineral São Lourenço. Na terrinha o preço passa de R$ 3,00. 

E olha que o precioso líquido é engarrafado ali mesmo na cidade vizinha. Algo está errado.

Viver é Perigoso 

TOMOU O BARCO



Tomou o barco em Paris, aos 74 anos, Jean-Philippe Léo Smet, simplesmente, Johnny Hallyday, considerado o pai do rock and roll francês.

Disse o Presidente francês Macon em sua homenagem: " Hallyday fez entrar uma parte dos Estados Unidos em nosso panteão nacional "

Hallyday, nasceu na Paris ocupada pelos nazistas em 1943, filho de uma modelo e um artista belga. Era conhecido como o Elvis francês. Gravou seu primeiro disco em 1960. Alcançou a impressionante soma de 100 milhões de discos vendidos.

Casou-se pela primeira vez com Sylvie Vartan, também cantora, em 1965, mãe do seu filho David Hallyday.

Viver é Perigoso

CARO AMIGO


Em primeiro lugar, confirmando o que todos na terrinha sabem, o Chico Marques e eu somos amigos. E não é de hoje.
Nunca tive nenhum motivo para ficar chateado com ele, como cidadão, como colega engenheiro e principalmente como político.  Mesmo com minha rabugice política durante todos esses anos, tenho esperança que a recíproca seja verdadeira.

O afastamento do Vereador Chico do cargo, face a determinação judicial, mesmo que temporariamente, única e simplesmente por uma possível falha administrativa ocorrida há uns quinze anos, provoca uma enorme perda para a cidade.

Sua atuação, como vereador no início da carreira, como prefeito municipal por dois mandatos, sua participação como candidato em diversos pleitos, de forma tranquila, responsável e límpida nos torna devedores.

É de sua responsabilidade a instalação em Itajubá de grande parte das indústrias aqui presentes. Foi importantíssima, politicamente, a sua presença no processo que transformou a nossa Escola em Universidade. Sob sua administração nasceram as incubadoras de empresas e a prioridade no desenvolvimento baseado na tecnologia. Aconteceram grandes avanços na Educação e na Saúde. 

Ah ! e já tinha estacionamento rotativo. 

Tem enfrentado em sua vida política adversários, que quase sempre por interesses contrariados, se transformaram em inimigos, que por detrás de imponentes muralhas financeiras, não têm feito outra coisa a não ser contratar batalhões de caros advogados, que diuturnamente acompanham e buscam acelerar o andamento de processos ainda não definidos.

No atual mandato como vereador, tem sido implacável no acompanhamento das coisas públicas. E isso desagrada.

Espero que o seu substituto, Cleber David, empresário e político experiente e cidadão de bem, mantenha-se independente. É o que, na atual conjuntura, já basta.

Continuaremos do mesmo lado da trincheira.

Viver é Perigoso         

MORO DEIXA TEMER E MINISTROS COM CARA DE ...


"... Destoando do resto dos presentes, o presidente da República e seus acompanhantes não ficaram em pé quando Moro subiu ao palco para receber o seu prêmio. Durante o discurso do juiz, exibiam cenhos crispados. Tratadas como reformadoras morais, as piadas não acharam graça de si mesmas. Por sorte, o humor compreende também o mau humor. O mau humor é que não compreende coisa nenhuma. "

Josias de Souza

Viver é Perigoso

RESPONDA SE FOR CAPAZ


"... A República Velha (1889-1930), com todos os seus fabulosos defeitos, teve como ministros de Estado homens como o Barão do Rio Branco, Quintino Bocaiúva, Rui Barbosa, Joaquim Murtinho, Lauro Muller, Oswaldo Cruz, Afrânio de Melo Franco, apenas entre os mais facilmente reconhecíveis pela posteridade. O próprio primeiro período de Getulio Vargas (1930-1945) podia se gabar de ter Oswaldo Aranha a seu lado. E, em tempos mais recentes, não foi por falta de cabeças que João Goulart (1961-1964) caiu —com ele estiveram Celso Furtado, Darcy Ribeiro, Hermes Lima, Evandro Lins e Silva, San Tiago Dantas, Walther Moreira Salles.

Por que deixamos a política contemporânea nas mãos de certos fulanos que nunca admitiríamos na nossa sala?

Mas o Congresso é a nossa sala. "

Ruy Castro

Viver é Perigoso

terça-feira, 5 de dezembro de 2017

DISSERAM :


Você nunca terá uma segunda chance de causar uma primeira impressão.

Aaron Burns

Viver é Perigoso

... AINDA HÁ TEMPO

Viver é Perigoso

SAN FRANCISCO URGENTE !


Deu no San Francisco Chronicle

O FBI e forças especiais cercaram na madrugada de hoje o hotel San Francisco Marriott Marquis, situado na  Mission Street 780 em São Francisco. A segurança foi alertada por estampidos sequenciais, tipo três tiros médios e um forte finalizando. 
Rapidamente foi identificada a origem dos disparos. Os atiradores, na alta madrugada, reunidos no saguão do andar 15, dispararam várias unidades de armamento festivo, tratados por foguetes e ainda utilizados em países  em desenvolvimento.
O Grupo, cercado pelos agentes, confessou que se tratava de comemoração pelo afastamento do cargo, determinado pela Justiça Eleitoral da sua cidade de origem, localizada no sul do sudeste do seu país sul-americano, de um combativo vereador oposicionista.
Foram severamente advertidos. 
O FBI abriu investigações para descobrir como os artefatos Caramuru, passaram pela rigorosa alfândega.

Viver é Perigoso

VOLTANDO Á TONA


Ainda distante da terrinha, mas já ao alcance da internet.

Viver é Perigoso

domingo, 3 de dezembro de 2017

sábado, 2 de dezembro de 2017

FORA DO AR


Por questões técnicas, o blog estará alguns dias fora do ar. Os comentários continuarão sendo publicados.

Viver é Perigoso

sexta-feira, 1 de dezembro de 2017

VENTOS DE GUERRA


Tudo a ver com a terrinha.

Reunião do conselho máximo da Fiemg nesta quinta-feira trouxe a BH os representantes de sindicatos industriais de todo o Estado e esquentou a disputa pela presidência da entidade. Apoiadores dos dois candidatos se lançaram à conquista dos sindicalistas que formam o colégio de 139 votos. Foram encontros e reuniões em série, que começaram na véspera.

O grupo do candidato oficial, Alberto Salum, depois de realizar um grande evento há dez dias, optou por conversas de bastidor e pequenas reuniões. Já a turma do oposicionista Flávio Roscoe, para fazer frente à mobilização anterior da situação, apostou em eventos públicos e grandiosos, o maior deles com “140 pessoas e 80 votantes” na contagem da coordenação.

Na sucessão na Fiemg está se desenrolando um segundo confronto, menos aparente, entre os dois ex-presidentes da entidade: Robson e seu antecessor Stefan Salej. Eles foram aliados e viraram desafetos. Ontem, enquanto Robson fazia corpo a copo para Salum, Salej agitava ao lado de Roscoe.

Raquel Faria - O Tempo

Blog: E o SIMMMEI, hein ? 

Viver é Perigoso

OH ! MINAS GERAIS


Ouvido agora cedo na Rua Nova:

- Ô Camarada, a tal de Zona Azul ainda nem começou e olhe só quantas vagas para estacionamento estão sobrando. Ou seria a chuvarada ?

- Penso que não. Com chuva sempre aumenta o número de carros nas ruas. Acontece que por ser sexta-feira, um número grande de pessoas pode estar viajando.

- Para São Francisco ? Faz sentido.

Viver é Perigoso 

PRÁ PENSAR

"Os políticos corruptos são parasitas, não têm vida própria. Um empresário consegue se reerguer. Mas o político sem poder morre de fome".

Juiz Marcelo Bretas

Viver é Perigoso

O FUNDO DO POÇO


Deu no Estadão:

...Vale reler a carta assinada no tempo de dom João VI pelo encarregado de negócios francês J.B.Maler sobre dom Fernando de Portugal, conde de Aguiar, no dia seguinte ao seu falecimento: 
"Depois de ter sido Governador-Geral em São Salvador e vice-rei no Rio durante treze anos, e primeiro-ministro nove anos, Aguiar morre sem legar uma choupana à viúva; sem deixar sequer uma mobília decente. Sei positivamente que não se achou em sua casa dinheiro suficiente para o custeio do funeral.
Tanta virtude, tamanho desprendimento seria formosíssimo em qualquer país, mas no Brasil, monsenhor, é admirável, é incrível".

Pedro Cavalcanti

Viver é Perigoso