domingo, 31 de dezembro de 2017

MOMENTOS MÁGICOS



Viver é Perigoso

70 ANOS PROVOCANDO ENCANTANDO


Deu na Folha:

Rita Lee faz 70 anos hoje, do jeito que quis um dia. De papo pro ar em sua chácara nos arredores de São Paulo, tirando um som quando quer, cuida da horta e de bichos num eterno domingo.

"O pior inimigo da criatividade é o bom senso, mudar, mudar, mudar, nem que seja para pior. Dói mais sorrir na frente dos outros do que chorar sozinha, mas não devo levar a vida tão a sério porque ninguém sai dela vivo.
Debochar de mim mesma é uma estratégia que sempre dá resultado positivo. Uma das coisas que mais me dão prazer é fazer o que não devo, tipo fumar na frente de quem faz campanha anticigarro. Não é tarde para ser o que eu deveria ter sido. Eis-me aqui, uma pós-famosa anônima observando os macro e micro-omniversos dentro e fora de mim."

Rita Lee

Viver é Perigoso

AQUELE ABRAÇO !


Acho legal o sentimento de fraternidade que se acentua nas pessoas entre o Natal e o Ano Novo. Sinceramente ? Nunca fui muito de estender cumprimentos  e votos de felicidades nessa época. Costumo fazê-lo, com toda a sinceridade, durante todo o ano.
Mas tudo bom. Vamos adiante.

O Viver é Perigoso, como dizem na Boa Vista, é claro, deve inteirar 1.620 postagens nesse difícil ano de 2017. Teve de tudo um pouco. Músicas bonitas, pinturas maravilhosas, frases bem ou mal ditas, registros de acontecimentos políticos, locais e nacionais, charges duras do amigo Sponholz, acontecimentos outros sobre a vida, e vez por outra, o temido "tomou o barco".

Buscou-se sempre não ofender ninguém, com cuidados, inclusive com a publicação dos comentários, muitas vezes, anônimos. Registre-se que, de forma especial para os antigos políticos, qualquer menção não elogiosa é quase ofensa. Azar deles.

Claro que o Zelador recebe, sempre de forma anônima (apenas uma ocorrência assinada), o que pensam os adversários (todos conhecidos) ser uma terrível ofensa. 

Tratam o Administrador do Viver é Perigoso, como um velho aposentado, invejoso, arrogante, com a constante recomendação de que seria melhor cuidar dos netos.

Certa vez, já no fim da vida, perguntaram ao Nelson Rodrigues, que recomendação daria aos jovens. Respondeu o mestre: - Envelheçam !  

70 anos me fazem um velho, sem dúvida, é fato. Pela graça de Deus, com saúde física e mental e com integral capacidade de se indignar com injustiças, mentiras e nebulosidade nas coisas públicas. Também, como disse, com propriedade, o admirado Ulysses Guimarães: - Velho sim. Não Velhaco.

Aposentado ? Ainda não. O que espero conseguir em breve. Arrogante ? É como tratam na terrinha todos aqueles que ousam a ter opinião e a exprime publicamente. Inveja ? Impossível, pois Deus tem me dado muito mais do que mereço.

Cuidar dos netos ? São seis presentes vindos do Céu. Esqueço da vida nas suas presenças.

Erros, enganos, avaliações errôneas, são habituais em nossa vida.  Pedidos de desculpas, quando não necessitem de serem feitos por repetidas vezes, são gestos de grandeza. É da vida.

Viver tendo o respeito das pessoas continua a ser uma meta.

Segundo o Google, muito mais de 1 milhão de visualizações já aconteceram no Viver é Perigoso. Cerca de 1.000 passagens de olhos vêm  acontecendo diariamente. Isso provoca um certo orgulho saudável, uma certa responsabilidade e uma alegria ao encontrar com pessoas pelas nossas ruas comentando o publicado.

Um grande abraço.

Edson Riera - Zelador

Viver é Perigoso  
   

        

E O FOGUETÓRIO DE HOJE, HEIN ?



Não SOMA nada. Aliás, diminui muito.

Viver é Perigoso

sábado, 30 de dezembro de 2017

DISSERAM :


Quem passou pela vida em branca nuvem
E em plácido repouso adormeceu;
Quem não sentiu o frio da desgraça,
Quem passou pela vida e não sofreu,
Foi espectro de homem - não foi homem,
Só passou pela vida - não viveu.

Francisco Otaviano

MOMENTOS MÁGICOS



Viver é Perigoso

CORAL AFINADO


Viver é Perigoso

BOM PRÁ CACHORRO !


Sem dúvida nenhuma, a Vereadora Mônica, de Itajubá, é uma pessoa determinada e coragem é o que não lhe falta. Há séculos luta pela proteção dos animais. É público e foi a sua principal bandeira quando da campanha eleitoral.
Pelo seu posicionamento, lúcido e claro, contra o costumeiro foguetório que permeia na terrinha, tem sido atacada na internet. Foguetes digitais.
Dizem que autoridades adoram o espoucar de foguetes. Enquanto o povo olha para cima, não atenta para o que anda acontecendo aqui em baixo. Faz sentido.

Escreveu hoje no site da Folha de São Paulo, a Lívia Marra :  

As festas de Réveillon serão diferentes neste ano em algumas cidades do país. Para alivio dos animais, prefeituras afirmam que haverá menos barulho de fogos.

É o caso de Campos do Jordão, no interior paulista. A administração municipal diz que o show pirotécnico na virada do ano será silencioso e terá 12 minutos apenas de cores e de brilho. A medida é resultado de lei sancionada neste ano, que proíbe a queima de fogos com estampidos na cidade. A medida vale para todos, sob risco de multa que varia de R$ 952,66 para pessoas físicas a R$ 2.256,30 para empresas. O objetivo da lei é respeitar crianças, idosos e evitar danos aos animais, sensíveis aos ruídos causados pelos fogos de artifício tradicionais. Os danos por conta do barulho atingem tanto animais domésticos quanto os silvestres.

Ubatuba e Ilhabela, no litoral paulista, também terão espetáculo só com efeitos visuais.

Em Santos, lei aprovada no começo do ano sobre a utilização de fogos com barulho está suspensa desde 15 de maio devido a uma liminar obtida por fabricantes.

Em Matão, no interior de São Paulo, a prefeitura afirma que não realizará queima de fogos em respeito aos idosos, enfermos, crianças e animais.

O mesmo acontecerá em Alfenas (MG). A administração municipal informou que não fará queima de fogos no Réveillon, “atendendo solicitação de diversas associações de protetores de animais no município”.

Em Estiva, também em Minas, fogos também foram abolidos, e a prefeitura afirma que a decisão vai gerar bem-estar, além de economia ao município.

A virada do ano na chácara de Maurício de Souza, “pai” da Turma da Mônica, também vai ser sem a tradicional queima de fogos, em respeito aos animais domésticos e silvestres que são muito maltratados com essa prática”.

Como a audição muito mais sensível que a dos humanos, os animais, sofrem com barulhos extremos. Coração acelerado, salivação excessiva e tremores são indicativos de que algo não está bem. Em pânico, os bichinhos podem ter reações inesperadas e se machuca. No caso de animais doentes, o quadro de saúde pode se agravar – e podem ocorrer mortes.

Viver é Perigoso

:

ÉRAMOS CINCO


Da Sonia e do Edson, vieram a Rachel, a Joana e o Pedro. Da Rachel veio o Liv. Do Liv e da Rachel vieram o Luc e o Tito. Da Joana veio o Junior. Do Junior e da Joana vieram o João e o Mateus. Do Pedro veio a Giuliana. Da Giuliana e do Pedro vieram o Davi e a Sofia. Hoje somos quatorze.
Um extraordinário trecho de vida sob a guarda do Senhor.

Viver é Perigoso

MOÇA BONITA



Viver é Perigoso

sexta-feira, 29 de dezembro de 2017

O AMIGO DA ONÇA

Viver é Perigoso

LIVRO, PRESENTE DE AMIGO


Ganhei outro dia um livro que deu para ler num piscar de olhos. Jeito e linguagem interessante de um jovem de 20 e poucos anos. Trata-se do "O livro dos Ressignificados, do João Doederlein, conhecido na internet pelo pseudônimo de Akapoeta. É o seu primeiro livro.

Definiu Coragem:

" é quando vivemos  com o coração, e não com a cabeça. é o nosso instinto contra a razão. é lutar contra chances baixas demais e situações ruins. é o bicho papão do próprio bicho papão. é estratégia de combate para derrotar o inesperado. é a ação que refuta a lógica. é o que faz o jogo virar. "

do latim coraticum, significa "coração em ação"

Viver é Perigoso

SÓ BEATLES


Entre os anos de 1960, quando o grupo musical foi formado, e 1970, quando ocorreu a dissolução total, os Beatles lançaram mais de 338 músicas. Todas elas foram reunidas em uma playlist no Spotify, e o melhor, em ordem cronológica.

Ao todo, são mais de 17 horas de Beatles para ouvir gratuitamente. Para isso, basta possuir um registro no Spotify e realizar o login. O serviço oferece uma opção de assinatura sem custos.

Como curiosidade, um ranking publicado em 2011, são as seguintes, as três melhores músicas da banda britânica:

A Day in the life (1967)

I Want to Hold Your Hand (1963)

Strawberry Fields Forever (1967)

Gosto é gosto. Qualidade, beleza e mais sentimentos, lembranças. As minhas favoritas são outras. Fui apresentado aos Beatles por um amigo e colega de ginásio. Ailton (ou seria Airton) Areco de Lorena (ou seria Guaratinguetá). Os dois irmãos, Ailton e Airton, moravam juntos numa Republica, próxima da Ponte do Mercado.
O disco foi tocado em uma vitrolinha Sonata. A primeira música foi "I Want to Hold Your Hand". Fiquei encantado e comprei um violão Gianini, na Casa Hadad, na Rua Nova. Ficou nisso.

Estima-se que os Beatles tenham vendido 1 bilhão de discos em todo o mundo.

Viver é Perigoso

É ISSO AÍ !


Deu no jornal Hoje em Dia:

O governo de Minas Gerais finalizou ontem os repasses do ano relativos à cota do Imposto sobre a Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) aos 853 municípios do Estado. Os valores somaram, em 2017, R$ 11,34 bilhões. Segundo nota do governo, representam um aumento de R$ 1,02 bilhão, ou 9,8% de acréscimo em relação a 2016.

Viver é Perigoso

VENTOS DE GUERRA


Perspectivas de reflexos na terrinha.

O presidente da Fiemg, Olavo Machado, indicou ontem que pode “chamar” as eleições na entidade no início de fevereiro, para que o pleito ocorra no começo de abril. Assim haveria um tempo de mais de um mês para a transição de diretoria. O mandato de Olavo termina no dia 26 de maio. Pelas regras, as eleições são marcadas com 60 dias de antecedência.

A abertura oficial da campanha deve revelar com mais nitidez as forças e os apoios de cada uma das chapas em disputa: a da situação encabeçada por Alberto Salum e a de oposição liderada por Flávio Roscoe. As chapas de diretores devem ser registradas até 30 dias antes da eleição. E aí se saberá quem está com quem. Hoje, tem eleitor na lista de apoio dos dois lados.

Raquel Faria - O Tempo

Viver é Perigoso

SUJOU !


Logicamente, que a responsabilidade é do Governo do Estado (Pimentel, Ulysses e Odair) , do calendário de funcionamento dos bancos e do escambau a quatro. Escaparam de serem também considerados culpados, os vereadores independentes, o Chico, o jornal O Sul de Minas, a Transparência Itajubá e meia dúzia de velhos aposentados que ganhariam mais se estivessem cuidando dos netos. 

O inacreditável na nota publicada pela Administração da Prefeitura Municipal é a utilização da proibida palavra "PROVÁVEL".

"...No entanto, dentro da transparência que temos trabalhado, consideramos importante informar que o Governo do Estado não tem repassado os valores devidos para Itajubá nas datas corretas e esses recursos são necessários para efetuar o pagamento da folha de dezembro. Com esse atraso e em razão do calendário de funcionamento dos bancos É PROVÁVEL que só consigamos encerrar a folha nos dias 03 ou 04 de janeiro..."

É a vida...

Viver é Perigoso

TEMER INSISTE EM INDULTO A CORRUPTOS

Viver é Perigoso

PRÉ - RÉVEILLON


Está lá no novo pai dos burros :

Réveillon é o substantivo masculino com origem no idioma francês usado para descrever uma festa de passagem de ano. Quanto à etimologia, réveillon tem origem no verbo em francês réveiller, que significa "acordar" ou "reanimar". Assim, o réveillon é o despertar do novo ano.
Apenas por volta do século XX o termo réveillon passou a designar as celebrações do Ano Novo.

Não tem nada uma coisa com a outra, mas a mais barulhenta queima de fogos na terrinha, aconteceu num pré-réveillon.

Na madrugada do dia 29/12/1889, portanto, há quase 130 anos, uma grande explosão de dinamite ocorre em frente à residência de Frederico Schumann, supostamente armada por seus adversários políticos, como protesto contra as demissões de empregados da Delegacia de Polícia, por ele feitas por não serem filiados ao Partido Liberal, mas ao Partido Conservador. Fato ocorrido logo após a Proclamação da República. 

As coisas já foram mais animadas por estas bandas.

Viver é Perigoso


DISSERAM :


"As massas amam um comandante mais do que um representante; elas se sentem mais satisfeitas interiormente com uma só doutrina, sem tolerar nenhuma outra, do que com as garantias de liberdade com as quais, em geral, elas pouco podem fazer, e diante das quais elas tendem a se sentir abandonadas."

Adolf Hitler

Viver é Perigoso

quinta-feira, 28 de dezembro de 2017

O TEMPO PASSA



Viver é Perigoso

POR QUE SE PREOCUPAR ?



Viver é Perigoso

DA IRONIA


É bom não a confundir com comicidade. Cômico é quando descubro fraquezas no forte. Por exemplo: quando Napoleão cai do cavalo. Irônico é quando descubro que o forte é fraco. Por exemplo: que Napoleão perdeu em Waterloo, justamente quando pensava que ganhava a batalha. Por isto, o cômico é banal, descobre o que todos já sabem. Mas o irônico pode não ser banal, ele descobre o ignorado. E dizer que a humanidade é cômica, é dizer besteira - porque todo mundo sabe disto. Mas falar em ironia do destino, embora seja chavão, não é necessariamente besteira - porque a descoberta é sempre penosa.

Ironia é método retórico, é uma maneira de falar sobre coisas. Em grego significa: "falar disfarçado". Existe a ironia "barata", é quando disfarçamos sem necessidade, ou para enganar os que nos ouvem. A ironia "barata" é método caro à demagogia. Mas existe também um certo tipo de ironia tão cara, que pode custar os olhos da cara. Não é fácil a distinção entre os dois tipos. Exige ouvido atento.

Sobre a auto-ironia: O fraco, para defender-se do forte, corta-se, ironicamente em pedaços. Talvez para mostrar ao forte o quanto é fraco ao oprimir o fraco. 

E, no entanto, arma que pode ser libertadora. Já que pode mostrar não apenas o quanto o forte é fraco, mas também o quanto é forte o fraco. Outro aspecto da ambivalência da ironia. Um poeta tcheco diz isto: 
"Povo nenhum ainda morreu, enquanto tem piadas". O espírito sopra aonde quer, e também na ironia.

Vilém Flusser

Viver é Perigoso

DÁ-LHES CARMINHA !

A presidente do STF, ministra Cármen Lúcia, suspendeu hoje artigos do indulto natalino concedido pelo presidente Michel Temer a criminosos condenados.

A decisão, tomada em caráter liminar, atende a pedido da procuradora-geral da República, Raquel Dodge, que apontou inconstitucionalidade e abuso de poder na medida do presidente. 

Cármen Lúcia qualificou o conteúdo do decreto de Temer de benemerência sem causa" e sem fundamento legal e disse que seus dispositivos "dão concretude à situação de impunidade" e invadem competências do Judiciário e do Legislativo. "Indulto não é nem pode ser instrumento de impunidade.

"Indulto não é prêmio ao criminoso nem tolerância ao crime. Nem pode ser ato de benemerência ou complacência com o delito, mas perdão ao que, tendo-o praticado e por ele respondido em parte, pode voltar a reconciliar-se com a ordem jurídica posta."

Viver é Perigoso

CANTINHO DA SALA

Richard Pousette-Dart, pintor, escultor e fotógrafo americano, nasceu em São Paulo,Minnesota em 1916. Mudou-se em 1918 para Nova York, onde tomou o barco em 1992.

Pousette-Dart é considerado um expressionista abstrato.

O quadro Blood Wedding, de 1958, pertence a uma coleção particular. 

Richard Pousette-Dart casou-se com a poeta Evelyn Gracey em 1946. Sua filha Joanna Pousette-Dart é uma pintora abstrata que mora e trabalha na cidade de Nova York. Seu filho Jon Pousette-Dart é músico.

Suas obras estão expostas nos principais museus do mundo.

Viver é Perigoso

BORRACHUDOS !


Deu no jornal !

Ubatuba sofre com os borrachudos. A aprazível cidade praiana deve estar lotada de sul-mineiros, com ampla vantagem do pessoal da terrinha. Parece que a chuva tem dado uma trégua boa, mas em compensação, esquadrilhas de borrachudos infestam os ares e atacam os banhistas.

Na primeira passada de olhos na manchete do jornal, os veteranos da Boa Vista, é claro, se assustam: Até em passado recente, "borrachudo" era  cheque sem fundo.
Cheques quase não existem mais. Os borrachudos foram expurgados da economia.

Declarou no Estadão a comerciante Isabela Monteiro: 

- Lá você não consegue ficar 30 segundos sem repelente. A perna fica preta de borrachudos".

Complementou  a repórter: 

- Pode parecer exagero, mas não é. Mesmo usando repelente e vestindo calça jeans, a reportagem saiu com dezenas de picadas de mosquitos.

A prefeitura local informou que não aplica larvicida desde julho, desde que parou de recebê-lo do governo.

Dureza: Em breve, pimentões empipocados.

Viver é Perigoso   

TOMA LÁ DÁ CÁ - OFICIAL


O ministro Carlos Marun, ex-bravo defensor do preso Eduardo Cunha, atualmente na Secretaria de Governo, afirmou na terça-feira que a liberação de recursos de bancos públicos em troca de apoio à reforma da Previdência não é "chantagem", mas sim uma "ação de governo".

Blog: Surpresa mesmo é esse senhor ser ministro de governo. Quanto ao toma lá da cá é corriqueiro  no meio político brasileiro. Chantagistas e chantageados convivem em harmonia. Em vilarejos do interior, o Prefeito e seus negociadores trocam serviços de tapas-buraco, troca de lâmpadas queimadas, serviço de capina nos bairros, antecipação de exames médicos, ingressos para eventos no teatro, uma ou outra nomeação, por votos para aprovação de elevação de impostos, mudanças de feriados, doação de terrenos públicos e principalmente para que cerrem os olhos e não encham o saco com questionamentos.

Temos acompanhados muitas "ações de governo " por essas bandas.

Impressionante como se satisfazem e ficam felizes com tão pouco.

Estamos devidamente lascados.

Viver é Perigoso 

AÍ TEM !


Viver é Perigoso

terça-feira, 26 de dezembro de 2017

DISSERAM :


Tenho um lado irônico. Tenho um lado insuportável. Tenho um lado amável. E cada um tem o meu lado que merece.

Chorão

Viver é Perigoso

MOÇA BONITA



Viver é Perigoso

ORIGEM DO FOGUETÓRIO


Marcado pela Prefeitura um foguetório para a passagem do ano. Como tudo o que vem acontecendo na terrinha nos últimos tempos, acontecerá no Parque Municipal. 

Nada mais ultrapassado. Espantam os animais e apavorizam as crianças. Queima de dinheiro chata e não entendível.

Mas é um evento bastante comum na cidade. Impressiona a todos visitantes a quantidade de fogos de artifício que soltam na terrinha. Não tem hora, nem dia e nem local. Os moradores já estão acostumados mas os canarinhos nas gaiolas e cachorrinhos de estimação entram em pânico.

Os mais antigos devem lembrar: até quando da morte do Getúlio Vargas, em 1954, soltaram foguetes ali pelas bandas do Bairro Avenida. Foi preciso a polícia e o exército para proteger os fogueteiros da UDN.

Soltam foguetes em batizados, casamentos, quermesses, promoções comerciais, novenas, final de missas e cultos, carnaval, carreatas e comícios políticos, inaugurações (até de muros), sucesso nos vestibulares, etc.

Democraticamente, na terrinha, o foguete é apartidário. Disparam com gosto os peemedebistas, petistas e outros menos votados.

Muito embora ainda não confirmadas, explicações são apresentadas por alguns de nossos professores de história:
É do conhecimento geral que o bandeirante paulista Miguel Garcia Velho, primo distante do desbravador português Diogo Alvares Correia, que foi chamado pelos índios Tupinambás, de Caramuru (colocou fogo nas águas que na realidade era cachaça), esteve desbravando nossas terras.
Integrando a sua comitiva estavam alguns ricos portugueses moradores em Passa Quatro e outros heroicos imigrantes da 25 de março, que naquela altura, já estudavam o mercado mineiro.
Ao serem atacados pelos ferozes indios Puri-Coroados (onde hoje é o hotel), reagiram, disparando uma salva de tiros com seus modernos arcabuzes.
Os indios ficaram temerosos e maravilhados com os disparos. Se apaixonaram.

Essa tradição e amor pelos fogos vêm sendo transmitida de geração em geração.

Possivelmente não existe uma residência na terrinha que não tenha reservado em cima do guarda-roupa, uma caixa de foguetes caramuru (os únicos que não dão xabu), para qualquer emergência comemorativa, como por exemplo, a prisão de um barbudo, ex-líder sindical. 

Faz sentido.

Viver é Perigoso

ANO NOVO


Viver é Perigoso

segunda-feira, 25 de dezembro de 2017

INSULTO DE NATAL

Viver é Perigoso

MENOS UM

Foto Saulo Caridade
O primeiro natal, em 1947, foi passado na Boa Vista. Em seguida, todos os outros nesses 70 anos. Uma única interrupção, aconteceu em 1957. 
Com a tomado de barco, então recente, da Dona Dina Riera, o  mais dos sete filhos, então com 10 anos, foi enviado para passar os dias 24 e 25 em Cristina, junto com os amorosos tios Mingo e Olívia e os primos Marco Antonio e Cida. A Neuza não estava lá.
Muito carinho, muita tentativas de distração, presentes, mas não deu. 
No dia seguinte, com muitas recomendações, o menino foi colocado de volta no trem que fazia a linha Soledade de Minas/Itajubá.
Dai em diante, mesmo morando distante, inclusive cinco anos em Manaus, o natal sempre foi na terrinha, mais precisamente, na Boa Vista é claro.
Somando, são 69 noites alegres, felizes, tristes, com muitas cadeiras vazias e outras tantas ocupadas por jovenzinhos inquietos e sem um mínimo de paciência com os antigos costumes que os adultos insistem em repetir.

É a vida...

Viver é Perigoso

domingo, 24 de dezembro de 2017

sábado, 23 de dezembro de 2017

E SE ?


Viver é Perigoso

GRANDE ABRAÇO


Pedindo autorização para o amigo invisível, tomei o comentário como uma bola quicando na grande área e tentei pegar na veia, lançando-a para todos que leem o Blog e compreendem  questionar é da vida.
Riera,  
Para você, desejo o sonho realizado. O amor esperado. A esperança renovada. Para você, desejo todas as cores desta vida. Todas as alegrias que puder sorrir. Todas as músicas que puder emocionar. Desejo que os amigos sejam mais cúmplices, que sua família esteja mais unida, que sua vida seja mais bem vivida. Gostaria de lhe desejar tantas coisas, mas nada seria suficiente... Então, desejo apenas que você tenha muitos desejos. Desejos grandes e que eles possam te mover a cada minuto, ao rumo da sua felicidade...

Grande abraço Camarada!

Viver é Perigoso

sexta-feira, 22 de dezembro de 2017

PRISÃO COM POUCO RISCO DE FUGA

Casa Prisão do Marcelo Odebrecht
Casa Prisão do Lúcio Funaro
É a vida...

Viver é Perigoso

HOJE É DIA DE ROCK



Viver é Perigoso

RECOLHAM O ELEMENTO !


Divulgada hoje uma nova pesquisa nacional feita pelo Instituto Paraná. Interessante :

Para 50,8% dos brasileiros, o TRF4 vai condenar o Sr. Lula da Silva no caso do triplex.

Para 56,6% dos brasileiros ele não será preso.

Faço parte dos 50,8% e não faço parte dos 56,6%

Viver é Perigoso

ENTÃO É NATAL



Natal na Boa Vista, é claro. E lá vão muitos anos.

Um casarão na Boa Vista, durante muitos anos, destacou-se pela iluminação e enfeites natalinos. O ar de felicidade dava corda na imaginação da meninada.
Família reservada. Pais sérios e jovens filhos bonitos e educados.
Cortinas da sala entreabertas permitiam vislumbrar as pálidas luzinhas na árvore de natal. Uma chaminé no telhado dava indícios da exixtência de uma lareira.
Todas as noites o som suave de uma vitrola trazia para a rua canções natalinas.
Ouvia-se Frank Sinatra, Bing Crosby, Nat King Cole e nos últimos anos, Rita Pavone cantando o doce Bianco Natale.
A vida sonora atenuava sensivelmente após o dia 25 de dezembro, até chegar a tristeza geral no dia 6 de janeiro. Dia de Reis. Dia do desmanche.
Presentes chegavam em belíssimos embrulhos. Nas vésperas, dois carregadores entregavam uma enorme cesta de natal.
Risos, estouro de garrafas de champanhe, aromas de frutas e assados.
Ruídos alegres e intensos, possivelmente, por ocasião da revelação do amigo secreto. 
Numa tarde de inverno o barco passou por lá e levou um passageiro de cabelos brancos e olhar doce.
A casa ficou em silêncio.
O pessoal mudou ou mudou-se. Natal não teve mais.

Viver é Perigoso

O SUL DE MINAS


Viver é Perigoso

VENTOS DE GUERRA - NOSSA ESCOLA


Extraido do site www.viladeutopia.com.br - de Itabira

Finalmente, quase um mês após a deflagração da crise na Unifei, que culminou com as renúncias dos professores Dair José de Oliveira e Márcio Tsuyoshi Yasuda, respectivamente ex-diretor e ex-adjunto do campus de Itabira, a Câmara Municipal de Itabira decide que não deve permanecer alheia ao assunto que pode afetar o futuro do projeto universitário de Itabira.

Não é para menos, afinal só a Prefeitura já investiu R$ 63 milhões na construção de dois prédios – e terá de arcar com mais cerca de R$ 400 milhões até concluir as edificações necessárias para implantar o que está previsto no projeto original.

E a Vale, que participa da parceria público-privada instituída com a Prefeitura e Governo Federal, via Ministério da Educação para viabilizar a implantação do campus local, investiu R$ 38,5 milhões na aquisição de equipamentos para os laboratórios demandados para os cursos já instalados no campus local.

“Em conversa com o ex-diretor da Unifei, tomei conhecimento de uma situação muito ruim. Uma briga institucional está prejudicando a cidade de Itabira. 
De um lado, tem o reitor Dagoberto Almeida e de outro, o ex-diretor Dair, que esteve aqui nesta Casa recentemente tratando da questão da Unifei”, assim iniciou o vereador o seu pronunciamento na tribuna da Câmara, na sessão dessa terça-feira (19/12), última do ano. Segundo o vereador André Viana (Podemos), o legislativo itabirano não pode permanecer alheio à crise instalada na Unifei por interferir – e até prejudicar o projeto universitário de Itabira, que tem como objetivo atingir um número de 10 mil alunos (hoje não passam de dois mil), além de contribuir para implantar um parque tecnológico como uma das alternativas econômicas para a sustentabilidade do município após a mineração.

O vereador quer, assim que o legislativo retornar do recesso parlamentar em fevereiro, instalar uma comissão especial para acompanhar a crise na Unifei. “Não nos interessa a crise interna pela disputa do poder, mas temos a obrigação de saber como está o pacto firmado com a universidade e que diz respeito ao futuro de nossa cidade.”

Como se vê, há muito o que investigar sobre a crise na Unifei naquilo que afeta a implantação do projeto universitário de Itabira, no qual a Prefeitura já injetou R$ 63 milhões provenientes da Compensação Financeira pela Exploração de Recursos Minerais (Cfem). E que teria de investir mais cerca R$ 400 milhões para concluir o projeto original do campus de Itabira.

O tema deve ser pauta de mais discussões na Câmara – e é preciso que a Prefeitura também não se omita. O vereador Neidson de Freitas (PP), por exemplo, acha que a Vale não deve restringir a sua participação à aquisição dos laboratórios. “A empresa pode participar mais do empreendimento como parte do resgate de sua dívida histórica com Itabira”, discursou recentemente o presidente do legislativo itabirano.

“Vamos convidar o ex-diretor da Unifei e também o reitor para que venham a essa Casa explicar o que ocorreu para desistirem da faculdade de Medicina, assim como para esclarecer outras dificuldades que estão interferindo na implantação integral do projeto de nosso campus”, propõe o vereador André Viana.

“A Unifei não é de Itajubá, ela é federal, pertence ao povo brasileiro. Vamos à Brasília, no Ministério da Educação, solicitar que retornem com o projeto da faculdade de Medicina”, promete o vereador, que considera a crise na Unifei no mínimo muito estranha –e que precisa ser esclarecida, pelo menos naquilo que afeta a construção do projeto universitário de Itabira.

Extraido do site www.viladeutopia.com.br

Viver é Perigoso

PRÁ PENSAR

Família Garotinho, após sua soltura
"Todas as famílias felizes se parecem, cada família infeliz é infeliz à sua maneira."

Leon Tolstói

Viver é Perigoso

ARRANJOS PRODUTIVOS LOCAIS - MINAS GERAIS


Conforme a legislação mineira, os APLs são identificados pela concentração espacial de empresas de um determinado setor da atividade produtiva, que se caracteriza principalmente pela intensidade das relações comerciais e de cooperação intra-aglomeração, com o ambiente institucional voltado para dar suporte ao seu desenvolvimento.

Viver é Perigoso

OREMOS

Viver é Perigoso

quinta-feira, 21 de dezembro de 2017

DE VARGINHA PARA O MUNDO


Não entendo nada disso, mas o meu neto João conhece bem o assunto. Os mais novos estão começando. O maior sucesso do mundo dos games em 2017 se chama "PlayerUnknown´s Battlegrounds, com mais de 20 milhões de cópias vendidas nos PC´s.
O game, que ainda está em fase de testes, chegou na última terça-feira ao Xbox One, após uma longa jornada, pasmem, em Varginha. Sim, a cidade ali adiante.

O DJ, fotógrafo e designer Brendan Greene, irlandês, veio morar no Brasil em busca do amor de sua vida, que ele conheceu pela internet e morava em Varginha. As coisas não deram certo e moço passou quatro anos economizando para voltar para casa.

Greene é o criador do game.

Os primeiros testes para o PUBG foram feitos no Brasil, mas o jogo só se tornou um projeto independente quando Greene voltou para a Irlanda.

Desde março, quando chegou às lojas digitais, PUBG não se tornou só o jogo mais vendido do ano como virou tendência no Youtube e bateu o recorde de jogadores simultâneos online na Steam, principal plataforma de jogos para PC no mundo. (deu no Estadão)

É a vida...   

Viver é Perigoso

VENTOS DE GUERRA

Penso que para a maioria do povo brasileiro os partidos políticos não significam mais nada. Ainda levam os partidos a sério, logicamente, os petistas e os dirigentes do PMDB municipal, com longa história de fidelidade. Sempre estiveram muito próximos.

Nada surpreendente do que o declarado pelo Sr. Lula da Silva, ontem em São Paulo, em entrevista coletiva acontecida a seu pedido:

" Acho que não deve se aliar (em 2018) com partido que apoio o impeachment mas essa coisa é muito teórica porque temos que saber a realidade de cada Estado. Como é que o Fernando Pimentel vai abrir mão lá em Minas do PMDB que defende ele o tempo inteiro. Então temos que ir caso por caso."

Concluindo: Saia justa para o Prefeito de Itajubá, peemedebista de quatro costados e em litígio com a cúpula do PT mineiro. Na certa presenciaremos bicos e cenhos cerrados durante a campanha do ano que vem.

Ainda mais se o Ulysses Gomes sair para Deputado Federal, tirando definitivamente o sossego do sempre preferido da Administração local, Bilac Pinto.

Quem perde com esses arrufos políticos é a cidade.

Viver é Perigoso

SURPRESA, MAS NÃO MUITA


A norte-americana Boeing está em negociação para adquirir a rival brasileira Embraer, relatou o jornal "The Wall Street Journal", citando pessoas não identificadas familiarizadas com o assunto.

Surpresa, mas não muita, principalmente depois da joint venture entre a Airbus e a Bombardier, concorrentes diretas no mercado, respectivamente, da Boieng e da Embraer. Já são parceiras em segurança e no desenvolvimento do cargueiro KC-390.

Segundo o jornal, as empresas estão aguardando a palavra do governo brasileiro, que tem poder de veto sobre uma possível venda.


As ações da Embraer listadas na Bolsa norte-americana subiam 26%, para US$ 24,44. A Boeing, com sede em Chicago, caiu menos de 1%, para US$ 297,13. Na Bolsa brasileira, as ações da Embraer subiam 2,54% às 15h14, cotadas a R$ 16,91.


A Embraer teve uma receita liquida de R$ 21,436 bilhões em 2016. No terceiro trimestre deste ano, registrou lucro líquido de R$ 351 milhões, revertendo o prejuízo de R$ 111,4 milhões do mesmo período do ano passado. (dados numéricos Folha)

Viver é Perigoso