segunda-feira, 9 de outubro de 2017

TERRA DE CONSERVADORES


Sempre ouvimos esse questionamento. Quando rapaz, dizia ou diziam que eu era de esquerda e eu gostava e confirmava, mesmo não sabendo a razão.

A expressão foi criada a partir da revolução francesa. Tomada a Bastilha, os girondinos (grupo político moderado, chefiado por Jacques Pierre Brissot, constituído pela média burguesia e conservadores e defendiam a monarquia) se reuniam em Conselho, com os Jacobinos (grupo constituído por burgueses vindo do povo.
 
Eram radicais e queriam a instalação da república. Eram orientados pela máxima de Marat : "É pela violência que se deve estabelecer a liberdade".

Como esse grupo (jacobinos) se sentava à esquerda na Assembleia, ficou convencionado no mundo, que um sujeito ou um grupo com essas características ou comportamento seriam chamados de "esquerda".

Na terrinha, exceto na eleição do Ambrósio Pinto, eleito pelo MDB, numa disputa com a conservadora ARENA, e  também na primeira eleição do Chico, que contou como uma surpreendente aliança com o PT e o PDT (A Força do Povo), a direita tem dominado e nadado de braçadas.

Salvo as exceções citadas, estão há séculos no poder.

A coisa endureceu de vez com a eleição do Sr. BPS, liderança forte do PFL e aliado de primeira hora do Dr. Aureliano Chaves e do Deputado Bilac Pinto. Seguiu-se o Dr. Jorge e por duas vezes o Rodrigo Riera.

A esquerda se esforça. Teve o Padre Douglas, Professor Paulino, Prof. Laudelino, Ulysses Gomes e para por aí. Candidatos de esquerda ao governo estadual e federal, costumam sair das eleições, aqui na terrinha, nocauteados.

Continuarão apanhando. O quadro atual indica que estamos vivendo num campo fértil para o Bolsonaro.

Oremos.

Viver é Perigoso 

Nenhum comentário: