sábado, 21 de outubro de 2017

A LEI DO MAIS FORTE

A crise espanhola entrou em um novo patamar neste sábado, depois de o Governo central estabelecer quais serão as medidas que tomará para intervir na Catalunha, assumindo o poder da comunidade autônoma que no início do mês realizou um referendo independentista considerado ilegal pelo Tribunal Constitucional do país.
A decisão é algo inédito na democracia espanhola. 
Em uma reunião extraordinária do Conselho de Ministros, o Governo de Mariano Rajoy determinou a saída de toda a cúpula de poder da Generalitat, como é conhecido o Governo catalão.

Esta é a primeira vez que a Espanha coloca em prática o artigo 155 da Constituição, que permite que o Governo central intervenha em uma comunidade autônoma. 
Estas entidades, 17 no total, foram criadas na Constituição de 1978, que marcou o fim da ditadura franquista, justamente para aumentar a descentralização do poder após um período de intensa centralização — elas podem aprovar leis e realizar as tarefas executivas que estejam estabelecidas em seu estatuto próprio; têm um presidente e um parlamento próprios.

El País

Blog: Todos sabem que não será tão simples.

Viver é Perigoso

Nenhum comentário: