sexta-feira, 15 de setembro de 2017

MINEIRO VELHO DE GUERRA


Esse tal de currículo funciona.

Preso desde domingo com Joesley Batista por ter omitido informações aos investigadores da Lava-Jato, o ex-diretor de Relações Institucionais da JBS Ricardo Saud já esteve envolvido em denúncias de fraudes no período em que ocupou cargos públicos em Minas Gerais. 

Mineiro de Uberaba, o executivo esteve na Casemg (Companhia de Armazéns e Silos do Estado de Minas Gerais) e na Secretaria de Agricultura, onde não passou despercebido.

No primeiro dia de dezembro de 1999, Saud foi derrubado do cargo que ocupava, junto com toda a diretoria da Casemg, por causa de um pagamento irregular do 14º salário antecipado a funcionários do órgão. A antecipação do 14º salário foi creditada na conta de 288 empregados. (deu no Estado de Minas)

Viver é Perigoso

Nenhum comentário: