segunda-feira, 11 de setembro de 2017

FIM DOS TEMPOS


A prefeita de Santa Luzia, cidade localizada na Grande BH, Roseli Ferreira Pimentel foi indiciada por homicídio duplamente qualificado pelo assassinato do jornalista Maurício Campos Rosa, de 64 anos. A prefeita foi presa na quinta-feira em uma operação montada pela Polícia Civil.

O assassinato do jornalista, que era dono do jornal O Grito, ocorreu em 17 de agosto de 2016. O jornal O Grito é distribuído gratuitamente em Santa Luzia há mais de 20 anos, com notícias da região. 

As investigações apontam que a morte foi motivada pela disputa eleitoral. 

A administradora municipal, presa na quinta-feira, também vai responder por peculato, pois usou verba pública para financiar o homicídio. De acordo com o delegado César Matoso, responsável pelas investigações, a prefeita pagou R$ 20 mil pelo crime. O recurso foi retirado da Secretaria Municipal de Saúde, mas com nota emitida pela Secretaria Municipal de Educação. As apurações apontaram que a verba seria utilizada para a compra de mamão que seria destinado a merenda escolar.

(Deu no Estado de Minas)

Viver é Perigoso
.

Nenhum comentário: