segunda-feira, 25 de setembro de 2017

É A VIDA...



Ele não é um peso para mim, ele é meu irmão

A estrada é comprida
Com muitas curvas dificeis
Que nos leva a
Quem sabe onde, quem sabe onde
Mas eu sou forte

Forte o bastante para carrega-lo
Ele não é um peso para mim, ele é meu irmão
E assim continuamos
O bem-estar dele é problema meu
Ele não é nenhuma carga para mim

Nós chegaremos lá
Pois eu sei
Ele não seria um estorvo para mim, oh! não
Ele não é um peso para mim, ele é meu irmão
Agora, se estou realmente sobrecarregado
Então estou sobrecarregado de tristeza
(de saber) que o coração de todo mundo
Não está cheio de gratidão

Ou de amor, um pelo outro
Éuma estrada muito comprida
Da qual não há retorno
E quando estamos indo para lá
Por que não partilhar ?
E a carga (dele)

Não vai me pesar de jeito algum
Ele não é um peso para mim, ele é meu irmão.


Viver é Perigoso

Nenhum comentário: